segunda-feira, 30 de abril de 2012

Israel apresenta a menor Bíblia eletrônica do mundo

26/04/09 - 12h50 - Atualizado em 26/04/09 - 13h09

Israel apresenta a menor Bíblia eletrônica do mundo

Livro sagrado em hebraico coube em chip de 0,5 milímetro.
Objeto será dado de presente ao Papa Bento XVI.
Da France Presse
Tamanho da letra

Foto: AFP/Technion

O chip com 0,5 milímetro carrega todos os textos da bíblia em hebraico e será dado de presente ao Papa Bento XVI. Projeto foi desenvolvido pela Technion, Instituto de Tecnologia de Israel (Foto: AFP/Technion)



Foto: Dan Balilty/AP

Microbíblia, do tamanho de um grão de areia, tem as mais de 300 mil palavras da Bíblia (Foto: Dan Balilty/AP)

 Fonte: G1

Pasmem! Advogados LGBT Processam Pastor por “Crime Contra a Humanidade”. E o Pastor estava defendendo os Homossexuais da Pena de Morte.


30 de abril de 2012


Advogados LGBT Processam Pastor por “Crime Contra a Humanidade”


Advogados LGBT Processam Pastor por “Crime Contra a Humanidade”

Wendy Wright
NOVA IORQUE, EUA, 27 de abril (C-FAM) Um escritório de advocacia conhecido por táticas de busca de publicidade está processando um pastor americano num tribunal federal dos EUA porque ele criticou a homossexualidade em Uganda.
Scott Lively
O Centro de Direitos Constitucionais (CDC) diz que o pastor e advogado Scott Lively cometeu “perseguição”, um “crime contra a humanidade” conforme definição dada nos Estatutos de Roma do Tribunal Criminal Internacional.
O CDC entrou com o processo nos EUA em favor de um grupo homossexualista de Uganda chamado Minorias Sexuais de Uganda (SMUG) e está usando a Lei de Reivindicações de Delitos Estrangeiros, um estatuto antigo e muito polêmico que permite que estrangeiros entrem com processos em tribunais dos EUA por violações de leis internacionais cometidas fora dos EUA.
O SMUG acusa que Lively “trabalhou amplamente com importantes líderes políticos e religiosos anti-homossexualismo em Uganda com o total propósito e objetivo de privar indivíduos LGBTI de seus direitos fundamentais” derrotando legislação antidiscriminação sobre orientação sexual e identidade de gênero, e introduzindo um projeto de lei aumentando penalidades contra a homossexualidade.
Pamela Spees, porta-voz do CDC, disse ao jornal New York Times: “Isso não é só baseado no discurso dele. É baseado na conduta dele”. O processo afirma que Lively “viajou para Uganda duas vezes”, “falou num ‘Seminário sobre Desmascarando a Agenda Homossexual’” “realizou uma conferência de pastores de um dia inteiro permitindo apenas meios de comunicação convidados”, “palestrou para estudantes na Universidade Nkumbe sobre os ‘Perigos da Cultura da Pornografia’”, “dirigiu um culto na Universidade Cristã de Uganda”, “se encontrou com os vereadores de Kampala” e outras atividades que o grupo considera condenáveis e merecedoras de ações legais.
O SMUG afirma que seus membros têm sofrido “graves privações” de “liberdade de expressão, associação, reunião e imprensa… de serem livres de ataques à sua honra e reputação”, e temores de intimidação, prisão arbitrária e danos físicos, inclusive morte.
A queixa começa com a afirmação explosiva de que o assassinato a pauladas de David Kato, membro do SMUG, está de certo modo ligado ao trabalho de Lively em Uganda. Mas não há uma só menção de que o homem que Kato tirou da cadeia, pagando-lhe a fiança, confessou que o matou por fazer exigências sexuais indesejadas. Ele foi sentenciado a 30 anos de prisão.
Legisladores de Uganda introduziram um projeto de lei que criminaliza a promoção da homossexualidade. O projeto incluía a pena de morte para um indivíduo com AIDS que se envolvesse com sexo homossexual com uma criança menor de idade ou com uma pessoa deficiente, ou se o criminoso cometeu o crime várias vezes. O projeto de lei não foi aprovado.
Lively ficou desapontado que a legislação é “muito dura”. Ele defende soluções centralizadas em reabilitação, não castigo.
Lively chamou as acusações contra ele de “absurdas”. “Deduzir que meu discurso e artigos e livros sobre a homossexualidade subjugaram a inteligência e independência do governo e população inteira de Uganda, dobrando-os diante da minha vontade supostamente nefasta é uma premissa impressionantemente ofensiva e racista”.
O CDC se descreve como “uma organização que tem o compromisso de usar a lei criativamente como uma força positiva para mudar a sociedade”. O CDC foi cofundado por William Kunstler, que se descreve como um “advogado radical” famoso por representar ativistas políticos e sociais às vezes violentos. O escritório de advocacia usa os tribunais para avançar o trabalho dos ativistas. Sua estratégia é “Sucesso sem vitória”, isto é, escolher casos que não vão ganhar, mas gerarão publicidade ou animarão os ativistas.
Fonte e Tradução: Julio Severo
Fonte: Friday Fax
Estados Unidos: entre a Gaylândia e a Maomelândia

domingo, 29 de abril de 2012

Alhandra esta levando alunos em Pau-de-Arara, afirma Promotora. Mas, o Prefeito Renato vai de Hilux.


Sexta, 27 de Abril de 2012 - 12h40

Alunos são transportados em 'paus-de-arara' no litoral sul

Cinquenta e uma unidades de ensino localizadas nos municípios de Alhandra e Conde (no Litoral Sul da Paraíba) já foram inspecionadas pelo projeto “MP pela Educação”. Nesta quinta-feira (26), três unidades de ensino apontadas pelos conselhos tutelares das duas cidades como as que apresentam situação mais crítica foram visitadas pela equipe do Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Educação (Caop da Educação) e pela promotoria de Justiça de Alhandra.
escolas irregulares











De acordo com a promotora de Justiça da Comarca de Alhandra, Márcia Betânia Casado, no laboratório de informática da escola estadual Antônio Camilo (em Alhandra), apenas dois dos dez computadores existentes estavam funcionando. “Também encontramos alunos sendo transportados em paus-de-arara, em Alhandra. Enquanto isso, os ônibus escolares do programa 'Caminho da Escola', do Governo Federal, estavam em desvio de função, transportando mulheres para um encontro da Emater”, criticou.
escolas irregulares










A quantidade de merenda encontrada na escola estadual também era insuficiente para atender aos 470 alunos matriculados. Segundo a direção da escola,  o problema se deve ao atraso na elaboração do cardápio por parte da Secretaria Estadual de Educação e Cultura. “Os diretores só podem licitar a merenda  com o cardápio elaborado pela secretaria e o deste ano letivo só ficou pronto há 20 dias. Logo, a insuficiência da merenda é um problema de várias escolas estaduais da Paraíba”, explicou a promotora de Justiça que coordena o Caop da Educação, Fabiana Lobo.
Na escola municipal Severino Valença da Silva, localizada no Sítio Garapu II (zona rural de Alhandra), duas salas funcionam no mesmo local e são divididas apenas por uma cortina. As salas de aula são multisseriadas, havia cupim no telhado e um buraco na parede da cozinha por onde entram cobras (visto a proximidade da escola a um canavial).
escolas irregulares











Já a unidade de ensino municipal Maria da Penha Accioli de Souza, no Conde, está em reforma.
Notificações
A promotoria de Justiça vai notificar os secretários de Educação e os diretores de todas as escolas onde foram encontrados problemas para que sejam tomadas todas as medidas necessárias à solução das irregularidades, no prazo de 30 dias. Das 51 unidades de ensino públicas inspecionadas, 23 estão localizadas em Alhandra e 28, no Conde (sendo que destas 28, três são creches).
As inspeções realizadas nas duas cidades do Litoral Sul fazem parte do projeto “MP pela Educação”, que já fiscalizou , em um ano, 40% das escolas públicas das redes estadual e municipal de ensino, em toda a Paraíba.
Para Márcia Casado, o projeto é importante para melhorar a qualidade do ensino público. “Embora o MEC (Ministério da Educação) mande recursos suficientes para garantir a alimentação escolar e uma boa estrutura nas escolas, temos constatado muitos problemas nas unidades de ensino. De fato, está havendo uma melhora da situação estrutural das escolas onde o projeto do Ministério Público está sendo feito”, comemorou a promotora de Justiça.

sábado, 28 de abril de 2012

Obama Pró-Gays obrigará os EUA a implantarem chip em Humanos. Não é só meio de controle, é de extermínio velado também, já que causa Câncer.




A gigante farmacêutica Merck está sendo processada. O processo alega que seu produto, o Microchip induziu câncer em um gato.

Dr. Katherine Albrecht, advogada da consumidora e especialista em reações de implantação de microchips, disse que, "Com base no número alarmante de Câncer ligado ao implante de microchip, estamos descobrindo, ser esse caso,  apenas a ponta do iceberg."

    "... Um crescente número de reações adversas aos microchips, incluindo as mortes por câncer relacionadas com chips,  de dois cães no ano passado."

    A razão disso  é uma questão importante, muitos prevêem que haverá um esforço massivo pelas autoridades governamentais para o implante de microchips em seres humanos. Isso vai ser um erro por razões de privacidade, mas parece que também há sérios problemas de saúde.

    Felizmente, nossos animais de estimação estão servindo como cobaias para este desafio para a saúde e proporcionando-nos um alerta sobre o que acontecerá, se nós decidirmos por esse implante .

    Sociedades mais humanas e organizações de resgate agora exigem que os animais adoptados sejam microchipados, e muitos veterinários recomendam os chips. Estima-se que cerca de 5 por cento dos animais de estimação dos EUA têm microchips, junto com animais de fazenda, os  incontáveis animais de laboratório e salmão selvagem (o chip é usado para rastrear o seu movimento).

    Do tamanho de um grão de arroz, o microchips pet contém um transmissor de rádio, uma antena e um chip de computador lido por um scanner, permitindo o controle de animais. Veterinários ou abrigos utilizam para obter informações dos proprietários, no caso um animal de estimação que se perde.

    O benefício, é claro; um cão perdido ou gato sem chip que é resgatado por um abrigo tem uma chance maior de encontrar seu dono se um microchip estiver presente e digitalizado. Mas há desvantagens potencialmente graves também, e principal deles é um número relativo de casos ligando o microchips ao câncer.

Causa do Câncer em Pet Microchipados?

    A gigante farmacêutica Merck está sendo processado por que um consumidor alega que o seu animal de estimação diz que o seu gato teve cancêr causado pelo implante dois anos depois; o gato desenvolveu um tumor cancerígeno no local do implante. O tumor foi retirado cirurgicamente e o microchip foi encontrado embutido no tumor.

    O relatório do Veterinário que fez a cirurgia no gato escreveu descreve, "O microchip foi encontrado no centro da massa."

    Isto está longe de um caso isolado.

    Em 2007, Dra. Katherine Albrecht realizou uma análise aprofundada sobre animais envolvendo implantes de microchip e encontrou um "claro nexo de causalidade entre os implantes de microchip e câncer em camundongos ", bem como uma associação com o câncer em cães.

    Em camundongos e ratos, entre 1%  e 10% dos animais desenvolveram cânceres invasivos circundantes ou anexados ao implante. Houve também dois casos confirmados de cães que desenvolveamr câncer circundante ou anexado ao implante de microchip.

    Dr. Albrecht observou:

        "Corpos estranhos no corpo podem representar sérias ameaças à saúde animal.” Pesquisadores relatam que a maioria dos tumores decorrentes de corpos estranhos são malignos;  neoplasias mesenquimais com uma taxa de crescimento rápido, matando o animal em questão de semanas.

        Muitos dos animais com microchip do estudo associado a  tumores, morreram prematuramente devido às massas. Além disso, muitos dos tumores com metástase, espalhando o câncer para os pulmões, fígado, estômago, pâncreas e outros órgãos. "

    Você pode ler dezenas de histórias de casos de cães, gatos, cavalos e outros animais que desenvolveram tumores no local do implante de microchips.

Microchips em Pets nem sempre funcionam como anunciado

    Ao decidir sobre qualquer procedimento médico, é aconselhável avaliar os riscos versus os benefícios. No caso de microchips animal de estimação, parece haver um sério risco de câncer, que ainda é emergente, enquanto que o benefício está aumentando sua chance de encontrar o seu animal de estimação se eles estão perdidos.

    Mas esse benefício pode ser um pouco enganador, a partir  da forma como os chips de operar. Há quatro principais marcas de microchips utilizados nos Estados Unidos e, em geral cada marca exige um tipo diferente de scanner para ser lido. Se seu animal de estimação acabar em um abrigo de animais sem um scanner compatível, o chip não pode ser lido.

    Da mesma forma, os chips devem ser lidos a uma distância muito próxima de 12/03 polegadas. Normalmente, o microchip é implantado entre as escápulas, mas de vez em quando eles podem migrar sob a escápula, até a parte de trás do pescoço - ou até mesmo todo o caminho até a barriga.

    Isto significa que se o chip de seu animal de estimação tiver migrado, há uma boa chance de o scanner não pegar o sinal.

    Assumindo que o chip é lido, é imperativo que você tem mantido suas informações de contato atualizadas corretamente (se você tiver se mudado, mudou os números de telefone, etc), ou então o chip vai voltar a ser inútil.

E sobre o uso de microchips em pessoas?
    
Como mencionado anteriormente, microchips subcutâneos estão sendo desenvolvidos para vários usos humanos, que vão desde manter os filhos sob controle, até ​​implantáveis cartões de débito, permitindo que os clientes façam compras pela digitalização de leitores especiais nas caixas da loja. Muitos destes chips, tais como uma variedade que concede às pessoas acesso VIP em boates, já estão em uso.

    Uma dessas marcas, VeriChip, é ainda o desenvolvimento de sistemas de detecção de vírus implantáveis 
​​para humanos.

    Estes biossensores podem detectar os vírus supostamente como gripe suína, gripe aviária, a SARS e outras ameaças biológicas, tais como Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA). A tecnologia será combinada com implantáveis 
​​VeriChip de rádio dispositivos de identificação por freqüência (RFID) para desenvolver "sistemas de detecção de vírus de triagem."

    De acordo com um documento publicado pela VeriChip em 07 de maio de 2009, este sistema de triagem irá fornecer "vários níveis de identificação." O primeiro nível identifica o agente como vírus ou não, o segundo nível vai classificar o vírus e alertar o utilizador para a presença de vírus e uma ameaça de pandemia e, o terceiro nível vai identificar o patógeno necessário
.
 Para alguns  pode soar como uma idéia boa, mas para mim isso parece ser uma receita para a intrusão maciça do governo, a perda da liberdade pessoal e, como em outros animais, os riscos de câncer potencialmente maior.

Como o Dr. Robert Benezra, chefe do Programa de Biologia Genética do Câncer do Centro de Câncer Memorial Sloan-Kettering, em Nova York, disse em estudo com  Dr. Albrecht:

        "Não há nenhuma forma no mundo, de ter lido esta informação, que me faça ter um  desses chips implantados em minha pele, ou em um dos membros da minha família ... Considerando os dados preliminares em animais, parece-me que existe sim e  definitivamente, motivo de preocupação . "

    Dr. George Demetri, diretor do Centro de Oncologia e Sarcoma ósseo no Dana-Farber Cancer Institute em Boston, observou ainda, também em estudo com Dr. Albrecht, ressaltou que a pesquisa "certamente mostra riscos reais" em implantes RFID, acrescentando que os tumores podem ser "incrivelmente agressivos e podem matar as pessoas em 3-6 meses."

Mantenha-se informado antes de usar microchip

    Pode demorar algum tempo antes de microchips implantáveis 
​​se tornarem comuns para os seres humanos, mas provavelmente vai se tornar uma "onda do futuro" dentro de nossas vidas. Muitos já estão aqui e em uso, mas antes de decidir a tomar parte, deve ter certeza de todos os riscos potenciais.

    Para animais de estimação, os microchips já estão sendo amplamente utilizados e fortemente promovidos. Se você é dono de um animal de estimação, você precisa pesar os benefícios e os riscos com cuidado ....

    Para mais informações, Mercola.com e a Veterinária Dr. Karen Becker que recentemente estudou esse tema em profundidade. Eu recomendo assistir seu vídeo para fazer uma decisão educada e informada. 



Fonte: drPetltda

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Homossexuais fazem filme com Jesus gay que gera protestos e depois se dizem vítimas da Homofobia que alimentam.


 Filme que apresenta um Jesus gay gera protestos

Um documentário que mostra a produção de uma peça onde Jesus Cristo é visto como um homem gay atraiu a ira de grupos cristãos na cidade de San Francisco. Porém, os defensores do movimento LGBT estão exigindo que o filme seja exibido neste final de semana no Teatro Castro.

O senador Mark Leno, além de políticos e teólogos favoráveis aos gays dizem que planejam defender os direitos dos cineastas mostrarem seu trabalho.

“Eu não sou teólogo nem historiador da religião, e eu não sou cristão”, disse o vereador Wiener. “Mas pelo que entendi, Jesus significa muitas coisas para um monte de pessoas diferentes… ninguém tem o monopólio sobre o significado de uma religião em particular”.

Um grupo católico da Pensilvânia, que defende o ativismo e prega sobre as aparições da Virgem Maria pensa diferente. De acordo com seu website, o grupo “América precisa de Fátima” reuniu mais de 13.500 assinaturas em uma petição formal. Eles desejam proibir a exibição do que classificam como uma “brincadeira b homossexual blasfema” e exige um “pedido de desculpas público a Nosso Senhor Jesus Cristo e todos os americanos tementes a Deus.”

O grupo não aceita ver Jesus na peça “supostamente” tendo “relações sexuais” com seus apóstolos. O documentário, intitulado “Corpus Christi: Brincando com a redenção”, registrou atores e produtores que montaram a primeira versão teatral do texto de Terrence McNally, de 1998. “Corpus Christi”, mostra Jesus vivendo na década de 1950 no Estado americano do Texas. Não há cenas de relações sexuais explícitas, mas os diálogos deixam claro que há uma relação homossexual sendo retratada.

Um porta-voz dos que defendem a exibição do filme, diz que os atores já foram vítimas de “ameaças” de bomba, e-mails ofensivos, comentários discriminatórios no YouTube e inclusive assédio moral da mãe do diretor. Em um comunicado, os produtores disseram que agradecem o apoio daqueles que defendes a diversidade.

“Não temos dúvida que a mensagem do amor inclusivo de Deus pelas pessoas LGBT revelada em “Corpus Christi” vai abafar as expressões de ódio daqueles que atacam a peça e o filme sem nunca o terem visto”, disse o diretor Nic Arnzen.

O senador Leno disse que o assunto “não é fácil”, mas que “na mesma medida que é difícil, também é importante.” Sobre as ameaças de bomba feitas ao teatro, disse que “Preciso colocar isso na mesma categoria dos extremistas muçulmanos. Este é um aspecto infeliz da religião, e digo isso como uma pessoa de fé.”

A exibição de domingo do documentário será complementada por apresentações da peça em diferentes lugares de San Francisco. A cidade testemunhou na última Páscoa um concurso para escolher o sósia gay de Jesus mais “gostosão”.

Traduzido e adaptado de SF Examiner

Fonte: Gospel Prime

Serial Killers Homossexual sodomizou, estuprou, estrangulou e decapitou mais de 200 crianças.

Gilles de Rais lutava contra os ingleses, servindo muitas vezes ao lado de Joana d’Arc. Um ano depois dela ser queimada na fogueira, Rais se aposentou do serviço militar e retornou ao castelo de sua família, em Machecoul.

Lá, Rais começou uma campanha de assassinatos sádicos, matando entre 60 e 200 crianças. Ele preferia meninos com idades entre 6 e 18 anos. Suas vítimas tinham geralmente olhos azuis e cabelos loiros, e eram raptadas da vila de Machecoul e zonas circundantes, ou atraídos para o seu castelo.

Rais tinha uma câmara especialmente construída para manter suas vítimas. Além dos atos sexuais, ele matava usando uma variedade de métodos que incluía decapitação, desmembramento e estripação.

Também divertia-se observando seus servos “destrinchando” os corpos dos meninos e masturbava-se sobre suas entranhas.

Sua primeira vítima foi um mensageiro de 12 anos, enforcado pelo pescoço em um gancho de metal, e estuprado antes de ser morto. Mais e mais crianças começaram a desaparecer e uma suspeita surgiu. Infelizmente, os moradores tinham medo de ir contra um dos homens mais poderosos da França.

Depois de alguma dificuldade, um caso foi finalmente criado contra ele. Rais declarou em seu julgamento que admirava as cabeças e partes de corpo de suas vítimas. Ele foi preso em setembro de 1440, e indiciado por 34 acusações de assassinato.

Ele acabaria por confessar os assassinatos sob a ameaça de tortura. Foi considerado culpado de assassinato, sodomia e heresia. Foi enforcado e depois queimado em 16 de outubro de 1440, juntamente com dois de seus servos.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Luis Mott e Tony Reis, unidos desde 2007 para prejudicar Júlio Severo, o Defensor da Família Cristã Exilado.


VEJA O CONCLUIO EXISTENTE ENTRE DR. LUIZ MOTT (Grupo Gay da Bahia) e TONI REIS ( ABGLT)


—– Original Message —–

From: Luiz Mott


Cc: Toni Reis

Sent: Monday, November 26, 2007 8:21 AM

Subject: PARABENS ABGLT – Denuncia Julio Severo – Ministério Público

Toni e colegas

estamos todos orgulhosos da ABGLT pela denuncia contra este nosso arquiinimigo Julio Severo.

Tomara que seja condenado a prisão perpétua em Sodoma e Gomorra…

Mott

A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) denunciou na Procuradoria Regional (São Paulo) dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal o senhor Julio Severo (conforme oficio abaixo) por manter um site que incita a violência contra a comunidade GLBT.

Ofício PR 240/2007 (TR/dh) Curitiba, 26 de novembro de 2007

Prezada Senhora

Assunto: Solicitação de tomada de providências

A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) é uma instituição nacional com 203 organizações afiliadas, e cuja missão é “promover a cidadania e defender os direitos de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais, contribuindo para a construção de uma democracia sem quaisquer formas de discriminação, afirmando a livre orientação sexual e identidades de gênero”.

Neste sentido, há muito tempo vêm sendo veiculados no endereçohttp://juliosevero.blogspot.com/ na internet, textos de incitação ao ódio aos homossexuais, entre outros. Basta olhar os títulos dos textos no menu direito da página em questão para ter uma noção dos conteúdos, bem como a freqüência com que são veiculados.

Segue anexo um texto veiculado nos últimos dias, intitulado “O que está levando a minoria homossexual a prevalecer sobre a maioria cristã”, que foi levado à nossa atenção por uma das nossas organizações afiliadas, o Grupo Gay da Bahia. Além de citar o site do autor como fonte, o texto também está sendo veiculado no site http://www.vinacc.com.br/

Solicitamos providências no sentido de requerer a retirada do ar dos textos discriminatórios, bem como responsabilizar judicialmente seus autores.

Na expectativa de sermos atendidos, estamos à disposição.

Atenciosamente

Toni Reis Cris Simões

Presidente Secretária de Direitos Humanos

À: Sra. Adriana da Silva Fernandes

Procuradora Regional dos Direitos do Cidadão
Fonte: ADHT - Defesa Hétero
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...