quinta-feira, 31 de março de 2011

DOIS MISS GAYS SÃO PRESOS POR FURTO E AGRESSÕES FÍSICAS. UM NO BRASIL O OUTRO NA INGLATERRA. MINISTÉRIO PÚBLICO TENTA "AJUDAR" O PRIMEIRO.




09/03/2011 18h00 - Atualizado em 09/03/2011 21h30
Jovem eleito Miss Gay Universe é 

preso suspeito de furto em SP


Kaio Henrique Alvim, de 19 anos, venceu o 
concurso no ano passado. Jovem nega acusação;
ele diz que achou bolsa e pretendia devolvê-la.

O estudante Kaio Henrique Alvim, de 19 anos, 
que venceu em junho do ano passado o Miss 
Gay Universe, foi preso nesta terça-feira (8) 
suspeito de furto em Olímpia, a 438 km de São
Paulo. De acordo com o delegado João Brocanello
Neto, o jovem furtou uma bolsa com uma câmera 
digital, um celular e R$ 134 em um clube do 
município. Ele nega a acusação.

Kaio estava com outro jovem, que também 
acabou preso suspeito do crime. “A vítima se 
queixou para o chefe dos seguranças e, diante 
de alguma informação, chegaram até os dois. 
Foram encontrados os objetos em um armário 
pessoal que estava no nome de Kaio”, disse o 
delegado-titular de Olímpia. Brocanello indiciou 
os suspeitos por furto qualificado.

A equipe de reportagem do G1 conseguiu contato 
com Kaio Alvim por volta das 20h desta quarta. 
Ele já havia deixado a prisão. O jovem negou as 
acusações e disse que apenas guardou os objetos 
em seu armário, pois achou a bolsa perto da piscina 
e julgou que ela estava perdida. Ele garantiu que 
pretendia devolver tudo à segurança do clube quando 
fosse embora.Ele foi transferido para a Cadeia de 
Severínia, também no interior de São Paulo. Os dois 
suspeitos não têm antecedentes criminais. O advogado Fernando José Soncin, contratado para entrar com 
o pedido de liberdade, disse na tarde desta quarta-feira 
(9) que o estudante deveria deixar a cadeia em breve, 
pois o Ministério Público se manifestou favorável à 
soltura. ( Nota do Editor do Blog: Se fosse um Hétero 
passaria uns dois anos esquecido na cadeia).

Kaio Henrique Alvim nasceu em Barretos. Em junho 
de 2010, ele venceu o concurso Miss Gay Universe, 
realizado em Salvador, com o nome Shayene Kathryn.

Fonte: G1



MISS GAY É PRESO NA INGLATERRA POR ATAQUE 

SEXUAL A UM HOMEM, ENTRE OUTROS CRIMES.
O policial Mark Carter foi do trono à prisão. Vencedor do concurso Mr. Gay do Reino Unido há quatro anos, Carter está preso e responde por diversos crimes. A lista: ataque sexual a um homem, ofensas verbais contra outros três e posse de anabolizantes.
Expulso da polícia desde a prisão, ele enfrentará uma série de julgamentos a partir de hoje. Quando venceu o concurso de beleza, Carter, com todo bom-mocismo, disse que sua idéia era mudar o estereótipo que a sociedade tinha dos gays. Digamos que essa não seja a atual prioridade dele.
Fonte: Parou Tudo

terça-feira, 29 de março de 2011

ARMAÇÃO GAYZISTA NO CQC TENTA PREJUDICAR O DEP. JAIR BOLSONARO, O DEFENSOR DA FAMÍLIA.







Por Ricardo Ribeiro

O apresentador do CQC, Marcelo Tas, foi usado (ou usou?) pelo Movimento GLSBT para armar uma cilada, na qual inocentemente caiu o defensor ferrenho da Família e bons costumes    Dep. Jair Bolsonaro, e cuja repercussão pré-meditada e concretizada, agora está sendo festejadas em todo antro Gay Brasil afora. O que serve de alerta a todo Hétero que for convidado a dar entrevistas a programas tendênciosos como este, Luciana Gimeniz, etc.

Fomos até o Blog do Marcelo Tas e encontramos 490 comentários naquele momento, a maioria dos quais, condenando a atitude maliciosa do Apresentador em conduzir tal entrevista sem dar a chance de pleno entendimento das questões apresentadas, provocando o episódio no qual caricaturaram o deputado como Homofóbico e Nazista, conforme se vê na figura ao lado, que com certeza, cabe uma ação por associação a apologia ao Nazismo, segundo a Lei  LEI Nº 7.716, DE 5 DE JANEIRO DE 1989. (Clique na Lei para Lê-la) caso o deputado queira impetrar contra o apresentador.

Marcelo Tas criou para o referido "Nazista" uma situação que viveu tempos atrás perpetrado pela revista Veja, que prova que ele não aprendeu as regras Jornalísticas que exigiu que a Veja seguisse para com ele.

Em sua edição de 01/11, (Clique aqui e Leia essa Matéria) a revista Veja afirmou na coluna "Veja Essa" que o jornalista Marcelo Tas recebe dinheiro de Fábio Luis Lula da Silva, filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Tinha que ter o Dedo de Lula por trásEm resposta, Tas enviou uma carta para a direção da revista, desmentindo as acusações e exigindo retratações. Como não foi atendido e não obteve nenhum retorno do veículo, explicou o fato e publicou a carta em um post de 06/11 em seu blog no UOL.

No texto, Tas classificou de “mentirinhas maldosas” as afirmações de Veja e disse que enviou a carta à revista mesmo sob avisos de que a mesma não seria publicada. Também escreveu que “é triste constatar que uma revista que se diz defensora da liberdade de expressão e dos valores democráticos mostre na prática que sua real vocação é exatamente o contrário. Na verdade, Veja só publica o que favorece os seus próprios interesses”. (Foi exatamente o que fêz a Bolsonaro?)


Questionado sobre de que forma denegrir sua imagem favoreceria os interesses da revista, Tas respondeu que ele é o maior interessado em entender a real motivação da semanal da editora Abril. Ele ainda levantou a tese de que Veja atua no sentido de conquistar o monopólio da verdade a qualquer preço, “nem que para isso tenha que manipular os fatos e mentir redondamente (...). Este procedimento arrogante, de dono da verdade, fica patente na atitude da revista de não publicar minha carta de resposta ou mesmo ouvir o “outro lado” antes de publicar a nota, como sugere regra elementar de bom jornalismo”, afirmou, em entrevista por e-mail ao Comunique-se.

Fonte: Comunique-se, O Portal da Comunicação


Fica a pergunta no ar:

Marcelo Tas praticou as boas regras Jornalísticas
com o Dep. Jair Bolsonaro, como ele exigiu que a 
revista Veja fizesse com ele? É evidente que 
NÃO!

Compare abaixo seu comentário bem como o NOTA DE ESCLARECIMENTO do 
Deputado Jair Bolsonaro, além dos vídeos nos quais se constatará a malicia do 
CQC PRÓ-GLSBT.




Por Marcelo Tas (Clique aqui para ver no Blog dele)


Ontem no CQC, o deputado federal Jair Bolsonaro expos, como já fez outras vezes, sua simpatia pela ditadura e sua postura preconceituosa, para dizer o mínimo, em relação a gays e negros.



QUERO A CABEÇA DE
BOLSONARO NA BANDEJA
GLSBT!
Bolsonaro foi eleito deputado federal pelo PP- Partido Progressista e representa uma parcela da população brasileira. Ao contrário dele, eu repudio a ditadura e o preconceito de qualquer natureza. Inclusive o preconceito de alguns que acreditam que um programa de humor não deva tratar desse assunto.
Espero que que a exposição das idéias do deputado em rede nacional contribua para o aprimoramento do exercício da liberdade e do convívio racial, sexual e social no nosso país.

Fonte: Blog do Marcelo Tas


NOTA DE ESCLARECIMENTO DO DEPUTADO FEDERAL
JAIR BOLSONARO

A respeito de minha resposta à cantora Preta Gil, veiculada no Programa CQC, da TV Bandeirantes, na noite do dia 28/03/2011, são oportunos alguns esclarecimentos.
A resposta dada deve-se a errado entendimento da pergunta - percebida, equivocadamente, como questionamento a eventual namoro de meu filho com um gay.
Daí a resposta: “Não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Não corro esse risco porque os meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambientes como lamentavelmente é o teu.”
Todos aqueles que assistam, integralmente, a minha participação no programa, poderão constatar que, em nenhum momento, manifestei qualquer expressão de racismo. Ao responder por que sou contra cotas raciais, afirmei ser contrário a qualquer cota e justifiquei explicando que não viajaria em um avião pilotado por cotista nem gostaria de ser operado por médico cotista, sem me referir a cor.
O próprio apresentador, Marcelo Tas, ao comentar a entrevista, manifestou-se no sentido de que eu não deveria ter entendido a pergunta, o que realmente aconteceu.
Reitero que não sou apologista do homossexualismo, por entender que tal prática não seja motivo de orgulho. Entretanto, não sou homofóbico e respeito as posições de cada um; com relação ao racismo, meus inúmeros amigos e funcionários afrodescendentes podem responder por mim.
Atenciosamente,

JAIR BOLSONARO
Nota divulgada no site do deputado:http://www.bolsonaro.com.br/




Blog do Ismael Moura.



DIVULGUE ESSA ARMAÇÃO GAYZISTA E TENHA CUIDADO TAMBÉM, ELES ESTÃO DESESPERADOS!

sábado, 26 de março de 2011

SILAS MALAFAIA SERÁ PRESO? O SONHO GAY SE REALIZANDO? SE DEPENDER DOS GAYS E ALGUNS 'NOSSOS' BLOGUEIROS EVANGÉLICOS COVARDES, NO MÍNIMO PAGARÁ UMA BELA MULTA.

Mesmo sem nenhuma lei anti-“homofobia” no Brasil, aliados da agenda gay na Justiça tentam perseguir cristãos que se opõem à ditadura gay

Nota: A Constituição Federal de 1988 em seu artigo 5.º, Inciso XXXIX declara que "não há
 crime sem lei anterior que o defina, nem pena sem prévia cominação legal". 
Querem rasgar a constituição!

Julio Severo
A procuradora da República em Brasília Ana Carolina Araújo Roman investiga se Silas Malafaia, pastor da Assembleia de Deus, teve conduta “homofóbica” numa audiência pública na Câmara dos Deputados na qual se discutiu o chamado Estatuto das Famílias.
EU SOU VOCÊ, AMANHÃ!
A audiência, realizada em maio de 2010, debateu como mudar o direito de família, inclusive criando a figura de “casamento” de mesmo sexo e adoção de crianças por duplas gays. Malafaia fez um discurso contrário a essas mudanças, com uma postura que apenas refletiu valores inegociáveis do Cristianismo.
Entretanto, o que ele disse desagradou profundamente à militância gay e seus aliados. Ele indicou que se a lei deve ser modificada para atender aos desejos das pessoas, inclusive com “casamento” gay e adoção de crianças por duplas gays, então qual será o limite? Ele disse:
— Vamos liberar tudo que tem na sociedade. Vamos colocar na lei tudo que se imaginar. Quem tem relação com cachorro, vamos botar na lei, porque tem gente que gosta de ter relação com cachorro. Eu vou apelar aqui, mas tem que dizer, é um comportamento, ué. Vamos aceitar?
— Quem tem relação com cadáver? É um comportamento, vou botar na lei. Ah, se é um comportamento, ué, estão espantados, vão discriminar, ué? É a favor de quê? Então vamos colocar tudo na lei e onde é que vai parar a sociedade brasileira?
Veja aqui na íntegra, nestes dois vídeos, o que Malafaia disse:






No início de fevereiro, a procuradora Ana Carolina Araújo Roman iniciou um inquérito contra Malafaia para apurar se houve “homofobia” — um “crime” que, deixemos bem claro, não existe na lei brasileira. Ou será que o PLC 122 já foi aprovado sem que ficássemos sabendo?
Estatuto das Famílias é uma criação do IBDFAM (Instituto Brasileiro de Direito das Famílias), que por sua vez foi fundado por Maria Berenice Dias, uma das principais militantes da causa gay nos meios jurídicos do Brasil.
A ação contra Silas Malafaia vem acompanhada de um conjunto de ações aparentemente orquestradas para pressionar a aprovação do PLC 122, inclusive uma reportagem recente do Jornal Hoje incitando a criminalização da “homofobia”.
No entanto, sem nenhuma lei anti-“homofobia” no Brasil, o Pr. Ademir Kreutzfeld, da Igreja Luterana de Santa Catarina, foi intimado por “incitação à homofobia” em 2007.
Sem nenhuma lei anti-“homofobia” no Brasil, o Ministério Público Federal teve o atrevimento de ir atrás do meu blog por “incitação à homofobia”, atendendo a uma queixa iniciada pela Associação da Parada do Orgulho Gay em São Paulo. Depois, a ABGLT também entrou com queixa no MPF.
Estou hoje fora do Brasil porque a justiça brasileira é inconfiável, politizada e ideologizada.
Se a justiça brasileira já está agindo assim com Silas Malafaia agora, que é muito conhecido no meio evangélico, o que acontecerá se o PLC 122 for aprovado?
Com informações da revista Veja.
Blogue do Júlio Severo

SEXO COM ANIMAIS. NA ESPANHA JÁ ESTÃO PEDINDO A LEGALIZAÇÃO. PASTOR SILAS NÃO INVENTOU NADA, SÓ REVELOU O QUE JÁ ACONTECE FORA QUE VAI ACONTECER AQUI TAMBÉM SE DEIXARMOS ESSE POVO TOMAR O PODER! CONFIRA A MATERIA ABAIXO.



Homossexuais Marcham em Madri dando Vivas ao Sexo com Animais e Exigindo "Diversidade Afetivo-Sexual" nas Escolas

Matthew Cullinan Hoffman
MADRI, Espanha, 14 de julho de 2009 (Notícias Pró-Família) — “Gosto de cães, gosto de maçãs, em minha cama durmo com quem quero”, essa foi uma das principais melodias na Parada do Orgulho gay da semana passada em Madri, onde centenas de milhares marcharam pelas ruas para defender os “direitos gays” e a ideologia homossexualista, de acordo com o que relatou a mídia local.
A parada deu destaque a uma ampla variedade de homens vestidos em trajes de couro sadomasoquistas, enquanto outros vestiam biquínis, cobriam o corpo com maquilagem e pintura, e ostentavam chapeis elaborados e coloridos.
Entre outros slogans obscenos demais para relatar, os participantes da marcha denunciaram líderes religiosos, entoando: “Padre, imam ou rabino, não bloqueie meu caminho”.
O tema da marcha deste ano foi “Educação Sem Armários”. A meta desse tema é promover a “diversidade afetivo-sexual” nas escolas do país, um conceito que os organizadores descreveram como “um instrumento político para normalizar o homossexualismo nas escolas” e para “evitar a prejudicial homofobia, transfobia e bifobia nas gerações futuras”.
Os organizadores criaram um vídeo mostrando cenas de escolas secundárias com casais homossexuais adolescentes abraçando-se e beijando-se nos lábios, enquanto ao mesmo tempo eram socialmente rejeitados ou ameaçados por outros adolescentes. Uma vara mágica com a palavra “educação” é então abanada, e os oponentes são transformados em apoiadores.
Depois das festividades e da parada, que duraram um total de dez dias, os residentes da área de “Chueca” requisitaram às autoridades municipais que transferissem o evento para outra parte de Madri, afirmando que os excessos e tumultos dos participantes deixam suas vidas e vizinhança de cabeça para baixo.
Nos últimos vários anos, os residentes da área repetidamente se queixaram de agressões contra eles, prostituição aberta, tráfico de drogas, brigas, barulhos, lixos nas ruas e outros delitos cometidos durante a marcha. Muita gente deixa o próprio lar e vai residir em outro lugar durante o evento, e alguns dizem que estão se preparando para partir permanentemente.
Os meios de comunicação espanhóis locais noticiam que os participantes homossexuais da marcha deixaram em seu rastro quase 100 mil kilos de lixo este ano.
Embora as autoridades municipais inicialmente concordassem com o pedido de transferir a parada, eles recuaram quando os organizadores objetaram, afirmando que estavam sofrendo discriminação.
A “Ministra da Igualdade” da Espanha, Bibiana Aido, apoiou a parada e a meta de ensinar a ideologia homossexual nas escolas.
“Temos muitos motivos de que nos orgulhar”, disse Aido. “Somos um país aberto que tem ampliado direitos”, e acrescentou que os gays, as lésbicas, os transexuais e os bissexuais “têm o governo do lado deles”.
“Todos nós temos de ajudar as escolas a ser um espaço seguro para a diversidade, pois o que as crianças aprendem fica para sempre”, disse ela.

quinta-feira, 24 de março de 2011

SOLDADOS CRISTÃOS DE VALOR, DEVEM SAIR PARA QUE HOMOSSEXUAIS FIQUEM NAS FORÇAS ARMADAS, AFIRMA IMPORTANTE GENERAL AMERICANO. É O FIM DOS EUA.



Em incisivo editorial com o título acima, “The Washington Times” (16/09/2010) comentou que nesta semana Harry Reid, líder da maioria democrata no Senado, iniciaria a defesa de um novo projeto visando derrubar a lei conhecida como “Don’t ask, don’t tell” [não pergunte, não diga], em vigor a partir do governo Clinton, pela qual os homossexuais em serviço militar não podem ser perguntados a respeito de seu comportamento nem são obrigados a confessá-lo.
No mesmo sentido, falando no mês passado para várias centenas de militares americanos no Quartel-General do Comando Europeu em Sttutgart, Alemanha, o general Thomas P. Bostick, vice-chefe do Departamento de Pessoal do Exército (foto), comentou favoravelmente o projeto, afirmando que se o mesmo for aprovado, os opositores da agenda lésbica, homossexual, bissexual e de gênero (LGBT) não mais serão bem-vindos ao Exército.
“Infelizmente – disse o general – temos uma minoria de membros que ainda são racistas e fanáticos, e vocês nunca conseguirão ver-se livre deles”. E prosseguiu: “Essas pessoas que se opõem a esta nova política precisarão adaptar-se a ela, e se não o fizerem precisarão se retirar. Pouco importa o grau de instrução e educação dos opositores; vocês terão sempre aqueles que se oporão a isto por motivos morais e religiosos, do mesmo modo como vocês hoje ainda têm racistas”.
Além de partir de um alto oficial, tais declarações se tornam ainda mais graves pelo fato de seu autor estar diretamente envolvido num painel do Pentágono voltado a definir a política militar sobre essa matéria. Ademais, o general Bostick se equivoca ao apresentar a questão dos homossexuais nas Forças Armadas como um assunto de direitos civis, quando o serviço militar é essencialmente discriminatório.
Dele, por exemplo, são afastados os velhos, os muito fracos ou muito gordos, pois a finalidade das Forças Armadas é travar batalhas e vencer, e não defender sentimentos pessoais de minorias. Fazendo-o em relação aos homossexuais, o general também está discriminando essas outras categorias de pessoas.
Cumpre ainda lembrar que nos EUA a exclusão das Forças Armadas de pessoas com conduta homossexual baseia-se nos princípios do Código Uniforme de Justiça Militar, que também criminaliza a conduta adúltera entre heterossexuais por solapar a boa ordem e a disciplina. No entanto, o general Bostick sugeriu a adoção de disciplina semelhante para proporcionar “educação e treinamento” aos soldados, marinheiros e membros da Força Aérea de modo a fazê-los abraçar a agenda LGBT!
Na mesma linha do general, Tommy Sears, diretor-executivo do Centro de Prontidão Militar, declarou ao “The Washington Times”: “Infelizmente, se a lei [Dont’t ask don’t tell] for revogada, as Forças Armadas tentarão fazer o que elas fazem – fazer as coisas funcionar, para melhor ou para pior. Portanto, a dissensão não será tolerada. Se por qualquer razão você não concordar, seja ela por convicção religiosa ou objeção pessoal, sua carreira na essência estará encerrada”.
O editorial termina evocando o direito dos militares a seguir sua reta consciência e pedindo a remoção do general Bostick de suas funções no painel do Pentágono que trata do assunto.
* * *
Eis, caro leitor, os absurdos a que conduz a doutrina professada pelos defensores incondicionais dos Direitos Humanos; tão incondicionais que no seu delírio em defender graves desvios de conduta de minorias, não hesitam em sacrificar até mesmo aquelas instituições das quais eles são representantes e que asseguram a soberania e o bem-estar da maioria da Nação!
P.S.: Apesar de majoritários, os democratas felizmente não conseguiram a revogação no Senado do “Don’t ask, don’t call”, pois necessitavam de 60 votos e só obtiveram 56. Uma nova votação só será possível após as eleições, quando se espera que eles perderão a maioria em ambas as Casas. Mas eles vão continuar, a menos que uma celeste Operação Sodoma ponha definitivamente fim aos seus pérfidos designios.

Fonte: Blog Instituto Plínio Correia de Oliveira

quarta-feira, 23 de março de 2011

DOUTRINA DA TRINDADE, MINHA BREVE CONSIDERAÇÃO. POR RICARDO RIBEIRO

htt



TRINDADE


Por Ricardo Ribeiro


A rejeição da doutrina trinitária por parte dos muçulmanos, entre tantos, deve-se inicialmente a pressuposição que têm sobre aunidade absoluta de Deus. Sem mencionar a falta de vontade em estudar o assunto, impaciência, falta de humildade em reconhecer a limitação humana, erros de aplicação hermenêutico-exegético, e finalmente, a profundidade do assunto, sem citar a ausência da uma linguagem técnico-explicativa melhor do que a de Tertuliano. O Corão é taxativo:

“Ó adeptos do Livro, não exagereis em vossa religião e não digais de Deus senão a verdade. O Messias, Jesus filho de Maria, foi tão somente um mensageiro de Deus e Seu Verbo, com o qual Ele agraciou Maria por intermédio do Seu Espírito. Crede, pois, em Deus e em seus Mensageiros e não digais: Trindade! Abstende-vos disso, que será melhor paravós; sabei que Deus é Uno. Glorificado seja! Longe está a hipótese de ter tidoum filho. A Ele pertence tudo quanto há nos céus e na terra e Deus é mais doque suficiente Guardião. O Messias não desdenha ser um servo de Deus, assim como tampouco o fizeram os anjos próximos a (de Deus). Mas, (quanto) àqueles que desdenharam a Sua adoração e se ensoberbeceram, Ele os congregará a todos ante Si (Surata 4:171,172).”

Percebemos por esta passagem a dificuldade dos Muçulmanos e da maioria. Afinal, estamos diante de uma realidade cuja expressão encontrou guarida num termo muito pobre, mas o único no vocabulário humano, que tenta exprimí-la. Gustaf Aulén, afirmava ser o termo um risco à unidade da fé em Deus, facilitando significados diferentes do pretendido, pois na Igreja primitiva, o termo “pessoa” teria uma acepção que reforçava o monoteísmo e que difere do significado hodierno.

Afirma ainda, que se os pais da igreja soubessem o significado do termo aplicado hoje, chamariam os trinitários de hereges. Para ele, a raiz do triteísmo está na expressão“três pessoas”, e que a doutrina da Trindade contribuiu, ao que parece, na divisão do conceito de Deus. Lutero, segundo Aulém, teria criticado muito o termo,consentido no seu uso por causa dos fracos. O reformador dizia que, ao mencionar qualquer das pessoas da Divindade, o que se mencionava na verdade, era o Deus real e verdadeiro pois, na Divindade haveria a maior unidade.

Não se deve contudo, sacrificar uma idéia pelo simples fato de não saber expressá-la corretamente ou compreendê-la. Não entendemos ipsis litteris o conceito da divisão do tempo em passado, presente e futuro, por exemplo, e nem sabemos exprimí-lo mas, nem por isto abandonamos a idéia do tempo. Ron George inclusive, nos diz que todas as analogias falham em algum ponto quando as usamos para que os muçulmanos entendam a Trindade. Esta do tempo porém, é ideal para o seu propósito pois, é constituído por três elementos indivisíveis: passado, presente e futuro.

Podemos dizer que, o mais próximo que poderemos chegar com uma analogia, é a mente humana. Pois, é como se ela se dividisse e sustentasse discussões consigo própria, fazendo perguntas e respondendo-as, propondo dificuldades e resolvendo-as, enquanto permaneceria em uma terceira capacidade como espectadora, neutra de si própria, julgando as questões favorável ou não.

Além do mais, é muito incômoda a idéia segundo a qual, houve um tempo no qual Deus esteve solitário. E é aqui que vemos a superioridade do Deus Trino. O argumento Islâmico exige que Deus tenha vivido um tempo a partir do qual sentiu a necessidade de criar um estado de coisas para poder exercer sua soberania, o que não podia quando nada existia. Este argumento limita a auto-suficiência de Deus, o que não ocorre quando sabemos que Deus o Pai é o eterno Amante, Jesus o Filho é o eterno Amado e o Espírito Santo é o vínculo desse Amor. Ele pode então dizer “ainda antes que houvesse dia, EU SOU”. Ele criou todas as coisas não porque precisasse delas mas, apenas porque quis. O que não ocorre quando os muçulmanos retiram Sua essência Triúna.

Ao entrar em Canaã, o Israel monoteísta não podia receber a plena revelação de como Deus era, sob pena de confundi-lo com os deuses de Canaã. Deus procede então, como um militar que se aproxima de um grupo de civis que não acreditam em militares honestos (Triteísmo).Tal militar não poderá revelar de imediato sua identidade (Unidade Composta), nem exibir sua farda, sob pena de ser incluído no rol dos desonestos militares (Grupo de três deuses). Terá que provar-lhes na vida prática que é honesto (que é único), preparando a tais pessoas para a revelação de quem ele realmente é, um militar honesto (Deus trino com uma unidade composta). Será impossível rejeitá-lo depois que provou na convivência com o grupo, sua honestidade (Que não são três deuses). Mesmo pálida, esta analogia ajuda-nos a compreender a revelação progressiva que Deus fez de si mesmo na Bíblia, e o porquê de não tê-lo feito de uma vez por todas, no início da revelação. A verdade é que o orgulho do intelecto humano o inquieta a descobrir o que não pode.

Um breve levantamento do conceito que certos povos tinham sobre a divindade, revelará que quase todos possuíam uma certa noção da trindade, só que de forma distorcida. Isto concordaria com o argumento ontológico de Anselmo, segundo o qual Deus teria posto a noção da Divindade perfeita dentro do homem. No entanto, sabemos que Ele proibiu aos que tiveram a revelação escrita, de expressarem essa noção, sob pena de ser mal interpretada com sendo triteísmo. Daí Seu cuidado em advertir: “...não fareis para ti imagens de escultura...” (Ex 20:4) e “...não havemos de cuidar que adivindade seja semelhante (...) à pedra esculpida por artifício e imaginação dos homens” (At 17:29). Por isso, disse Jesus: “Deus é espírito e importa que os que o adoram, o adorem em espírito eem verdade” (Jo 4:24). Thiessen afirma que as tríades não servem para explicar ou confirmar a Trindade. Temos que concordar, visto que elas são, de fato, a expressão errada de uma idéia, porém, certa. As tríades (do grego trias = Grupode três) no entanto, refletiam há muitos milênios, apenas o entendimento equivocado desta noção, sem mencionar o quanto o Maligno possa ter influenciado para a corromper ainda mais distanciando-a da verdadeira noção da Divindade, nascendo, provavelmente, com o homem primitivo e/ou já civilizado, assim expresso em várias nações, povos e religiões.

a) Na Índia existe a tríade composta por Braham (o Criador), Vishnu (o Salvador ou o Preservador) e Shiva (o Destruidor);
b) Na Babilônia, Anu (deus do ar), Enlil (deus da água), e Ea (deus daterra);
c) No Egito, Ísis (a mãe), Osíres (o pai) e Horus (o filho);
d) No Budismo, Manjusri, Vajrapani e Avaloktesvara (o mais importante dostrês);
e) No Zoroastrismo, Sraosha, Mithra e Rashnu;
f) Na Regilião Etrusca, Júpiter, Minerva e Juno (sem parentesco entreeles);
g) Na Primitiva Religião Sueca, Odim, Tor e Freyr;
h) No Taoísmo Chinês, Ching (essência), Chi (força vital) e Shen(espírito).

AS TRÍADES SÃO A EXPRESSÃO ERRADA, DE UMA IDÉIA CERTA.
A FRUSTRADA TENTATIVA DO HOMEM CAÍDO EM EXPLICAR COMO
É DEUS.

TRÊS PROPOSIÇÕES DE THIESSEN SOBRE A TRINDADE

Baseado no seu estudo da doutrina trinitária, Thiessen fez algumas observações e deduções que julgamos importante mencioná-las com brevidade. Segundo ele, inicialmente, a doutrina da tripersonalidade de Deus não está em conflito com Sua unidade, havendo três pessoas em uma só essência.Em segundo lugar, as distinções entre estas Pessoas são eternas. O que subentende-se de passagens que pressupõem a existência de Cristo com o Pai desde a eternidade (João 1:1,2; Fp 2:6; Jo 17: 5:24) A natureza do eterno relacionamento existente entre o Pai e o Filho habitualmente chamada de “geração”, e entre o Filho e o Espírito Santo de “processo”. Entenda-se por “geração eterna”, a contínua e“eterna emanação”. Quando lemos no Salmo 2.7, a expressão “Tu és meu Filho; eu hoje te gerei”, o termo “hoje” denota a presença do universal, o Agora eterno, perpetrado eternamente. Esta declaração de Miquéias corresponde a mesma coisa:“cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade” (Mq5:2).

Quando Jesus disse: “Porque assim como o Pai tem vida em si mesmo, também concedeu ao Filho ter vida em si mesmo” (Jo 5:26). Ele falou de uma comunicação eterna devida do Pai para o Filho. O termo “processo”, aplicado ao Espírito Santo, é o equivalente ao termo “geração” atribuído ao Filho. Mas, o Espírito Santo “procede” tanto do Pai como do Filho (Jo 14:26; 15:26; At 2:33: Hb 9:14). Em terceiro lugar, os três são iguais. O que não exclui a organização que apresenta o Pai como primeiro, o Filho como segundo e o Espírito como terceiro.Estabelecendo apenas a ordem e não a diferença de glória, poder ou extensão da existência. Walker, citado pelo mesmo autor, afirma: “Tertuliano, Orígenes e Atanásio ensinaram a subordinação do Filho e do Espírito ao Pai. Agostinho enfatizou tanto a unidade que ensinou a plena igualdade da ‘pessoa’ ”. E esta posição de Agostinho foi universalmente aceita. A Trindade é o Protótipo da família, o modelo original. Querer destruir a família constitui-se afronta ao próprio Deus que ela projetou em Si mesmo e a mantém e com certeza, a defende e a fará vencer. Defender a Família é defender o próprio Deus. E ele paga bem os honorários dos seus Advogados!

Deus
Pai
Deus
Filho
Deus
Espírito
Santo
Jr. 23:24
Ef. 1:20-23
Sl 139:9
Onipresente
Gn. 17:1
Ap. 1:8
Rm. 15:19
Onipotente
At. 15:18
Jo. 21:17
I Co 2:10
Onisciente
Gn. 1:1
Jo 1:3
Jó 33:4
Criador
Rm. 16:16
Ap. 22:23
Hb. 9:14
Eterno
Ap. 4:8
At. 3:16
I Jo 2:20
Santo
Jo 10:36
Hb. 2:11
I Pd.1:2
Santificador
Rm. 6:23
Jo. 10:28
Gl. 6:8
Fonte de Vida Eterna
II Co. 6:14
Jo. 2:19
I Pd. 3:18
Ressuscitador de Mortos
Hb. 1:1
II Co. 13:3
Mc. 13:11
Inspirador de Profetas
Jr. 3:15
Ef. 4:11
At. 20:28
Supridor de Ministérios à Igreja
II Ts. 2:13
Tt. 3:4-6
I Pe. 1:2
Salvador

Extraído da Tese de Mestrado de Ricardo Ribeiro
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...