quinta-feira, 29 de abril de 2010

Mordaça Gay com Pr. Silas Malafaia. Parte4/4 final

Mordaça Gay com Pr. Silas Malafaia. Parte 3/4

Mordaça Gay com Pr. Silas Malafaia. Parte 2/4

Mordaça Gay com Pr. Silas Malafaia. Parte 1/4

PLC 122: Ditadura gay às portas do Brasil 2/2

PLC 122: Ditadura gay às portas do Brasil 1/2



NESTE VÍDEO GAYs NOS EUA, ENFURECIDOS POR PERDEREM NA JUSTIÇA O DIREITO AO CASAMENTO,
PARTEM PARA A VIOLÊNCIA E ESPANCAM CRISTÃOS QUE ADORAVAM A DEUS NUM CULTO EVANGÉLICO.
BATERAM NOS IRMÃOS, JOGARAM-LHES CAFÉ QUENTE NO ROSTO, E SE A POLÍCIA NÃO INTERFERE,
TERIAM ABUSADO SEXUALMENTE DAS IRMÃS, TENDO AINDA PASSADO AS MÃOS EM SUAS PARTES ÍNTIMAS. LEMBRA-NOS A CENA DE GÊNESIS 19, QUANDO LÓ DISSE AOS MORADORES DE SODOMA QUE NÃO ESTUPRASSEM OS ANJOS QUE ESTAVAM EM SUA CASA, POIS POR AQUELE MOTIVO ELES ESTAVAM ALI PARA EXERCEREM JUÍZO DE DEUS. ELES SE ENFURECERAM DA MESMA FORMA QUE OS GAYs DE CASTRO, DISTRITO DE SÃO FRANCISCO/EUA, SÓ QUE OS ANJOS OS CEGARAM A TODOS E ORDENOU QUE LÓ SAÍSSE COM PRESSA POIS, ELES IRIAM DESTRUIR DO LUGAR. NOTEM, DIZ A BÍBLIA QUE ESTAVA LÁ "...DO MAIS MOÇO AO MAIS VELHO; TODO POVO DE TODOS OS BAIRROS..." GN. 19:4B. OS ANCESTRAIS DA NAMBLA, OS PRIMEIROS PEDÓFILOS REGISTRADOS NA BÍBLIA ERAM SIM HOMOSSEXUAIS. VEJA O VÍDEO E TIRE SUAS CONCLUSÕES.

True Outspeak - A lei da mordaça gay

Olavo de Carvalho fala sobre a parada gay em SP, drogas e PT

PREGADOR AMERICANO É PRESO NA INGLATERRA POR DECLARAR QUE A CONDUTA HOMOSSEXUAL É PECADO



Hilary White
GLASGOW, Inglaterra, 1 de abril de 2010 (Notícias Pró-Família) — Um americano que prega nas ruas foi preso e multado em 1.000 libras em Glasgow por dizer a uma pessoa que estava passando na calçada, em resposta direta a uma pergunta, que a atividade homossexual é pecado. Shawn Holes passou a noite de 18 de março na cadeia, e de manhã confessou culpa diante das acusações de que ele havia feito “comentários homofóbicos… com o agravante de preconceito religioso”.
Holes, de 47 anos, é um fotógrafo de casamentos da cidade de Lake Placid, Nova Iorque, e estava em Glasgow como parte de uma turnê de pregações na Inglaterra com um grupo de colegas ingleses e americanos. Ele disse: “Eu estava conversando de modo geral sobre Cristianismo e pecado”.
“Só falei sobre essas outras questões porque as outras pessoas fizeram perguntas específicas. Havia homossexuais escutando — por volta de seis ou oito — que estavam se beijando e se amassando, e perguntando: ‘O que você pensa disto?’” Um grupo de homossexuais foi até a polícia com uma queixa. Holes mais tarde disse que a situação parecia como uma “armação de ativistas gays”.
“Quando me fizeram perguntas diretas sobre a homossexualidade, eu lhes disse que os homossexuais estavam se arriscando a sofrer a ira de Deus, a menos que aceitassem Jesus”.
A acusação, sob a Lei de Justiça Criminal da Escócia estabelecida em 2003, enfureceu os que defendem a liberdade de expressão na Inglaterra e foi até criticada pelo ativista homossexual Peter Tatchell, que chamou a multa de 1.000 libras “totalmente desproporcional”. Cristãos locais que apóiam o ministério de pregação fizeram uma coleta e pagaram a multa.
Tatchell disse para o jornal Daily Mail: “O preço da liberdade de expressão é que às vezes temos de aguentar opiniões que são desagradáveis e ofensivas. Exatamente como as pessoas têm de ter o direito de criticar a religião, as pessoas religiosas têm de ter o direito de criticar a homossexualidade. Só incitações à violência deveriam ser ilegais”.
Holes relata que na mesma ocasião lhe perguntaram sobre suas opiniões acerca do islamismo e ele disse que cria que há só um Deus cristão verdadeiro e que o Profeta Maomé é um “pecador como o resto de nós”.
Ele disse que dois homens que estavam escutando falaram com agentes policiais, que se aproximaram dele e disseram: “Essas pessoas dizem que você declarou que os homos estão indo para o inferno”.
“Eu disse que nunca diria isso, pois não uso o termo homo. Mas fui preso”.
Peter Kearney, porta-voz da Igreja Católica de Glasgow, disse ao jornal Scotsman. “Demos apoio ao estabelecimento de leis [contra crime de ódio], mas é bem difícil ver como esse homem pode ser acusado por expressar uma convicção religiosa.
“Os fatos desse caso mostram que a declaração dele era patentemente sua convicção religiosa. Sim, ele usou linguagem forte, mas é obviamente uma convicção religiosa e não uma forma de discriminação”.
Gordon Macdonald, da entidade Christian Action Research and Education for Scotland, disse: “Esse é um caso preocupante. Estarei escrevendo ao comandante da polícia Stephen House da polícia de Strathclyde pedindo esclarecimentos acerca da orientação dada aos policiais nessas situações”.
Em notícia relacionada, um juiz regional rejeitou o caso contra outro pregador, Paul Shaw, que foi preso em 19 de fevereiro por causa de comentários que fez sobre a atividade homossexual. Shaw, que não confessou culpa, disse: “Tenho pregado regularmente por três ou quatro anos sem nenhum incidente.
“Em quatro anos, tenho lidado com o assunto da homossexualidade duas vezes. Shaw disse ao juiz que ele era obrigado a agir de acordo com sua consciência e que a homossexualidade é uma questão importante na Inglaterra hoje. O caso foi descartado por falta de evidência e testemunho escrito dos queixantes.
Shaw disse: “Minhas razões foram duplas. Primeira, há uma consequência para o país e para a sociedade se a sociedade não avaliar a diferença entre certo e errado, principalmente óbvia pela homossexualidade.
“Como nação, seremos julgados por Deus num futuro não muito distante e haverá conseqüências terríveis para isso se a homossexualidade não for criminalizada de novo. Segunda, a nível pessoal, como com todos os outros pecados, é necessário se arrepender da homossexualidade a fim de se entrar no Reino de Deus”.


O juiz regional David Cooper disse para Shaw: “Há outros tipos de ‘pecados’. Você acha que conseguiria se concentrar nesses outros um pouco?”
Enquanto isso, um recente estudo conduzido em favor do instituto religioso Theos mostrou que aproximadamente 1/3 dos britânicos pensam que os cristãos estão sendo marginalizados e que a liberdade religiosa está sofrendo restrições. O autor do estudo, o Professor Roger Trigg, escreveu: “Uma sociedade livre jamais deveria entrar no negócio de amordaçar vozes religiosas, sem mencionar no nome da democracia ou fingida neutralidade”.
“Além disso, traímos nossa herança e tornamos nossa posição atual precária se valorizamos a liberdade, mas pensamos que os princípios cristãos que inspiraram o compromisso de muitos aos ideais democráticos são de certo modo dispensáveis”, disse o Professor Trigg.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesite.net/ldn/viewonsite.html?articleid=10040103
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

ONU, OS ARTIGOS DE SUA DECLARAÇÃO NÃO COMBINAM COM OS PROPÓSITOS DOS ILUMINATIS QUE MINAM O SEU PODER.



ONU - ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS

A Declaração Universal dos Direitos Humanos é um dos documentos básicos das Nações Unidas e foi assinada em 1948. Nela, são enumerados os direitos que todos os seres humanos possuem.

Preâmbulo
Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo,
Considerando que o desprezo e o desrespeito pelos direitos humanos resultaram em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os todos gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade de viverem a salvo do temor e da necessidade foi proclamado como a mais alta aspiração do ser humano comum,
Considerando ser essencial que os direitos humanos sejam protegidos pelo império da lei, para que o ser humano não seja compelido, como último recurso, à rebelião contra a tirania e a opressão,
Considerando ser essencial promover o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações,
Considerando que os povos das Nações Unidas reafirmaram, na Carta da ONU, sua fé nos direitos humanos fundamentais, na dignidade e no valor do ser humano e na igualdade de direitos entre homens e mulheres, e que decidiram promover o progresso social e melhores condições de vida em uma liberdade mais ampla,
Considerando que os Estados-Membros se comprometeram a promover, em cooperação com as Nações Unidas, o respeito universal aos direitos e liberdades humanas fundamentais e a observância desses direitos e liberdades,
Considerando que uma compreensão comum desses direitos e liberdades é da mais alta importância para o pleno cumprimento desse compromisso,
agora portanto,
A Assembléia Geral proclama a presente Declaração Universal dos Direitos Humanos
como o ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações, com o objetivo de que cada indivíduo e cada órgão da sociedade, tendo sempre em mente esta Declaração, se esforce, através do ensino e da educação, por promover o respeito a esses direitos e liberdades, e, pela adoção de medidas progressivas de caráter nacional e internacional, por assegurar o seu reconhecimento e a sua observância universal e efetiva, tanto entre os povos dos próprios Estados-Membros, quanto entre os povos dos territórios sob sua jurisdição.

Artigo I.
Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

11 DE SETEMBRO - FARSA DO GOVERNO AMERICANO?



Sempre acreditei profundamente nos argumentos do governo americano quanto a essa tragédia, até o momento que resolvi pensar, que resolvi fazer valer o que chamamos de personalidade intelectual. Antes de vir com essa conversa de que passamos prá o lado dos terroristas, tenha calma e faça como eu fiz, busque apenas a verdade, tão somente a verdade. Lembra quem deu a estátua da liberdade para os EUA? Pois bem. Os franceses foram os primeiros a não engolir mas, desconfiaram e descobriram ser tudo uma bela montagem do governo da época. Não é a toa que hoje eles também não queiram conversa com essa Vacina. Particularmente, sou apolítico e amo o povo americano. Não tenho razões tendênciosas políticamente, para ofendê-los. O fato é que sinto que eles estão fragilizados e manipulados pelo seu governo. Mas, eles mesmos estão despertando do sono. Não deveríamos nos espantar se virmos iniciar uma nova guerra civil nos EUA. Lá, como em todo mundo livre, está em jogo a constituição de uma nação soberana, Guardiã da Liberdade e dos Direitos Humanos, que estão prestes a ser destruída. Veja de maneira imparcial o texto que segue e aprofunde a pesquisa a respeito, além de ver os três vídeos abaixo onde os próprios especialistas americanos em engenharia, não aceitam a versão oficial do governo. Texto extraído do CMI - Centro de Mídia Independente - www.midiaindependet.org
Sob o Título: A farsa do 11 de setembro - mais informações
Por O observador 02/06/2006 às 22:15


"A MENTIRA REINA, ENQUANTO A VERDADE NÃO CHEGA!" PROVÉRBIO POPULAR


Novas informações sobre os eventos de 11 de setembro provam o envolvimento do governo americano.
Em 11 de setembro de 2001, o mundo inteiro assistiu pela televisão, um alegado atentado terrorista envolvendo aviões comerciais com dezenas de pessoas a bordo. Os alvos eram o World Trade Center, considerado o centro financeiro dos Estados Unidos, o Pentágono, considerado o centro militar e a Casa Branca, residência oficial do presidente americano.
Por vários anos estes eventos foram tratados como meros atentados terroristas planejados por Osama Bin Laden e seus seguidores que justificavam uma intervenção militar em países do Oriente Médio.
Hoje, vários anos após estes eventos, novas informações provam que o a Al-qaeda e Bin Laden não estavam por trás dos ataques. Estas novas evidências apontam o próprio governo americano como autor destes atos terroristas. Citarei neste artigo algumas destas evidências que, logicamente, poderão ser comprovadas por que tiver interesse.
Podemos começar citando fatos ocorridos antes dos ataques. Menos de 24 horas antes do atentado, as ações das empresas aéreas envolvidas no ataque tiveram uma alta 25 vezes maior que a média. Isso chamou a atenção da direção da Bolsa de Nova York que prometeu uma investigação a respeito que até hoje não saiu. Pouca gente ganhou dinheiro (e muito) nessas operações.
No dia seguinte, o WTC e o Pentágono são atacados. Um outro avião, o vôo 93, caiu perto de Pittsburg, na Pensilvânia (EUA). Seu alvo era a Casa Branca. O curioso é que justamente no dia anterior, quase todos os aviões de caça, encarregados da defesa da cidade, foram enviados para outras regiões para treinamento de guerra. Para entendermos o que realmente aconteceu é necessário relembrar o horário em que os eventos aconteceram:
8h48 - O vôo American Airlines 11 atingiu a Torre Norte do WTC.
9h03 - O vôo United Airlines 175 atingiu a Torre Sul.
9h38 - O vôo American Airlines 77 atingiu o Pentágono.
9h59 - A Torre Sul do WTC entrou em colapso;
a Torre Norte caiu às 10h28.
10h00 - O vôo United Airlines 93 caiu na Pensilvânia.
A Administração Federal de Aviação suspendeu todo o tráfego aéreo nos Estados Unidos e desviou os vôos internacionais para o Canadá. Os escritórios federais e edifícios públicos em Washington, Nova York e outras cidades importantes foram fechados.
16h10 - O edifício 7 do World Trade Center entrou em colapso.
20h30 - O presidente Bush discursou para a nação: "Os ataques terroristas podem abalar as fundações dos nossos maiores edifícios, mas não podem tocar nas fundações dos Estados Unidos."
As autoridades afirmam que 2.829 pessoas morreram no World Trade Center, incluindo os passageiros dos aviões dos vôos AA 11 e UA 175 e 453 funcionários de segurança pública que atenderam à emergência. Os mortos vieram de mais de 90 países de todo o mundo. Um fato interessante é que os funcionários de origem judia, que trabalhavam no prédio (e eram muitos) tiraram folga na semana dos ataques, ou simplesmente faltaram ao trabalho naquele dia. No Pentágono em Washington DC, 189 pessoas teriam morrido, incluindo as 64 pessoas a bordo do vôo American Airlines 77. No vôo United Airlines 93 que teria caido no oeste da Pensilvânia, seriam 44 vitimas.
Nos dias seguintes os americanos se mostraram fragilizados e traumatizados com os eventos. Se mostraram como vitimas de um atentado terrorista patrocinado pelo milionário saudita Osama Bin Laden. Estes fatos justificavam uma guerra total contra o terrorismo que resultou em milhares de mortes no Afeganistão e no Iraque.
A polêmica sobre uma possível fraude nos atentados surgiu em meados de 2002 quando um site francês questionou o fato de que não existiam provas de um avião no pentágono. Um resumo das evidências descobertas transformou-se em um filme que pode ser encontrado no seguinte endereço: http://www.pentagonstrike.co.uk/pentagon_bp.htm.
No vídeo, além da ausência de destroços do avião, nota-se a existência de janelas intactas a poucos metros do local de impacto, a perfeição do gramado onde o avião teria passado, o buraco produzido pelo impacto que é muito menor que um boeing 757. A possibilidade levantada pelo grupo francês, e posteriormente por outros pesquisadores, era de que na verdade um míssil de cruzeiro atingiu o Pentágono. Embora existissem muitas evidências contestando o ataque ao Pentágono, não haviam questionamentos aos ataques às Torres Gêmeas, pois milhares de pessoas testemunharam os fatos que foram gravados em vídeo.
No entanto, em 2005, surgiram várias evidências que provam que os ataques ao World Trade Center também poderiam ter sido forjados. Podemos citar algumas contradições do Governo Americano em relação aos terroristas culpados pelos ataques.
Estes alegados terroristas teriam embarcado em vôos saindo de Portland, Whashington e Boston. Um dos terroristas, Mohammed Atta e Abdulaziz Alomar, teriam embarcado em Portland (segundo a versão oficial) com destino à Boston. Ele teria sido filmado pelas câmeras do aeroporto. O vídeo é de péssima qualidade e ficava distante do local do embarque, o que gera dúvidas com relação à esta identificação. Apesar disto, pode-se ver duas pessoas vestindo trajes esporte. Michael Tuohey trabalhava no guichê e afirma ter visto dois homens árabes que usavam paletó e gravata.
As contradições não param aí.... Segundo o FBI, Atta teria alugado um Mitsubishi Sedan que foi encontrado no aeroporto de Boston com alguns papéis referentes à lições de vôo em árabe. O fato é que Atta embarcou em Portland e não em Boston. O maior absurdo que o FBI divulgou é que nos destroços do WTC teria sido encontrado o passaporte de Satam Al Sugami, que seria um dos terroristas que estariam seqüestrando o segundo avião. Agora eu pergunto: Como o passaporte (feito de papel) poderia resistir à bola de fogo gerada pela explosão, resistir ao incêndio da Torre e ser encontrado posteriormente pela polícia? Devemos lembrar que a maior peça de mobília encontrada nos destroços das torres foi a metade de um teclado.
Também é muito interessante a declaração de George W. Bush sobre a primeira impressão que ele teve em relação aos ataques: ?Eu vi um avião atingir a torre - a TV estava obviamente ligada - e eu, acostumado a voar, falei 'Que piloto terrível. Deve ter sido um horrível acidente". Esta afirmação poderia passar desapercebida se não fosse o fato de que não havia até o final do dia uma filmagem do primeiro impacto. As emissoras de televisão chegaram ao local minutos depois do primeiro avião colidir contra a Torre Norte. Estas registraram o segundo impacto de vários pontos diferentes.
Analises recentes destas filmagens identificaram uma série de fatos estranhos nos dois choques. No primeiro choque, analisando-se quadro a quadro nota-se um flash luminoso no local onde o avião iria bater. Pouco depois do flash observa-se a sombra do avião sobre o WTC e logo após o impacto do avião.
No segundo impacto, existem ainda mais fatos estranhos. Este segundo avião seria, segundo as versões oficiais, um boeing 767, da United Airlines. No entanto, diversas testemunhas, entre elas, jornalistas, policiais, bombeiros e curiosos que estavam no local e viram o avião se aproximando são categóricos ao afirmar que o avião não se parecia com um boeing a United Airlines. Isso pode ser confirmado a partir de alguns vídeos tomados na ocasião. Neste segundo avião, além das cores diferentes, nota-se um logotipo não identificado um pouco a frente das asas. Na parte de baixo do avião observa-se uma estrutura alongada que não está presente em boeings 767. Alguns afirmam ser um míssil acoplado ao avião, ou um dispositivo semelhante aos observados em alguns aviões militares de grande porte. Neste impacto também observa-se um flash luminoso na torre no local onde o avião irá bater. Alguns pesquisadores acreditam que este flash seja um sistema de direção laser, muito utilizado em mísseis e outros dispositivos teleguiados.
Com relação à queda das torres, existem muitas evidências atestando que elas foram, na verdade, implodidas. Segundo as versões oficiais do governo americano, o combustível dos aviões derreteu vigas de aço que sustentavam os edifícios. Com o derretimento estas vigas teriam cedido ocasionando a queda das torres. Um terceiro edifício teria sido abalado pelos destroços das torres e teria caído na tarde do mesmo dia. As novas evidências jogam por terra todas estas declarações. Vejamos o porque: O primeiro avião atingiu a torre norte em cheio. Todo o combustível do avião adentrou nas estruturas do edifício. Alguns minutos depois, outro boeing atingiu a torre sul. Só que este não atingiu a torre em cheio e sim na lateral, ocasionando uma grande explosão que consumiu a maior parte do combustível do jato. Esta segunda torre a ser atingida foi a primeira a cair.
Quando as torres desabaram haviam muitas pessoas nas proximidades. Muitas destas pessoas ouviram explosões seqüenciadas gerando suspeita da presença de bombas dentro dos prédios. A análise dos vídeos tomados na ocasião gerou novas evidências. Durante o desabamento das duas torres observa-se jatos de pós saindo de pontos simétricos dos prédios, em intervalos regulares, exatamente como o que ocorre em demolições controladas de edifícios. Mas como alguém conseguiria instalar bombas dentro dos prédios?
Ben Fountain, era analista financeiro e trabalhava em uma das torres do WTC. Ele deu uma entrevista à revista People dizendo que semanas antes do 11 de setembro aconteceram movimentações estranhas no WTC. O WTC 7, que também desabou em 11 de setembro, foi evacuado por questões de segurança na mesma época destas movimentações. A entrevista ainda está disponível na Internet no endereço da revista: http://web.archive.org/web/20010914230312/people.aol.com/people/special/0,11859,174592-5,00.html
Um outro funcionário, Scott Forbes, que trabalhava para a Fiduciary Trust na Torre Sul, declarou em uma entrevista à Wing TV que sua companhia recebeu um aviso, de 3 semanas de antecedência, de que a Companhia Elétrica de Nova Iorque iria desligar as luzes a partir do andar 48. A razão alegada é de que a companhia elétrica iria fazer um melhoramento de energia para aumentar a capacidade do WTC de números de computadores. Forbes disse, que nunca haviam cortado o fornecimento de luz antes dessa ocasião. Como desligaram as luzes, as câmeras de vídeo de segurança ficaram sem funcionar assim como os sistemas de identificação e os elevadores para andares acima de 48. Havia muitos engenheiros entrando e saindo do World Trade Center que tinha acesso livre ao prédio em função do sistema de segurança ter sido desligado.
Nessa mesma época houve um relaxamento na segurança do complexo. Cães farejadores de bombas foram dispensados e maioria da equipe de segurança estava ausente durante as semanas anteriores ao atentado e assim permaneceram até a fatídica data. A pessoa que teria autorizado este relaxamento na segurança seria ninguém mais ninguém menos que Marvin Bush, irmão do presidente americano. Por coincidência Marvin era diretor da HCC Insurance Holdings, empresa de seguros do World Trade Center.
Fatos como este são apenas a ponta de um gigantesco Iceberg. Existem muitos outros fatos evidenciando uma farsa gigantesca por trás deste evento que justificou uma guerra e milhares de mortes de inocentes. Fatos como estes devem ser divulgados para que no futuro nossas opiniões sejam manipuladas por novas farsas como ocorreu com os eventos de 11 de setembro.
Quem quiser obter mais informações e quiser checar as informações acima poderá checar os seguintes links:
http://www.saindodamatrix.com.br/mob/archives/2006/01/11-9_a_farsa.html
http://cinema.fct.unl.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=45&Itemid=2&limit=1&limitstart=1
http://www.apfn.org/apfn/WTC.htm
http://911research.wtc7.net/
http://911research.wtc7.net/talks/nist/slides.html
http://www.klepsidra.net/klepsidra10/terrorismo4.html

As imagens, análises e comentários podem ser vistos em três vídeos disponíveis na Internet, tanto no google ( http://video.google.com/ ) e em compartilhadores como Emule e Kazaa.
911 Plane Site
Loose Change
Loose Change 2nd









Hotel alemão desmente envenenamento do casal Bush
Laura, ex-primeira dama americana, relata episódio em sua autobiografia

O hotel onde o então presidente americano George W. Bush e sua mulher, Laura Bush, se hospedaram durante a reunião do G8 na Alemanha, em 2007, desmentiu nesta quinta-feira (29) o episódio de tentativa de envenenamento do casal, relatado pela ex-primeira-dama em seu livro.
O proprietário do Grande Hotel de Heiligendamm, no norte da Alemanha, Christian Plöger, acusa Laura Bush de querer fazer publicidade para sua autobiografia.
- Não houve nenhum elemento que pudesse apoiar estas acusações. Os alimentos servidos eram vigiados pelo serviço de segurança. Acho que é uma tentativa de vender mais livros.
Na autobiografia, Spoken From the Heart (Falando do coração, em uma tradução livre para o português), que vai ser lançada na próxima terça-feira (4) nos Estados Unidos pela editora Simon & Schuster, Laura Bush conta que seu marido e vários membros da delegação oficial americana ficaram de cama durante boa parte da viagem.
Laura disse que os serviços secretos levantaram a hipótese de uma tentativa de envenenamento, apesar de médicos terem concluído que se tratava de uma virose.
Extratos do livro estão sendo publicados pelo jornal americano New York Times.
FONTE: R7 NOTÍCIAS, publicado em 29/04/2010 às 16h40

World Trade Center

World Trade Center

Filme Completo Deixados para Trás I Dublado Português Left Behind PARTE ...

A Mundialmente famosa série DEIXADOS PARA TRÁS, composta de 3 partes.
Aqui temos a Primeira Parte com o início e fim. É imprescindível para
se ter uma compreensão maior, adquirir o DVD ou Baixar do Youtube, visto
que ele completo está lá. Assim, você terá uma compreensão exata do cumprimento
atual das Profecias Bíblicas para os nossos dias. Podendo fazer algo a respeito
do futuro de sua alma e de sua família. A História não terá um final trágico necessáriamente...você fará o final!



Filme Completo Deixados para Trás I Dublado Português Left Behind PARTE ...



JESUS SE REVELA E CURA PARALÍTICA MUÇULMANA



A Paquistanesa Ghlshan Esther, da família rica dos Sayed, a família de Maomé perdeu o pai e a mãe e passou 19 anos paralítica. Ela revela: "...Certo dia, acordei às três horas da madrugada como sempre, e fiquei sentada na cama lendo os versos que agora sabia de cor. Meu coração repetia sempre as mesmas palavras: ‘Oh, Jesus, filho de Maria, cura-me’ (...) ‘Profeta, tu estás vivo no céu, e o Santo Alcorão diz que curaste pessoas. Sei que podes me curar, e contudo ainda estou paralisada.’ (...) Então bradei numa febre de sofrimento – Se puderes, cura-me – caso contrário, diz-me. (...) O que aconteceu a seguir é algo difícil de descrever em palavras. O quarto todo ficou cheio de luz. A luz estava crescendo, cada vez mais brilhante, até ultrapassar a do dia. Cobri-me com meu xale. Estava apavorada. (...)

Levantei a ponta do xale para olhar. Mas as portas e janelas estavam bem fechadas, com cortinas e venezianas puxadas. Então tomei consciência de doze vultos em longos roupões em pé, no meio da luz, a pouca distância de minha cama. Havia 12 vultos enfileirados mas, havia também um vulto no meio, o décimo terceiro, maior e mais brilhante que os outros. ‘Oh, Deus’, bradei, e o suor brotou em minha fronte. Curvei a cabeça e orei: ‘Oh, Deus, quem são estas pessoas, e como elas chegaram aqui quando todas as janelas e portas estão fechadas?’

De repente, uma voz disse: ‘Levante – se. Este é o caminho que você tem estado a buscar. Sou Jesus, filho de Maria, a quem você tem orado, e agora estou em pé diante de você. Levante-se e venha a mim’. Pus-me a chorar. ‘Oh, Jesus, sou paralítica. Não posso levantar-me’. Ele disse: ‘Ponha-se de pé e venha a mim. Sou Jesus’. Quando hesitei, ele ordenou uma segunda vez. Então, enquanto eu ainda duvidava, Ele disse pela terceira vez: ‘Ponha-se de pé’. E eu, Gulshan Fátima, que havia estado paralítica na cama por dezenove anos, senti nova força a percorrer-me os membros atrofiados. Pus o pé no chão e fiquei em pé.

Então, corri alguns passos e caí aos pés da visão. Estava banhada na luz mais pura que brilhava mais do que o sol e a lua juntos. A luz brilhou no meu coração e na minha mente e muitas coisas se tornaram claras para mim naquele momento. Jesus colocou a mão sobre a minha cabeça e vi um buraco em sua mão pelo qual uma raio de luz incidiu sobre as minhas roupas, de forma que o vestido verde parecia branco. Ele disse: ‘Sou Jesus. Sou Emanuel. Sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Estou vivo, e retornarei em breve. Veja, de hoje em diante, você é minha testemunha. O que você viu agora com seus olhos, precisa comunicar ao meu povo. Meu povo é o seu povo, e você precisa permanecer fiel em levar isso ao meu povo’.

 Disse ainda: ‘Agora você tem de manter esta túnica e seu corpo imaculados. Onde quer que vá, estarei com você, e de hoje em diante, precisa orar assim: (...) [Ensinou a oração do Pai nosso] (...) Ele me fez repetir a oração e ela penetrou-me no fundo do coração e da mente. Era, em sua bela simplicidade e em sua profundidade, muito diferente das preces que aprendera a dizer desde a infância. Ela chamava Deus de ‘Pai’ – esse era um nome que se apegava ao meu coração, que preenchia o seu vazio (...) mas, a visão de Jesus tinha mais a me dizer: ‘Leia no Alcorão. Estou vivo e voltarei em breve’. (...) Os vultos começaram a elevar-se fora do alcance da minha vista e desapareceram. Eu queria que Jesus ficasse um pouquinho mais, e dei um grito de tristeza. Então a luz se foi e encontrei-me sozinha, parada no meio do quarto, trajando uma roupa branca (...) Entretanto, eu não havia imaginado a cena, pois tinha evidência física no meu corpo. Os membros, do lado que havia estado paralisado, estavam inconfundivelmente saudáveis. Oh, o gozo que senti! (...)"



terça-feira, 27 de abril de 2010

CARTA DE LÚCIFER




Depois de passar 6.000 anos vagueando pela Terra, aprendi muito da natureza humana, suas fraquezas, virtudes e seus desejos mais secretos.
Tenho consciência que minha causa foi derrotada, entretanto estou trabalhando freneticamente para levar ao destino que me aguarda o maior número possível de pessoas, pois sei que pouco tempo me resta [1].
Não é fácil a vida de um adversário do Todo Poderoso, principalmente porque Ele conta com um exército fiel espalhado pelo mundo inteiro que com suas orações produzem uma reviravolta em todo mal que intento. Felizmente são poucos os que oram de verdade, porque a maioria está mais preocupada consigo mesma, outros começam bem, me incomodam, mas logo desistem, pois não têm perseverança.
Fico admirado com o fascínio que exerço sobre alguns crentes, que falam mais de mim que de Deus. Rio muito quando eles tentam me amarrar, e dizem que naquela cidade eu não entro mais. Pois acaba a oração e eu continuo fazendo as mesmas estripulias. O que esses cristãos não entendem é que não devem lutar contra mim, mas buscar Aquele que tem mais poder que eu.
Quando eu quase destruí a vida de Jó, ele não me dirigiu uma palavra sequer, mas dizia o tempo todo que sua causa estava diante de Deus, e que o seu Redentor vive. Quando humilhei Paulo colocando-lhe um espinho na carne, ele não tentou me acorrentar, mas apresentou sua fraqueza a Deus, que lhe deu vitória. Sinceramente, com gente assim não dá pra lutar.
Tenho prazer especial em atormentar esses que ficam preocupados comigo o dia todo. Eles dizem que me vêem em todos os lugares, até onde eu nem estou…. é muito engraçado. Com tais eu nem me previno, pois sei que são cristãos inseguros da fé que dizem possuir. Eles fazem parte daquele grupo que faz uma boa propaganda de mim, pois julgam que possuo muito mais poder do que realmente tenho e afirmam que fiz coisas das quais nada tive a ver.
Na verdade, eu sou um pobre diabo, condenado e derrotado, mas da forma que falam, é como seu fosse onisciente e onipotente. Será que eles não sabem que eu não posso fazer absolutamente nada sem a permissão do Todo Poderoso? Ah, se não fosse por Ele… mas, tudo bem, a propaganda é a alma do negócio.
Sou constantemente acusado de tirar muita gente da igreja. É mentira! Eles saem por que são levados pelos seus próprios interesses. Não fui eu quem instigou o filho pródigo a sair da casa do pai [2] e Demas abandonou o apóstolo Paulo porque amou mais o mundo do que a Deus [3].
Não tenho pretensão de tirar ninguém da igreja, pelo contrário. Quero deixá-los lá, pois farei de tudo para que sejam frios, apáticos, que fiquem brigando entre si por bobagem, que se dividam, e façam panelinhas entre eles. No que depender de mim farei com que tenham uma vida tão miserável, que quando forem evangelizar ninguém vai querer ter uma vida igual a deles.
Outra estratégia que uso muito é a de fazer com que os valores da igreja se pareçam cada vez mais com o mundo, pois assim quando as pessoas passarem a freqüentá-la, elas não precisarão mudar nada, e continuarão fazendo as mesmas coisas de antes. Não é genial?
Adoro soprar mentiras nos ouvidos das pessoas, afinal quero fazer jus ao meu nome de “pai da mentira”. É, eu digo-lhes que são como gafanhotos e eles acreditam, digo-lhes que são uns derrotados e eles nem se levantam da cama, digo-lhes que Deus não os perdoou por tal e tal pecado e eles ficam cheios de culpa.
Confesso também que sinto um enorme prazer em oprimir aqueles que se recusam a perdoar ao seu irmão, pois recebi carta branca do Todo Poderoso para atormentá-los com toda sorte de espíritos malignos [4], dos quais eu sou o principal. E não ponham a culpa em mim, pois só posso fazer isso se o cristão recusar a liberar perdão, pois quando ele perdoa é horrível a sensação de paz daquele coração, e eu saio correndo dali.
Acho muito engraçado quando usam sal grosso e oração forte contra mim. Nem ligo. Agora, o que eu temo mesmo é uma vida santificada. Contra um crente santificado, fiel e que tem a Palavra guardada no coração, desse eu fujo [5].
Como minha hora se aproxima eu estou trabalhando num projeto grandioso para este século. Poucos percebem...a Maldita Internet é que tá me prejudicando pois, está revelando tudo. Assim não dá. Venho lutando pra ficar em Segredo ao longo os séculos e hoje todo mundo sabe sobre os meus filhos, que cairam comigo: OS ILUMINATIS. Bola prá frente. Bem, Todos buscam uma divindade para adorar, por isso eu estou dando “Deus” de todos os tipos e para todos os gostos. Eu estou enchendo o mundo de “Deus” para que eles fiquem tão confundidos que não saibam quem é o verdadeiro. Cada um pode ter o seu, do jeito que quiser. Vocês não imaginam como o povo gosta dessas novidades. Tenho queimado as pestanas inventando sacrifícios, novos rituais, e tenho levantado líderes que falam muito de Jesus, mas são meus súditos. Adoro soprar ventos de doutrinas porque os meninos na fé acreditam em tudo.
O meu objetivo com isso? Confundi-los e fazê-los imaginar que estão servindo a Deus. Agora, eu não aceito levar a culpa de tudo sozinho – eu só dou o que eles querem. Eles gostam do brilho, eles buscam glória pra si, eles crêem em todas as formas de misticismo, e eu nunca imaginei que esse povo gostasse tanto de ídolos. Séculos atrás lhes dei um bezerro de ouro, mas agora eles querem ídolos que cantam, que pregam, que profetizam…... Dei o deus CORUJA do Bohemiam Grove, vê se não adoram?
Muitos falam que eu sou feio, e até pintam quadros horríveis dizendo que eu tenho chifres, pêlos e cara de bode. Desde a minha criação sou muito vaidoso e jamais aceitaria ser desta forma. Se vocês ouvissem aquele tal apóstolo Paulo saberiam como eu sou de verdade – sempre fui um anjo de luz, fala mansa, voz agradável, boa aparência e muito convincente [6]. Felizmente são poucos os que me reconhecem.
Para terminar, eu quero dizer a todos que não sou ateu ou agnóstico. Eu creio e tremo diante de Deus [7].. Mas eu não consigo, não consigo me submeter. Submissão significa obediência, e eu não quero ser servo. Aliás, tem muita gente indo comigo que também crê em Deus, pratica seus atos religiosos, freqüenta igreja, e é dessa mesma opinião.


Referências Bíblicas
Ap 12.12, Lc 15.12, 2Tm 4.10, Mt 18.34-35, Tg 4.7, 2Co 11.14, Tg 2.19, Zc 3.1-10



Cientistas e Enfermeiras recusam a tomar a Vacina para a Gripe A (propos...




8 RAZÕES PORQUE VOCÊ NÃO DEVERIA TOMAR A VACINA H1N1

. A vacina H1N1 contém mercúrio - a segunda substância mais perigosa do planeta depois do urânio! O veneno de uma cascavel é menos perigoso que o mercúrio! O Mercúrio em outras vacinas está ligado à epidemia de autismo entre crianças!

. Ela contém esqualeno, uma substância que quando injetada no corpo pode fazer o sistema imunológico humano voltar-se contra si mesmo!

. Ela contém células de câncer de animal que pode provocar câncer nas pessoas!

. Até o governo federal não está confiante quanto à segurança da vacina H1N1, é por isso que foi dada às indústrias farmacêuticas imunidade contra ações judiciais. Isto significa que se seu filho ou esposa ficar inválido ou morrer por causa da vacina H1N1, você não poderá processar a indústria farmacêutica que fez a vacina!!!

. A entrada no mercado da vacina foi acelerada, o que significa que todos os efeitos colaterais a médio e longo-prazo não são conhecidos!

. Em 1976 o instituto médico afirmou que havia uma situação crítica relativa à gripe suína, quando de fato somente 5 pessoas em todo o país adoeceram com ela. A situação crítica foi uma fraude na época tal como é uma fraude agora. As pessoas começaram a morrer ou ficarem inválidas após tomarem a vacina contra a gripe suína!

. As estatísticas e os fatos estão sendo manipulados para provocar pânico! O número de pessoas que supostamente estão com o H1N1 são somente estimativas, não números reais. Os testes usados para o H1N1 NÃO são aprovados pela FDA (Agência de Drogas e Alimentos dos EUA), e esses testes NÃO são confiáveis! Os poucos que supostamente morreram por causa do H1N1 também estavam com pneumonia ou outras doenças, entretanto, o instituto médico quer que você acredite que o H1N1 foi a única causa dessas mortes.

. De acordo com as declarações dos Centros de Controle de Doenças, Agência de Drogas e Alimentos e da Organização Mundial da Saúde (OMS), o H1N1 é uma doença moderada da qual muitas pessoas se recuperam em uma semana sem medicação!

Espalhe a Informação!


Faça pelo menos dez cópias deste informativo e distribua entre Familiares e Amigos!!!
Assista a videoclips gratuitamente sobre o Logro do H1N1 em:
www.vaccinesaredangerous.com
Um clipe mostra uma mulher que já ficou permanentemente inválida por causa da vacina.

Também encomende: "As Vacinas São Perigosas - Uma Advertência Para a Comunidade Global" por Curtis Cost. É o primeiro e único livro que expõe o Logro da Gripe Suína H1N1!


MAIS INFORMAÇÕES NO SITE TERRA
http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI4069737-EI238,00.html

Vacina contra gripe suína pode causar doença rara
29 de outubro de 2009 • 13h11 Comentários
85Notícia

A vacinação contra a gripe suína (H1N1) pode aumentar o número de casos da Síndrome de Guillain-Barré, que afeta nervos responsáveis pela função motora, impedindo a locomoção, segundo neurologistas. Em nota, o Ministério da Saúde admite que "acompanhará a possível ocorrência da Síndrome de Guillain-Barré associada à vacina da nova gripe, que começou a ser distribuída no Hemisfério Norte".

Segundo o ministério, "no Brasil, a possibilidade de ocorrência da síndrome em virtude da vacina, ainda que esta seja rara, será monitorada em parceria com as secretarias estaduais e municipais".

Professor de neurologia da Universidade Federal Fluminense, o médico Osvaldo Nascimento explica que a ocorrência da síndrome está associada a algumas vacinas. "A vacina modifica o sistema imunológico, que se prepara para combater o vírus. Às vezes, a reação do organismo ataca também o nervo periférico e o paciente apresenta fraqueza nas pernas, que atinge também os braços. E pode afetar ainda a face, provocando paralisia facial. Em casos mais graves, o paciente tem dificuldades para respirar, alterações na pressão e na frequência cardíaca, necessitando de terapia intensiva e suporte respiratório", explica.

Alerta entre especialistas
O médico, que é da Academia Americana de Neurologia, recebeu comunicado da entidade alertando para possível aumento dos casos da síndrome devido à vacinação contra a gripe suína. "A população não deve ficar alarmada porque os casos são raros. Além disso, o problema tem tratamento. O fundamental é identificar a síndrome no início", afirma.

Um dos tratamentos é com imunoglobulina, derivado do sangue que não é produzido no País. Além de caro, o produto não é fabricado na quantidade suficiente para abastecer o mercado mundial.

Em agosto, o governo inglês enviou, em caráter sigiloso, carta aos 600 principais neurologistas do país pedindo alerta para um possível aumento do número de casos da sídrome.

FONTE: efamylynet

Médico fala Sobre Toxicidade da Vacina da Gripe A

Menina mal consegue andar após ter tomado a vacina H1N1

VACINA H1N1 - NAO TOME, PESQUISE ANTES! (OBS:REJEITAMOS AS IDÉIAS REPTELIANAS DE DAVID ICKE)

Entre dois pensamentos.




...ATÉ QUANDO COXEAREIS ENTRE DOIS PENSAMENTOS? SE O SENHOR É DEUS, SEGUÍ-O.
SE BAAL, SEGUÍ-O. PORÉM O POVO NÃO LHE RESPONDEU NADA. II REIS 18:21

Sacrifício de Crianças Moloch 1.2




Bohemian Grove


Publicado por freedominacage.com


O clube Bohemian foi fundado em 1872 com seu quartel general localizado em San Francisco. Todo verão em julho seus membros comparecem a um “acampamento” localizado em Monte Rio, Califórnia. Conhecido como Bohemian Grove. No Grove, dentro da floresta, nossos líderes mundiais comparecem a rituais ocultistas e se engajam em comportamentos bizarros, possivelmente incluindo travestismo e homossexualidade, mulheres não são permitidas no Grove. A mais bem conhecida dessas cerimônias é a “cremation of care” (A cremation of care é uma produção teatral escrita, produzida e representada por e para os membros do Bohemian Club, e encenada no Bohemian Grove). Evidentemente, durante o cremation of care os membros apresentam uma imitação do sacrifício de uma criança a uma estátua de 12 metros de uma coruja queimando o corpo. A estátua da coruja é Moloque, um deus ou rei. A própria palavra moloque está associada com fogo e sacrifício.


- Ex-presidente Bill Clinton a um importuno

“O Bohemian Club! Você disse Bohemian Club? É onde todos aqueles republicanos ricos se levantam e ficam pelados contra as sequóias certo? Eu nunca estive no Bohemian Club, mas você devia ir. Seria bom para você. Você teria algum ar fresco. ”- Presidente Richard M. Nixon nas fitas de Watergate, membro do Bohemian Club desde 1953.

“O Bohemian Grove, que eu frequento de vez em quando, os orientais e os outros vão lá - mas é a coisa mais danada de efeminado que você poderia imaginar essa multidão de San Francisco que vai lá; é horrível! Quero dizer, eu não apertaria a mão de ninguém de San Francisco.”


-Presidente Richard Nixon, Memórias (1978)

“Se eu fosse escolher o discurso que me deu mais prazer e satisfação em minha carreira política, seria meu discurso na beira do lago no Bohemian Grove em julho de 1967. Por que esse discurso tradicionalmente foi confidencial, não recebeu publicidade na época. Mas de muitas maneiras importantes ele marcou a primeira etapa na minha caminhada para a presidência.”


Alex Jones, anfitrião de um programa de entrevistas no rádio fez um documentário baseado em uma filmagem de vídeo que ele capturou quando se infiltrou no Bohemian Grove. Alex Jones vangloria-se de que ele foi o primeiro a se infiltrar com sucesso no Grove e capturar um vídeo de lá, mas com um pouco de pesquisa podem ser achados outros que afirmam terem estado dentro do grove e revelaram suas experiências lá, contudo, parece que o único vídeo disponível é o de Alex Jones. O vídeo é Alex’s Jones Dark Secrets: Inside Bohemian Grove, que pode ser baixado ou assistido na internet.


Os membros do Bohemian Club incluem presidentes, funcionários do governo, funcionários de corporações, a elite global em altas posições de autoridade e influência do mundo todo. Sob a Lei Logan, é um crime cidadãos não autorizados se reunirem em particular com governos estrangeiros, na Califórnia isso acontece todo ano, tudo que acontece lá é mantido secreto. A mídia não relata isso porque os executivos da grande mídia estão provavelmente lá travestidos e correndo ao redor bêbados urinando em árvores entre sacrifícios de crianças a um deus antigo junto com nosso presidente, vice-presidente e o secretário de defesa. Estas são as pessoas que tomam as decisões que afetam as vidas de todos nós, aqueles que decidem quando vamos a guerra, administram nosso sistema de saúde, e gradualmente nos esvaziam de nossos direitos. Eles se reúnem todos os anos em um ambiente relaxado e sem preocupação social. É inevitável que esse ambiente encoraje seus membros a vir a concordar em questões concernentes a políticas que afetam nossas vidas diárias. Se há um lugar para descobrir evidências de que o mundo é principalmente controlado por uns poucos homens poderosos e que conspiram para a Nova Ordem Mundial, então esse definitivamente seria no Bohemian Grove. É surpreendente o impacto que uma simples viagem para o Bohemian Grove pode ter na carreira de um membro seu, evidencia que nossas eleições livres não são absolutamente livres.


George H.W. Bush foi membro, e assim também foram seus dois filhos George W. Bush e Jeb Bush. Eles também foram membros da sociedade secreta Skull and Bones (caveira e ossos) em Yale. Henry Kissinger é um membro de longa data, desde seus dias de juventude ele tem estado com os Rockefellers que também tomam parte nos rituais ocultos no grove. O Príncipe Charles da Inglaterra esteve lá, bem como Reagan e “dick vigarista” Nixon. A esposa de Reagan costumava fazer a programação para ele baseada na astrologia, Nixon era abominável por frequentemente levantar seus braços fazendo o sinal de Tuphon, o destruidor, uma figura mágica da religião do Egito antigo. Bill Clinton compareceu em 1991, e se tornou presidente em 1992. Gerald Ford, Donald Rumsfeld, Herbert Hoover, Colin Powell, Newt Gingrich, e Danny Glover como também muitos executivos de grandes corporações e representantes de um grande número de universidades de todo o país tem membros ou tem comparecido. Howard Taft, presidente de 1909 a 1913 comparecia, e Alan Greenspan, foi visto deixando o Bohemian Grove um mês antes de se tornar presidente do Federal Reserve. Muitos, se não todos estes nomes são membros dos grupos da Távola redonda tais como o grupo Bilderberg, o Conselho de Relações Exteriores e da Comissão Trilateral.


Uma outra personalidade importante do mundo das teorias da conspiração é Henry Kissinger. A carreira de Kissinger inclui, entre outras coisas, o recrutamento de nazistas para serem usados pela CIA, estabelecendo ligações próximas com os sauditas, obtendo a exportação do petróleo deles, tornou-se diretor de estudos de armas nucleares e política exterior do Conselho de Relações Exteriores, e afirmando publicamente do andar da bolsa de valores de Nova York que Obama seria o arquiteto da Nova Ordem Mundial. Kissinger tem por longo tempo estado junto com os Rockefellers, que são todos membros do CFR e muito provavelmente comparecem ao Bohemian Grove.


Sabe-se que Bill Clinton esteve no Bohemian Grove apenas uma vez, em 1991, e tornou-se presidente em 1992. Ele nega ter estado lá alguma vez, mas todos nós sabemos que ele mentiu sob juramento a respeito de Monica Lewinsky. Clinton é membro da Comissão Trilateral e do Conselho de Relações Exteriores que são parte da Távola Redonda. A Távola Redonda que inclui o Grupo Bilderberg, a Comissão Trilateral e o Conselho de Relações Exteriores, foi fundada por Cecil Rhodes que também fundou o Rhodes Scholarship. Clinton coincidentemente foi um Rhodes Scholar e sua esposa Hillary Clinton comparece as secretamente mantidas e bem guardadas reuniões Bilderberg.


Então por que nossos líderes mundiais estão envolvidos com atividades ocultas? Há uma religião de mistérios que eles estão praticando que o resto de nós não é bom o suficiente para saber a respeito dela? É bem conhecido pelos estudiosos que toda religião convencional tem muitos paralelos com alguma outra, e assim você tem o oculto, que também parece ter muitas semelhanças com a maioria das religiões, se você cavar fundo o suficiente. O atributo da crucificação, três dias morto e então ressurreto pode ser encontrado em muitas religiões tão antigas quanto os antigos egípcios com a estória de Ísis e Osíris. Antes do cristianismo, o paganismo era a religião dominante na Europa. Muitas igrejas cristãs na Europa foram construídas em cima dos locais de igrejas pagãs mais antigas, e mesmo algumas igrejas pagãs foram convertidas para o uso da nova religião. Qualquer um que se recusasse a se converter para a nova religião e continuasse a praticar o paganismo era intencionalmente e irremediavelmente rotulado de satanista, ou adorador do diabo, pelos cristãos e isolados ou perseguidos e mortos.


Se toda religião que conhecemos vem de uma versão mais antiga, pode ser que se alguém voltasse longe o bastante até a religião original, a verdade literal pudesse ser descoberta. Talvez nossos líderes mundiais, ou os governantes secretos do mundo, estejam cientes dessa verdade e tenham mantido em segredo do grande público por séculos. Ou, talvez a religião de mistérios sendo praticada no Bohemian Grove não é nada a não ser outra estória da imaginação de alguém há muito tempo atrás. Mas, de qualquer jeito, a questão permanece: É essa religião de mistérios que motiva a corrupção no governo e o desejo de trazer a tona à Nova Ordem Mundial?


Hitler também era intensamente envolvido no ocultismo como membro da Sociedade do Thule e também expressou seu desejo de criar a Nova Ordem Mundial. A própria suástica é um símbolo oculto representando o sol. É amplamente usada no Hinduísmo e pode ser encontrada em muitas civilizações antigas incluindo a egípcia e a suméria. Na queda dos nazistas a operação Paperclip, com a qual Henry Kissinger esteve envolvido, estava ajudando muitos oficiais nazistas a escaparem do julgamento ou da morte contrabandeando-os para a África do Sul, América do Sul, e Estados Unidos entre outros lugares.


A palavra “oculto” é traduzida significando “obscuro” ou “escondido”. Muitos acreditam que é a verdade escondida sobre quem nós somos, do que o homem é realmente capaz, e de onde viemos. Poderia ser que o oculto seja a antiga religião que sobreviveu dezenas de milhares de anos, seus ensinamentos sendo passados através de unas poucas linhagens sanguineas que estão todas intimamente relacionadas devido a cruzamentos entre si. As linhagens sanguineas, algumas vezes referidas como as 13 linhagens Illuminati, são mantidas puras, seu poder mantido dentro delas, e seus segredos fortemente guardados. Os ensinamentos secretos das eras têm sido obscurecidos por alegorias, códigos, e símbolos e encontrados na religião convencional, mas não reconhecidos como tais por aqueles que não estão dentro desta elite global, ou iniciados. A verdade está escondida de nós, é passada através das gerações pelas sociedades secretas, é obscurecida do resto pela religião convencional, e isso é usado contra as massas como outro sistema de controle.

Fonte: http://www.freedominacage.com


Nota: Os encontros da elite econômica e política mundial no Bohemian Club são um fato amplamente sabido, e que eles praticam uma religião de mistério não é novidade, mas dizer que essa religião ou culto satânico pode ser a religião original que está escondida dos não iniciados e comparar os símbolos da religião convencional (o cristianismo) como uma imagem dessa religião original só demonstra falta de conhecimento da história das religiões, no link que segue está um excelente artigo sobre esse assunto. http://www.apologia.com.br/?p=67#more-67

CITAÇÃO: ADMIRÁVEL MUNDO NOVO
OBS: Não endossamos a totalidade das idéias do apresentador Rubens, embora tenham um considerável fundo de verdade que merece crédito. Administrador do Blog.
OBS: N

Um momento Histórico em minha vida pessoa.

Amados (as), paz. Passei as últimas três semanas muito preocupado com as coisas que descobri, e senti direção de Deus de compartilhar. Fiz neste texto a sínteze de muitos vídeos e textos muitos dos quais estavam em espanhol e inglês. Mas, não se contente com eles, pesquise mais, coloque esse link no youtube e aparecerá 11 vídeos, dos melhores que falam dos Maçonaria Iluminati, o outro link fala do projeto haarp em 5 partes. Deus te abençoe e alerte aos outros. Baixe quantos vídeos você puder pois, eles podem não permanecerem por muito tempo na internet, serão confiscados.


Illuminati - A verdade / The truth about the Illuminati (11 partes)
History Channel - Guerra climatica (HAARP) 5 Partes

History Channel - Guerra climatica (HAARP) Parte5



HAARP: Vandalismo de ALta Freqüência nos Céus
Por Polisolvente 10/09/2004 às 18:43


(Resenha do livro Angels Don?t Play This HAARP, por Dr. Nick Begich e Jeane Manning)


Technonet, a forma de protesto dos anos 90: fazer piquetes nas estradas de informação. Por exemplo, um grupo de homens e mulheres, que vem crescendo rapidamente em todo o mundo, está usando a Internet (introduzida pelos militares norte-americanos para transferência e troca de informações que nunca eram interceptadas) para chamar atenção para um questionável projeto militar no Alasca. Esse pessoal adepto da Internet, de correios eletrônicos e do fax está abrindo buracos no muro de segredos do Departamento de Defesa dos Estados Unidos utilizando o próprio sistema do governo.

A parte impressa do protesto se iniciou quando Dennis Specht, ativista antinuclear que na época morava no Alasca, enviou uma notícia para a Nexus sobre o tema HAARP -sigla em inglês para Programa de Pesquisa Auroral Ativo de Alta Freqüência. Naquela época, um ativista político e pesquisador científico alasquiano de Anchorage, Nick Begich, entrou em contato, via Internet, com Patrick e Gael Crystal Flanagan, autodescritos como "tecnomonges" moradores de Sedona, Arizona, que lhe disseram para checar naquela revista australiana. Begich ficou surpreso ao ver uma notícia de sua cidade natal em Nexus e imediatamente foi à biblioteca local paradesencavar os documentos citados no artigo.

Essa pesquisa conduziu à elaboração de artigos e ao livro Angels Don't Play This HAARP: Advances in Tesla Tecnology (Os Anjos Não Tocam Esta HAARP: Avanços na Tecnologia de Tesla), com 230 páginas de informações detalhadas sobre esse projeto que interfere no ambiente terrestre. Este artigo apresentará apenas os pontos de maior interesse. Apesar da quantidade de pesquisas (350 notas de rodapé), no fundo trata-se de uma história sobre pessoas comuns que assumiram em desafio extraordinário.


O HAARP COZINHA A ATMOSFERA SUPERIOR

O HAARP ataca a atmosfera superior com um raio eletromagnético concentrado e passível de ser controlado. Trata-se de um modelo avançado de um ?aquecedor ionosférico.? (A ionosfera é a esfera eletricamente carregada que circunda a atmosfera superior da Terra. Eleva-se a cerca de 64 a 700 km da superfície da Terra).

Em termos simples, a aparelhagem do HAARP é uma inversão de um rádio telescópio: antenas enviam sinais em vez de recebê-los. O HAARP constitui a série de testes que têm por objetivo desenvolver uma tecnologia de ondas de rádio super-poderosa que eleva áreas da ionosfera concentrando um raio e aquecendo essas áreas. As ondas eletromagnéticas então voltam para a Terra e penetram em tudo - vivo e morto.

A publicidade do HAARP passa a impressão de que Projeto de Pesquisa Auroral Ativo de Alta Freqüência constitui principalmente um projeto acadêmico, com o objetivo de modificar a ionosfera para melhorar as comunicações para nosso próprio bem. Contudo, outros documentos militares dos Estados Unidos são mais claros: o HAARP visa aprender a "explorar a ionosfera tendo em vista as finalidades do Departamento de Defesa." A comunicação com submarinos é apenas uma dessas finalidades.

Informações encaminhadas à imprensa e outras informações dadas pelos militares sobre o HAARP constantemente minimizam o que ele poderia fazer. Documentos publicitários insistem que o projeto HAARP não é diferente de outros aquecedores da ionosferera que estão operando com segurança em todo o mundo em lugares como Arecibo, em Porto Rico; Tromso, na Noruega; e locais na ex-União Soviética. No entanto, um documento de 1990 do governo sugere que o ataque do potencial de freqüência de rádio (fr) levará a ionosfera a apresentar atividades não naturais: "Nos potenciais de alta freqüência mais elevados disponíveis no Ocidente, as instabilidades normalmente estudadas estão se aproximando de sua máxima capacidade de dissipação de energia de fr, além da qual os processos plasmálicos 'resvalarão' até que seja atingido o próximo fator limitante."

Caso os militares, em cooperação com a Universidade do Alasca, em Fairbanks, consigam demonstrar que essa nova tecnologia "Guerra nas Estrelas" terrestre é segura, os dois saem ganhando. Os militares podem dispor de um escudo de defesa relativamente barato e a universidade pode se gabar da manipulação geofísica mais surpreendente desde as explosões atmosféricas de bombas nucleares. Depois de testes bem-sucedidos, eles conseguiriam os megaprojetos militares do futuro, além de imensos mercados para o gás natural de North Slope, no Alasca.

Ao observarmos os outros inventos patenteados baseados no trabalho do físico texano Bernard Eastlund, fica óbvio o uso que os militares pretendem dar ao transmissor HAARP. Também tornam-se menos dignas de crédito as negativas do governo. Os militares sabem como tencionam utilizar essa tecnologia, e deixaram sua intenção clara em seus documentos. Eles deliberadamente enganaram o público por meio de sofistiçados jogos de palavras, artifícios e absoluta desinformação.

Os militares dizem que o sistema HAARP poderia:

1) Fornecer aos militares uma ferramenta para substítuir o efeito de pulsação eletromagnética dos aparelhos termonucleares atmosféricos (pelo menos até 1986, eram considerados uma opção viável);

2) Substituir o gigantesco sistema de çomunicação submarina de Freqüência Extremamente Baixa em operação em Míchigan e Wiscosin por uma tecnologia mais nova e completa;

3) Ser usado para substituir o sistema de radar além-do-horizonte, antes planejado para se situar na localização atual do HAARP, por um sistema mais flexível e preciso;

4) Proporcionar uma maneira de eliminar as comunicações sobre uma área extremamente grande, e ao mesmo tempo manter os próprios sistemas de comunicações milítares em funcionamento;

5) Fornecer uma tomografia de penetração da Terra em uma grande área que, caso combinada com a capacidade de processamento dos computadores EMASS e Cray, tornaria possível investigar vários signatários de acordos de não proliferação nuclear e de paz;

6) Ser uma ferramenta na sondagem geofísica para prospecção de jazidas de petróleo, gás e minérios sobre uma grande área; e

7) Ser usado para detectar aviões e mísseis de baixo nível que estejam se aproximando à alta velocidade, tornando obsoletas outras tecnologias.

As capacidades descritas acima parecem ser uma boa idéia para todos os que acreditam numa sólida defesa nacional e para os que estão apreensivos com o corte de gastos. Contudo, os possíveis usos não explicados pelos relatórios HAARP, e que podem ser encontrados apenas nos relatórios da Força Aérea, do Exército, da Marinha e de outros órgãos federais dos Estados Unidos, são alarmantes. Além disso, os efeitos da utilização imprudente desses níveis de potência em nosso escudo natural - a ionosfera - poderiam ser catastróficos, segundo alguns cientistas.

Uma alasquiana diz isso sem rodeios. Clare Zickuhr, uma das fundadoras do movimento NO HAARP (Não ao HAARP), afirma: "Os militares vão dar um grande pontapé na ionosfera para ver o que acontece."

Os militares não disseram ao público que não sabem exatamente o que acontecerá, mas um artigo científico de Penn State se vangloria dessa incerteza. Ciência de macho? O projeto HAARP utiliza os níveis mais altos de energia com os quais já se brincou, aquilo que Begich e Manning chamam "os garotões com seus brinquedos novos." Trata-se de um experimento no céu, e os experimentos são conduzidos. para se descobrir algo ainda desconhecido. Cientistas independentes disseram a Begich e Mannlng que um "arrasa-céu" do tipo HAARP com seus efeitos imprevistos poderia ser um ato de vandalismo global.


A HISTÓRIA DO HAARP

As patentes descritas a seguir formavam o pacote de idéias originalmente controladas por ARCO Power Technologies lncorporated (APTI), subsidiária de Atlantic Richfield Company, uma das maiores companhias de petróleo do mundo. AAPTI foi a empreiteira que construiu as instalações do HAARP. A ARCO vendeu sua subsidiária, as patentes e o contrato da segunda fase de construção para E-Systems em junho de 1994.

A E-Systems é uma das maiores empreiteiras de serviços de inteligência do mundo, prestando serviços para a CIA, organizações de inteligência de defesa e outras. Dezoito bilhões de dólares de sua receita se devem a essas organizações, com $800 milhões de projetos negros-projetos tão secretos que nem mesmo o congresso do Estados Unidos é informado sobre como o dinheiro está sendo gasto.

A E-Systems foi comprada pela Raytheon, uma das maiores empreiteiras de sistemas de defesa do mundo. Em 1994, a Raytheon aparecia em 42° lugar na relação das 500 empresas da revista Fortune. A Raytheon possui milhares de patentes, algumas das quais serão valiosas para o projeto HAARP. Doze patentes constituem a espinha dorsal do HAARP, e estão, agora entre milhares de outras patentes mantidas no nome da Raytheon.

A patente americana número 4.686.605 de Bernard J. Eastlund, "Método e Aparelhagem para Alteração de uma Região da Atmosfera, Ionosfera e/ou Magnetosfera da Terra," ficou lacrada durante um ano por uma ordem governamental de sigilo. O aquecedor ionosférico de Eastlund era diferente: a irradiação de freqüência de rádio (fr) era concentrada e focalizada em um ponto da ionosfera. Essa diferença lança uma quantidade sem precedente de energia na ionosfera. O aparelho de Eastlund permitiria uma concentração de um watt por centímetro cúbico, em comparação com outros aparelhos com capacidade de liberação de apenas um milionésimo de watt.

Essa enorme diferença poderia produzir a elevação e modificação da ionosfera necessárias para se criar os efeitos futuristas descritos na carta-patente. Segundo a carta-patente, o trabalho de Nikola Tesla no início dos anos de 1900 formou a base da pesquisa.

Qual seria o valor dessa tecnologia para a ARCO, proprietária das patentes? A empresa poderia ter obtido lucros enormes irradiando a força elétrica, sem fios, a partir de uma usina elétrica nos campos de gás para o consumidor.

Durante certo tempo, os pesquisadores do HAARP não conseguiram provar que esse fosse um dos futuros usos do sistema. Em abril de 1995, contudo, Begich descobriu outras patentes relacionadas a uma lista de "pessoal-chave" para a APTI. Algumas dessas novas patentes da APTI constituíam, de fato, um sistema sem fios para transmissão de energia elétrica.




A patente de Eastlund dizia que a tecnologia pode confundir ou destruir completamente os sofisticados sistemas de orientação de aviões e mísseis. Além disso, essa capacidade de difundir ondas magnéticas de freqüências variáveis em grandes áreas da Terra - e de controlar mudanças nessas ondas - torna possível a desativação das comunicações em terra ou no mar, bem como no ar. A carta-patente dizia:

"Dessa maneira, esta invenção proporciona a capacidade de introduzir quantidades inéditas de energia na atmosfera da Terra em locais estratégicos e de manter o nível de injeção de energia, em particular se houver o emprego de pulsação aleatória, de forma bem mais precisa e mais bem controlada do que a conseguida até agora pela tecnologia anterior, em especial pela detonação de artefatos nucleares de várias potências em várias altitudes...

"É possível não só interferir nas comunicações de terceiros como também aproveitar uma ou mais irradiações para estabelecer uma rede de comunicações, embora o restante das comunicações do mundo estejam interrompidas. Em outras palavras, o que é utilizado para destruir as comunicações dos outros pode ser empregado ao mesmo tempo, por um conhecedor dessa invenção, como uma rede de comunicações...

"Grandes regiões da atmosfera poderiam ser erguidas a altitudes inesperadamente elevadas, de modo que os mísseis se deparassem com f'orças de atração repentinas e imprevistas com sua conseqüente destruição...

"É possível modificar o clima. Por exemplo, alternando-se os padrões de ventos da atmosfera superior, por meio da construção de uma ou mais formações de partículas atmosféricas que atuarão como uma lente ou aparelho focalizador... Podem ocorrer modificações moleculares da atmosfera, de modo que efeitos ambientais positivos possam ser alcançados. Além de realmente modificar a composição molecular de uma região atmosférica, uma molécula ou moléculas em particular podem ser selecionadas para ter uma predominância cada vez maior. Por exemplo, as concentrações atmosféricas de ozônio, nitrogênio e outros gases poderiam ser artificialmente aumentadas..."

Begich descobriu outras onze patentes da ATPI. Elas diziam como realizar "Explosões de Proporções Nucleares sem Radiação," construir sistemas de irradiação de energia, radares além-do-horizonte, sistemas de detecção de mísseis com ogivas nucleares, pulsações eletromagnéticas previamente produzidas por armas termonucleares e outros truques de "Guerra nas Estrelas." Esse grupo de patentes é o sustentáculo do sistema de armas do HAARP.


MANIPULAÇÃO MENTAL

Pesquisas relacionadas a esse assunto realizadas por Begich e Manning desvendaram esquemas bizarros. Por exemplo, documentos da Força Aérea dos Estados Unidos revelaram que fora desenvolvido um sistema de manipulação e destruição dos processos mentais humanos por meio da irradiação de freqüência oscilante de rádio (a matéria-prima do HAARP) sobre extensas áreas geográficas.

O material mais impressionante sobre essa tecnologia procedia de textos escritos por Zbigniew Brzezinski (conselheiro de Segurança Nacional do presidente Carter) e por J.F. MacDonald (conselheiro científico do presidente Johnson e professor de geofísica na UCLA -Universidade da Califórnia), sobre o uso de transmissões de irradiações de energia em operações de guerra geofísica e ambiental. Os documentos mostraram como esses efeitos podem ser provocados e os efeitos negativos na saúde e no raciocínio humanos.

As possibilidades de o HAARP causar destruição mental são muito preocupantes. Mais de 40 páginas do livro, com dúzias de notas de rodapé, relatam o trabalho de professores da Universidade de Harvard, de projetistas militares e cientistas planejando e testando essa utilização da tecnologia eletromagnética. Por exemplo, um dos trabalhos que descrevia essa utilização era proveniente da Cruz Vermelha Internacional de Genebra. O trabalho fornecia até as variações de freqüência em que esses efeitos poderiam ocorrer - as mesmas variações que o HAARP tem capacidade de irradiar.

A afirmação a seguir foi feita há mais de 25 anos num livro escrito por Brzezinski quando era professor na Universidade de Columbia: "Os estrategistas políticos estão tentados a explorar a pesquisa do cérebro e do comportamento humano. O geofísico Gordon J .E. MacDonald - especialista em questões relacionadas à guerra - diz que batidas eletrônicas precisamente ritmadas e artificialmente ativadas poderiam levar a um padrão de oscilações que produz níveis relativamente altos de energia sobre certas regiões da Terra... Dessa maneira, seria possível desenvolver um sistema que prejudicaria seriamente o desempenho cerebral de populações muito grandes em regiões selecionadas em um período prolongado de tempo...' Não importa o quão perturbadora, para certas pessoas, seja a noção de se usar o ambiente para manipular o comportamento e assim obter vantagens para o país, é bem provável que a tecnologia que vai tornar possível tal uso se desenvolva nas próximas décadas."

Em 1966, MacDonald era membro da Comissão Consultiva Científica da Presidência da República e mais tarde foi membro do Conselho da Qualidade Ambiental da Presidência. Ele publicou trabalhos sobre o uso de tecnologias de controle ambiental para fins militares. O comentário mais importante feito por ele na qualidade de geofísico foi: A chave para as operações de guerra geofísica e a identificação de instabilidades ambientais nas quais a adição de pequena quantidade de energia liberaria quantidades muito maiores de energia."

Se os geofísicos do passado previram os avanços da atualidade, será que os administradores do projeto HAARP estão produzindo essa visão? Os geofísicos reconheceram que a adição de energia ao caldo ambiental poderia provocar extensos efeitos. Contudo, a espécie humana já acrescentou quantidades substanciais de energia eletromagnética ao nosso ambiente sem pensar em que quantidade poderia constituir a massa crítica. O livro de Begich e Manning propõe questões. Essas adições não tiveram efeito. ou existe uma quantidade cumulativa que, se ultrapassada, pode provocar danos irreparáveis? O HAARP representa outro passo numa jornada sem volta? Estamos prestes a nos envolver em outro experimento de energia que liberta outra legião de demônios da caixa de Pandora?

Já em 1970, Zbigniew Brzezinski previu o surgimento gradual de uma "sociedade mais controlada e orientada," ligada à tecnologia. Essa sociedade seria dominada por um grupo de elite capaz de impressionar os eleitores com um conhecimento científico supostalmente superior. Angels Don?t Play This HAARP faz citações de Brzezinski:

"Liberta das restrições dos valores liberais tradicionais, essa elite não hesitaria, para atingir seus objetivos políticos, em usar as mais recentes técnicas modernas para influenciar o comportamento do público e manter a sociedade sob rígida vigilância e controle. O impulso técnico e científico então se alimentaria da situação que ele mesmo explora."

Suas previsões se mostraram corretas. Hoje, estão surgindo inúmeras novas ferramentas para a ?elite,? a tentação de usá-las aumenta constantemente. As políticas que tornam possível a utilização das ferramentas que já estão prontas. Como os Estados Unidos poderiam ser transformados, pouco a pouco, na tecnosociedade altamente controlada profetizada? Entre os "degraus" que levam a esse estado, Brzezinski previu as crises sociais persistentes e o uso das comunicações de massa para ganhar a confiança do público.

Em outro documento elaborado pelo governo, a Força Aérea dos Estados Unidos afirma: "As aplicações potenciais de campos eletromagnéticos artificiais são bem abrangentes, podendo ser usados em muitas situações militares ou semelhantes...Alguns desses usos potenciais incluem lidar com grupos terroristas, controle de multidões, controle de falhas de segurunça em instalações militares e técnicas antipessoais em operações táticas de guerra.. Em todos esses casos os sistemas eletromagnéticos (EM) seriam empregados para produzir perturbação psicológica desde branda até grave ou distorção da percepção ou desorientação. Além disso, a capacidade de os indivíduos exercerem suas funções poderia ser diminuída a tal ponto que eles ficariam inutilizados para combate. Outra vantagem dos sistemas eletromagnéticos é que um único sistema pode proporcionar cobertura sobre grandes áreas. Eles são silenciosos, e pode ser difícil desenvolver contramedidas para combatê-los...Uma última área em que a irradiação eletromagnética pode mostrar certo valor é no aumento das capacidades de indivíduos para fenômenos anômalos."

Esses comentários sugerem que já existem casos desenvolvidos em certo grau? O autor do relatório do governo se refere a um documento anterior da Força Aérea sobre os usos da irradiação de rádio-freqüência em simulações de combate. (Aqui Begich e Manning observam que o HAARP é o maior e mais versátil transmissor de rádio-freqüência do mundo).

O Relatório Parlamentar dos Estados Unidos ocupa-se do uso do HAARP para penetração na Terra com sinais lançados da ionosfera. Esses sinais são usados para observar o interior do planeta a uma profundidade de muitos quilômetros para localizar depósitos de munições, minerais e túneis subterrâneos. Para 1996, o Senado dos Estados Unidos reservou US$15 milhões para desenvolver somente este poder: tomografia de penetração da Terra.

O problema é que a freqüência necessária para radiações que penetrem na Terra encontra-se nos limites de freqüência mais citados por provocar a perturbação das funções mentais humanas. Pode também apresentar profundos efeitos em padrões de migração de peixes e animais selvagens que contam com um campo de energia calmo para encontrar suas rotas.

Como se não bastassem as pulsações eletromagnéticas nos céus e a pertubação mental, Eastlund se gabava que o aquecedor ionosférico superpoderoso podia controlar o clima.




Begich e Manning revelaram documentos governamentais que indicam que os militares possuem tecnologia de controle do clima. Quando o HAARP for finalmente posto a funcionar em potência máxima, poderá criar efeitos climáticos sobre hemisférios inteiros.

Caso um governo faça experiências com os padrões de clima do mundo, o que for feito em um lugar terá impacto em todos os habitantes do planeta. Angels Don't Play This HAARP explica um princípio por trás de algumas das invenções de Nikola Tesla - a ressonância - que afeta os sistemas planetários.


BOLHA DE PARTÍULAS ELÉTRICAS

Angels Don't Play This HAARP inclui entrevistas com cientistas independentes como Elizabeth Rauscher. A doutora Rauscher tem uma longa e impressionante carreira em física de alta energia, bem como trabalhos publicados em periódicos e livros científicos de prestígio. Rauscher comentou a propósito do HAARP: "Vocês estão bombeando uma energia tremenda para o interior de uma configuração molecular extremamente delicada, composta por essas camadas múltiplas que chamamos de ionosfera".

A ionosfera é propensa a reações catalíticas, explicou ela: se uma pequena parte for modificada, pode ocorrer uma grande alteração no sistema. Ao descrever a ionosfera como um sistema delicadamente equilibrado, a Dra. Rauscher partilhou sua imagem mental dela: uma esfera semelhante a uma bolha de sabão circundando a atmosfera da Terra, com movimentos circulares sobre a superifície da bolha. Caso ocorra uma perfuração muito grande na bolha, a Dra. Rauscher prevê que ela pode estourar.


FATIANDO A IONOSFERA

O físico Dr. Daniel Winter de Waynesville, Carolina do Norte, diz que as emissões de alta freqüência do HAARP podem se combinar com pulsações de ondas longas (de freqüência extremamente baixa ou FEB) utilizadas pela malha da Terra para distribuir informações na forma de vibrações para harmonizar o bailado da vida na biosfera. Daniel denomina essa ação geomagnética "a corrente sangüínea de informações da Terra" e diz ser provável que essa combinação das alta freqüências do HAARP com as FEB possam causar efeitos colaterais imprevistos e desconhecidos.

David Yarrow de Albany, Nova York, é pesquisador com experiência em eletrônica. Ele descreveu possíveis interações das radiações do HAARP com a ionosfera e a malha magnética da Terra: "O HAARP não queimará 'buracos' na ionosfera. Isso é uma atenuação perigosa do que o gigantesco raio de gigawatt do HAARP fará. A Terra gira em relação a finos envoltórios elétricos da membrana de múltiplas camadas da ionosfera que absorvem e protegem a superfície da Terra da radiação solar intensa, inclusive das tempestades de partículas carregadas dos ventos solares provenientes do Sol. O giro axial da Terra indica que o HAARP - numa emissão que dure alguns minutos - cortará a ionosfera como uma faca de microondas. Isso não produz um buraco e sim um corte longo - uma incisão."





CORDAS MAL TOCADAS

"Segundo conceito: à medida que a Terra girar, o HAARP cortará o fluxo magnético...uma bobina de cordas magnéticas em forma de rosquinha - como os meridianos de longitude [nos mapas]. O HAARP talvez não "corte" essas cordas no manto magnético de Gaia, mas fará pulsar cada corda com altas freqüências estridentes e desarmônicas. Esses impulsos barulhentos farão vibrar linhas de fluxo geomagnético, enviando vibrações por toda a teia geomagnética.

"Vem à mente a imagem de uma aranha em sua teia. Um inseto pousa, e as vibrações da teia alertam a aranha sobre uma possível presa. O HAARP será uma cutucada de microondas, feita pelo homem, na teia, no mínimo emitindo sinais desorientadores, se não rasgar buracos nas cordas.

"Os efeitos dessa interferência com as sinfonias da harpa geomagnética de Gaia são desconhecidos e, desconfio, muito pouco considerados, se o forem. Mesmo que sejam considerados, a intenção [do HAARP] é aprender a explorar quaisquer efeitos, e não tocar em harmonia com as sinfonias globais."


TERRA FEBRIL

Entre outros pesquisadores, encontra-se Paul Schaefer, de Kansas City. É diplomado em engenharia elétrica e passou quatro anos construindo armas nucleares. Diz ele: "Mas a maioria das teorias nas quais os cientistas nos ensinaram a acreditar parecem estar desmoronando."

Schaefer fala dos desequilíbrios já provocados pela era industrial e atômica, em especial pela irradiação de grande número de partículas minúsculas de alta velocidade "parecidas com diminutos piões girando" em nosso ambiente. O nível artificial de movimento de partículas altamente energéticas na atmosfera e em cinturões de radiação que circundam a Terra é o vilão das perturbações do clima, de acordo com o modelo que descreve uma Terra descarregando seu acúmulo de calor, aliviando a tensão e readquirindo uma condição de equilíbrio por intermédio de terremotos e atividades vulcânicas: "Pode-se comparar o estado energético anormal da Terra e de sua atmosfera à bateria de um carro que ficou sobrecarregada com o fluxo normal de energia comprimida, tendo como resultado locais aquecidos, formação de arcos elétricos, fissuras físicas e turbulência geral, à medida que a energia encurralada tenta encontra um lugar para ir." Numa segunda analogia, Schaefer diz: "A menos que desejemos a morte de nosso planeta, devemos parar com a produção de partículas instáveis que estão gerando a febre da Terra. Uma primeira prioridade para impedir essa tragédia seria fechar todas as usinas nucleares e interromper os testes com armas, artefatos eletrônicos de guerra e o "Guerra nas Estrelas."

Enquanto isso, os militares constróem o seu maior aquecedor ionosférico de todos os tempos, com a intenção deliberada de criar mais instabilidade numa enorme camada de plasma - a ionosfera - e acelerar o nível de energia de partículas carregadas.


CHUVA ELETRÔNICA CAINDO DO CÉU

Os militares publicaram trabalhos sobre a precipitação de elétrons da magnetosfera (os cinturões externos de partículas carregadas que flutuam em direção aos pólos magnéticos da Terra) causada por ondas eletromagnéticas de freqüência muito baixa produzidas pelo homem."Essas partículas precipitadas podem produzir ionização secundária, emitir raios X e causar perturbações na ionosfera inferior."

Dois cientistas da Universidade de Stanford, estudiosos de radiações, apresentam provas do que a tecnologia pode fazer para afetar o céu ao produzir ondas na Terra. Eles mostraram que freqüências de rádio muito baixas podem fazer vibrar a magnetosfera e fazer com que partículas de alta energia caiam em forma de cascata na atmosfera de Terra. Ao ligar ou desligar o sinal, eles conseguiram interromper o fluxo de partículas energéticas.


CONTROLE DO CLIMA

Avalanches de energia desalojadas por tais ondas de rádio poderiam nos atingir com violência. O trabalho [dos pesquisadores de Stanford] sugere que técnicos poderiam controlar o clima mundial emitindo "sinais" relativamente breves para o cinturão de Van Allen (anéis de radiação ao redor da Terra). Assim, os efeitos da ressonância de Tesla podem controlar energias enormes por meio de minúsculos sinais ativadores. O livro de Begich e Manning pergunta se esse conhecimento será usado por cientistas interessados na guerra ou por cientistas interessados na biosfera.

Os militares tiveram cerca de 20 anos para trabalhar em métodos de operações de guerra ligados ao clima, que chamam eufemisticamente de modificação climática. Por exemplo, a tecnologia de produção de chuvas foi testada algumas vezes no Vietnã. O Departamento de Defesa dos Estados Unidos pôs em prática estudos de manipulação de raios e furacões no Project Skyfire (Projeto Fogo do Céu) e no Project Stormfury (Projeto Fúria da Tempestade). Também examinaram algumas tecnologias complexas que produziriam grandes efeitos. Angels Don't Play This HAARP cita um especialista que diz que os militares estudaram tanto raios laser como substâncias químicas que, segundo seus cálculos, poderiam causar danos à camada de ozônio sobre uma área inimiga.

Analisar formas de provocar terremotos, bem como de detectá-los, era parte do projeto chamado Prime Argus, há várias décadas. As verbas para esse projeto vinham do Departamento de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (sigla em inglês DARPA, atualmente abreviada para ARPA).

Em 1994, a Força Aérea dos Estados Unidos divulgou seu plano mestre Spacecast 2020, que inclui o controle do clima. Os cientistas têm realizado experiências com o controle do clima desde os anos de 1940, mas o Spacecast 2020 observava que "é proibido usar técnicas de modificação ambiental para destruir, causar danos ou prejudicar outro estado." Dito isso, a Força Aérea afirmou que o avanço tecnológico "conduz a um reexame desse tema importante e potencialmente arriscado."


QUARENTA ANOS DE ATAQUES AO CÉU?

Em 1958, o principal consultor da Casa Branca para alterações do clima, Capitão Howard T. Orville, disse que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos estava estudando "formas de manipular as cargas da Terra e do céu, influenciando, assim, o clima "mediante a utilização de um raio eletrônico para ionizar ou desionizar a atmosfera sobre determinada área.

Em 1966, o professor Gordon J. F. MacDonald era Diretor Adjunto do Instituto de Geofísica e Física Planetária da Universidade da Califórnia, Los Angeles, e membro da Comissão Consultiva de Ciência da Presidência, tornando-se mais tarde membro do Conselho de Qualidade Ambiental da Presidência. Ele publicou trabalhos sobre o uso de tecnologias de controle ambiental para fins militares. MacDonald fez um comentário revelador: "A chave para as operações de guerra geofísicas é a identificação de instabilidades em que a adição de pequena quantidade de energia liberaria quantidades muito maiores de energia."

MacDonald, cientista de renome mundial, tinha inúmeras idéias para a utilização do ambiente como um sistema de armas, tendo contribuído para o que foi, na época, o sonho de um futurista. Quando escreveu seu capítulo "Como Destruir o Ambiente" para o livro Unless Peace Comes (A Menos que Venha a Paz), ele não estava brincando. Nesse capítulo, ele descreve o uso da manipulação do clima, da alteração do clima, derretimento ou desestabilização das calotas polares, técnicas de diminuição de ozônio, engenharia de terremotos, controle de ondas oceânicas e manipulação de ondas cerebrais usando os campos de energia do planeta. Ele também disse que esses tipos de armas seriam desenvolvidos e, quando utilizados, não seriam detectáveis de modo algum por suas vítimas. Será o HAARP essa arma? A intenção dos militares de realizar engenharia ambiental está bem documentada.

Audiências da subcomissão do Congresso sobre os Oceanos e o Ambiente Internacional examinaram as alterações do tempo e do clima conduzidas no início dqs anos de 1970. "O que surgiu foi um quadro impressionante de pesquisas e experimentos abrangentes realizados pelo Departamento de Defesa sobre as maneiras pelas quais a interferência no ambiente poderia ser usada como arma," disse outro autor citado em Angels Don't Play This HAARP.

Os segredos divulgados surpreenderam os legisladores. Será que um inquérito sobre a situação da tecnologia da manipulação eletromagnética surpreenderia os formuladores de leis hoje? Eles talvez descubram que as tecnologias desenvolvidas a partir dos experimentos HAARP noAlasca poderiam tornar realidade a visão de Gordon MacDonald, pois os cientistas mais importantes descrevem o clima global não apenas em termos de pressão atmosférica e sistemas térmicos, e sim como um sistema elétrico.


PEQUENAS INTERFERÊNCIAS, GRANDES EFEITOS

O HAARP ataca a ionosfera nos pontos onde ela é relativamente instável. Deve-se lembrar que a ionosfera constitui um escudo elétrico ativo que protege o planeta do bombardeio constante de partículas de alta energia vindas do espaço. Esse plasma condutor, em conjunto com o campo magnético da Terra, captura o plasma elétrico do espaço e o impede de ir diretamente para a superfície da Terra, diz Chalies Yost de Dynamic Systems, Leicester, Carolina do Norte. "Se a ionosfera sofrer uma grande perturbação, a atmosfera abaixo dela será perturbada."

Outro cientista entrevistado disse que existe uma ligação elétrica poderosíssima entre a ionosfera e a parte da atmosfera na qual nosso clima faz sua encenação: a atmosfera inferior.

Um efeito elétrico fabricado pelo homem - a ressonância harmônica das linhas de transmissão de força - provoca a precipitação de partículas carregadas do cinturão de Van Allen (radiação), e os íons cadentes ocasionam os cristais de gelo que precipitam as nuvens de chuva. E o HAARP? A energia lançada para o alto a partir de um aquecedor ionosférico não é muito grande se comparada ao total existente na ionosfera, mas os documentos sobre o HAARP admitem que se pode liberar quantidades mil vezes maiores de energia na ionosfera do que a quantidade injetada. Como acontece com a "chave das operações de guerra geofísicas" de MacDonald, os efeitos "não lineares" (descritos na literatura sobre o aquecedor ionosférico) significam pouca interferência e grandes resultados.

O astrofísico Adam Trombly disse a Manning que se pode analisar os possíveis efeitos de pulsação de multigigawatt da ionosfera utilizando-se um modelo de acupuntura. Se o HAARP atingir certos pontos, essas partes da ionosfera poderiam reagir de formas surpreendentes.

Aquecedores ionosféricos menores como o de Arecibo localizam-se sob regiões relativamente calmas da ionosfera, se comparadas à movimentação dinâmica existente próximo dos pólos magnéticos da Terra. Esse fato soma mais uma incerteza ao HAARP: a atmosfera superior imprevisível e agitada nas proximidades do Pólo Norte. Os experimentos do HAARP não impressionam alasquianos de bom senso como Barbara Zickuhr, que diz: "Parecem meninos brincando de cutucar o traseiro de um urso adormecido com uma vara."


PODERIAM ELES PROVOCAR UM CURTO CIRCUITO NA TERRA?

A Terra, na qualidade de um sistema esférico elétrico, constitui um modelo bem aceito. Contudo, esses pesquisadores que desejam realizar ligações de energia artificiais entre certas partes desse sistema podem não estar pensando nas possíveis conseqüências. Pode-se fazer com que motores e geradores elétricos oscilem quando seus circuitos são afetados. Será que as atividades humanas poderiam provocar uma mudança importante no circuito elétrico ou no campo elétrico do planeta? Um trabalho publicado na respeitada revista Science trata da ionização produzida pelo homem a partir de materiais radiativos, mas talvez também possamos estudá-lo tendo em mente os arrasa-céu do tipo HAARP: "Enquanto as mudanças no campo elétrico da Terra resultantes de uma condutividade moduladora de labaredas solares podem ter um efeito meteorológico quase imperceptível, a situação talvez seja diferente no que diz respeito a mudanças de campo elétrico provocadas pela ionização produzida pelo homem."

A meteorologia, é claro, é o estudo da atmosfera e do clima. A ionização é o que acontece quando um nível mais elevado de energia é injetado em átomos, expulsando os elétrons dos átomos. As partículas carregadas resultantes são a matéria-prima do HAARP. Paul Schaefer, ao comentar as tecnologias de tipo HAARP, diz: "Uma única olhada no tempo deveria nos dizer que estamos no caminho errado.?

Angels Don't Play This HAARP: Advances in Tesla Technology trata do plano dos militares para manipular o que pertence ao mundo: a ionosfera. A arrogância do governo dos Estados Unidos nesse assunto não é sem precedentes. Os testes nucleares atmosféricos tinham objetivos semelhantes. Mais recentemente, a China e a França utilizaram de forma destrutiva o dinheiro de seu povo, realizando testes nucleares subterrâneos. Há pouco tempo, noticiou-se que o governo dos Estados Unidos gastara US$3 trilhões em seu programa nuclear desde seu início nos anos de 1940. Que novas descobertas na ciência da vida poderiam ter sido realizados com todo esse dinheiro gasto na morte?

Begich, Manning e outros acreditam que as democracias devem ser baseadas na franqueza e não nos segredos que cercam tanto a ciência militar. O conhecimento utilizado no desenvolvimento de armas revolucionárias poderia ser usado para curar e ajudar a espécie humana. Por serem usadas em novas armas, as descobertas tornam-se sigilosas, sendo abafadas. Quando realmente aparecem no trabalho de outros cientistas independentes as novas idéias são com freqüência frustradas ou ridicularizadas, enquanto os laboratórios de pesquisa militar continuam a construir suas novas máquinas para os campos de matança.

No entanto, o livro escrito por Manning e Begich dá esperança de que o Golias militar-industrial- acadêmico-burocrático possa ser influenciado pelo poder combinado de determinadas pessoas e da imprensa alternativa.

Informar-se é o primeiro passo para a capacitação.



Notas:

O DR. NICK BEGICH É UM PESQUISADOR INDEPENDENTE DE ANCHORAGE, NO ALASCA, ATIVISTA E EX-PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO DE PROFESSORES DO ALASCA E DO CONSELHO EDUCACIONAL DE ANCHORAGE.

JEANE MANNlNG É REPÓRTER E EDITORA E MORA EM VANCOUVER, CANADÁ. UMA DÉCADA DE PESQUISAS SOBRE TECNOLOGIAS DE ENERGIA NÃO CONVENCIONAL CULMINOU EM SEU FUTURO LIVRO ?THE COMING ENERGY REVOLUTION? - A FUTURA REVOLUÇÃO DA ENERGIA - (AVERY PUBLISHING GROUP, NEW YORK, 1.996). ELA CONTRIBUIU PARA O LIVRO ?SUPRESSED INVENTIONS AND OTHER DISCOVERIES? -INVENÇÕES ESCONDIDAS E OUTRAS DESCOBERTAS - (AUCKLAND INSTITUTE OF TECHNOLOGY PRESS, NEW ZEALAND).

BEGICH E MANNING ESTÃO COLABORANDO NO FUTURO LIVRO ?TOWARDS A NEW ALCHEMY: THE INCREDIBLE INVENTIONS OF DR. PATRICK FLANAGAN? - RUMO A UMA NOVA ALQUIMIA: AS INCRÍVEIS INVENÇÕES DO DR. PATRICK FLANAGAN.

Resenha do livro Angels Don?t Play This HAARP, por Dr. Nick Begich e Jeane Manning. Reproduzido de Nexus, dezembro de 1995 - janeiro de 1996 (Nexus Magazine, P.O. Box 177, Kempton, IL 60946, (815) 253-6464) - Publicado na Revista Metafísica AMALUZ.

FONTE: http://www.farolbrasil.com.br/arquivos/re_haarp_2.htm
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...