quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Jornalista Cristão da Gazeta do Povo é ameaçado de Morte por Ativistas Gays, por expressar sua opinião sobre Adoção.





































O Ódio da minoria barulhenta dos Ativistas Gays, que criaram uma página no Facebook dedicada a combater, traçar metas e planos para não só retirar o colunista do Jornal onde trabalha, como atentar também contra a sua vida, se dá pelo fato do Jornalista ter escrito em sua coluna no Jornal Gazeta do Povo o artigo intitulado "Perversão da Adoção", texto cristão e cristalino que os que dele tomam ciência, crêem que para nossos dias, só pode ter vindo de um herói. Segue o texto:


"Nada é mais cruel que crianças em bando, especialmente na escola. Afinal, uma das coisas que a escola – com seus uniformes, sua separação por idade etc. – ensina é a rejeitar o diferente. Uma criança que tenha qualquer diferença vai certamente sofrer bastante, por mais que professorinhas bem-intencionadas tentem lutar contra o “bule”, a chaleira e a leiteira. Esse comportamento, que já é parte da natureza humana, é exacerbado na escola.

Pois agora, além dos problemas de sempre – gordurinhas a mais ou a menos, cor de cabelo, espinhas, nomes estranhos... –, o STJ acaba de acrescentar mais um, ao fazer com que um pobre menino, já vitimado pelo medonho sistema de “abrigos” para órfãos, se veja com uma certidão de nascimento em que constam dois “pais”. Ele foi entregue em adoção formal a dois homens.

Os pais de uma criança já esticam ao limite seus poderes naturais ao criar empecilhos para os filhos. Conheço uma moça que há décadas (é, não é tão moça assim) tem de explicar que se chama Kristiany, com “k” no começo e “y” no fim.

Uma mãe até pode entregar seus filhos para que uma dupla de amigos do mesmo sexo ou uma comunidade religiosa ou hippie os crie. Ela vai estar criando uma dificuldade para a criança, mas ainda estará dentro dos limites de seu poder de mãe. Esticando-os, é verdade, mas dentro dos limites.

Quando o Estado o faz, contudo, não está mais agindo dentro de seus limites. O Estado não pode registrar como “mães” de uma criança todas as freiras de um convento em que ela seja criada, nem como “pais” uma dupla do mesmo sexo. Uma certidão de nascimento em que constem os nomes do pai e mãe adotivos é uma mentira piedosa, que serve para evitar constrangimentos.

Por outro lado, por mais que haja quem tente “desconstruir a família tradicional”, continua sendo biologicamente impossível ser filho de 20 freiras ou dois barbados. Uma certidão em que constem dois “pais” e nenhuma mãe – ou 20 “mães” e nenhum pai – é um absurdo patente, um abuso de autoridade por parte do Estado. O Estado reconhece a família porque é nela que a vida é gerada. Um homem e uma mulher se unem, geram filhos e os criam, e é do interesse de toda a sociedade que isso funcione bem. Quando falta uma família, o Estado pode entregar a criança a outra família, que a adota como nela houvesse nascido. Conventos, comunidades hippies e uniões de pessoas do mesmo sexo, contudo, podem ser modos de convívio agradáveis para quem neles toma parte, mas certamente não são famílias. Isso é abuso, não adoção."
"Devemos apoiar Carlos Ramalhete"

Fonte: Gazeta do Povo


Entre no Perfil do Facebook do Carlos Ramalhete e na página que seus amigos criaram e sejamos solidários com o mesmo. Este inclusive é o pedido que tem feito o Profº Olavo de Carvalho em sua defesa. Carlos comenta os fatos vividos e traça coordenadas de defesa logo abaixo.


 "Você pode nunca ter lido um artigo de Carlos Ramalhete.

Você pode não concordar com seu pensamento conservador, clássico, cristão.

Mas se você souber que uma sociedade plenamente democrática, pluralista, tolerante, se faz com liberdade, com confronto de idéias, com respeito as diferenças, vai entender por que o silenciamento de Carlos Ramalhete é tão perigoso. Graças aos seus posicionamentos a favor da família, a favor da vida do início ao seu fim natural, a favor do casa
mento tradicional, Carlos Ramalhete vem enfrentando uma forte pressão que visa a sua retirada do jornal Gazeta do Povo.

Sua FanPage está sofrendo inundações de críticas, ( https://www.facebook.com/pages/Carlos-Ramalhete/140532172691065 ) um evento e uma página em seu repúdio foi criado ( https://www.facebook.com/events/275179932597524/), e pela simples razão de que este escritor diz o que todo brasileiro cristão conservador gostaria de dizer, Carlos Ramalhete pode se tornar a próxima vítima da ditadura do relativismo. Não basta terem 99% da mídia nas mãos, enquanto todas as vozes não forem silenciadas, as minorias LGBT, pró-aborto, feminista, não descansarão.

Dê um "LIKE" e divulgue a página Ramalhete Livre a todos os seu contatos e ajude a mostrar que ainda somos maioria nesse país, que não temos medo de pensar, tampouco de nos expressar. Quanto mais "LIKES" tivermos, maiores as chances de preservarmos o espaço precioso desta, que é uma das últimas vozes conservadoras do Brasil."

Abaixo a Ditadura Homossexual!!! 



Terremotos assustam Homossexuais da California, a Sodoma da América. É só uma amostra grátis.

Sismógrafo

Enquanto a grande mídia destaca a chegada do furacão Isaac, um estranho fenômeno está afetando a vida de centenas de pessoas nos Estados Unidos.

A cidade norte-americana de Brawley declarou estado de emergência, devido a grande quantidade de tremores de terra registrada nos últimos dias, informou nesta quarta-feira, dia 29 de agosto, a Imperial Valley Press.

Brawley faz parte do Imperial Villey, região muito afetada pelos seguidos terremotos, no sul da Califórnia. Segundo o Serviço Geológico dos EUA (USGS), os abalos variam de 2 a 4 graus na escala Richter, sendo que os tremores mais fortes de 5,3 e 5,5 de magnitude aconteceram no domingo.

As autoridades da cidade norte-americana decidiram declarar estado de emergência para reparar os danos causados pelos fenômenos sísmicos. Cerca de 20 residências sofreram abalos em suas estruturas, assim como lojas e escritórios. Os tremores também causaram danos em três edifícios construídos em 1930. Bombeiros informaram a imprensa local que algumas crateras se formaram no meio das estradas e que várias tubulações de água e gás foram rompidas pelos abalos.

Uma base da Cruz Vermelha em uma escola abriga dezenas de pessaos que não podem voltar para suas casas, por medida de segurança.

Segundo o jornal Los Angles Times, os cientisas não sabem exatamente o que está acontecendo na Califórnia, mas sugerem que os eventos podem estar sendo provocados por falhas em placas tectônicas.

O USGS informa que mais de 450 tremores de terra foram registrados no sul do estado norte-americano.

Nesta quarta-feira, um terremoto de magnitude 4,5 atingiu a cidade de Orange County.

IAnotícia
 
Fonte: Anotícia

Já imaginou um Homossexual enfiando o Braço no ânus desse teu filho amado, que por ele você tanto sofreu? Você não, mas os Ativistas Gays já e é o que mais desejam. Descubra tal plano no Livro "A ESTRATÉGIA."



E ai, já imaginou...esse teu filho tão lindo que por ele você tanto sofreu, durante o parto, as noites de sono, para amamentá-lo, as doenças, as várias idas ao médico, as constantes preocupações, todas superadas com esse teu amor colossal de Mãe e Pai...já imaginou agora esses Sodomitas enfiando a Mão e o Braço no ânus desse teu filho amado e fazendo ele engolir esperma? Hein?

Hadadd, tô avisando, deixa esse Kit-Gay no lixo!


quarta-feira, 29 de agosto de 2012

O Brasil escolhe uma Mulher, Viviane Araújo, ao invés do Travestí Léo Áquila na Fazenda, provando a ilusão dos Gays sobre apoio popular às suas causas.

29/08/2012 23h58 (Atualizado em 29/08/2012 23h59)
Viviane chora ao ler a Bíblia. Léo Áquila fala mal dos Cristãos.



Reprodução/Rede Record

Atriz certamente será lembrada para sempre pelos fãs do programa

Com 84% dos votos é a grande campeã da quinta temporada da Fazenda.

Na grande final, a peoa enfrentou Léo Áquilla e Felipe Folgosi. A carioca, aliás, passou por muitas dificuldades para chegar à decisão.

A atriz voltou da Roça quatro vezes, derrotando Lui Mendes, Angela Bismarchi, Robertha Portella e Nicole Bahls.

Além de ter sido a participante que mais vezes correu o risco de ser eliminada, ao lado de Nicole Bahls, Viviane também foi quem permaneceu no celeiro por mais tempo. A competidora foi para o local em cinco ocasiões, sendo que na primeira vez, a rainha de bateria ficou oito dias no depósito.

Viviane também mostrou ser uma mulher bem guerreira e venceu a Prova da Chave duas vezes. A musa do Carnaval, inclusive, ganhou a Prova da Chave de Ouro e conquistou o poder supremo. Nesta oportunidade, a beldade tomou uma decisão surpreendente e se indicou para a Roça com Léo Áquilla e Robertha Portella.

A carioca ainda se envolveu em fortes discussões com Nicole Bahls. As duas protagonizaram as maiores brigas desta edição, mas na reta final do jogo deixaram a rivalidade de lado e tiveram bons momentos juntas.

Viviane também teve alguns atritos com Simone Sampaio, mas que foram rapidamente superados. Já no quesito amizade, a confinada criou um laço belíssimo com Gretchen. Aliás, o momento em que Viviane mais se abalou emocionalmente no jogo foi quando a cantora desistiu do reality.

Após 93 dias de confinamento, Viviane volta para a cidade grande com o prêmio de R$ 2 milhões, um smartphone, um MP3, um tablet e um kit esportivo, composto por patins, skate e bicicleta.

A peoa agora entra na seleta lista de vencedores da Fazenda, ao lado de Dado Dolabella, Karina Bacchi, Daniel Bueno e Joana Machado.
Fonte: R7

Enquete: Para Presidente em 2014, quem teria mais coragem e chances de deter a HomoComunização do Brasil? Vote na Enquete ao lado.

Para Deter a Comunização do nosso país, a Homossexualização de nossas famílias e nossas crianças com Kit-Gay, a humilhação das nossas Forças Armadas, a entrega das nossas riquezas, especialmente da Amazônia, e combater o Flagelo Homoativista Internacional que deseja destruir a Milenar Cultura Heterossexual com famílias constituidas por Pai, Mãe e Filhos. Para você qual é o candidato que tem mais Coragem e mais chances de lutar contra esses Homoterroristas e vencê-los?
                                               
                                                          



Decálogo 'infernal', os 10 mandamentos da ideologia comunista, que inspira o movimento gay.

Imagem: liciomaciel.wordpress.com

Já está na Web e causando bastante polêmica o possível "DECÁLOGO 'INFERNAL'" escrito pelo Revolucionário Comunista Vladimir Lênin em 1913. O decálogo oferece estratégias para tomada do poder. A discussão em fóruns na internet está bastante intensa, sendo que alguns historiadores dizem que o decálogo foi escrito em 1901 e outros dizem que tal decálogo nem mesmo foi escrito por Lênin.
Provavelmente escrito em 1913 pelo Líder revolucionário russo Vladimir Lênin, o pai do comunismo (Sistema Governamental Ateísta). Notem como fica aqui bem observado -, que qualquer semelhança com populistas ditadores como Hugo Chávez, Fidel Castro, Evo Moralez, Uribe, etc e com contecimentos atuais e recentes, quase 100 anos depois , não é mera coincidência:
1 – Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual. 
2 – Infiltre e depois controle todos os meios de comunicações.
 
3 – Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os às discussões sobre assuntos sociais. 
4 – Destrua a confiança do povo em seus líderes.
5 – Fale sempre em Democracia e em Estado de Direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o poder sem qualquer escrúpulo. 
6 – Colabore para o esbanjamento do dinheiro público, coloque em
descrédito a imagem do País, especialmente no exterior, e provoque o pânico e o desassossego na população por meio de inflação. 
7 – Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País.
8 – Promova distúrbio e contribua para que às autoridades constituídas não as coíbam. 
9 – Colabore para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes.
10 Procure catalogar todos aqueles que têm armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência.
 
“O mais assustador de tudo isso, é que a maioria das pessoas, principalmente as menos esclarecidas, vêem toda essa imoralidade apenas sob o aspecto financeiro, não percebendo que o principal objetivo, é um elaborado plano que visa destruir as nossas instituições. Instituições como a FAMÍLIA, o ESTADO DE DIREITO, o BEM PÚBLICO, a RELIGIÃO etc. São os “pilares que sustentam uma verdadeira DEMOCRACIA.”
Se hoje em dia, Lamarca, por exemplo, é visto como herói, é mais uma das distorções presentes no país que vivemos. Você poderá achar que tudo isso não tem absolutamente nada a ver com a nossa vida, com nossa família, mas pode acreditar, tem muito a ver com o futuro de nosso País, de nossos filhos, de nossos netos.

Fonte: Desconstruindo o Comunismo

Soldados Homossexuais Ingleses tiram a roupa em apoio a nudez de sua Alteza, Princeza Harry (Dn. 11:36) Olhem bem os que espalham dor e sofrimento na terra com as guerras.

Príncipe Harry lambendo peito de amigo.
O príncipe Harry causou mais um escândalo por dar uma festa em um hotel de Las Vegas (EUA). Harry estava nu e as fotos vazaram na internet e causaram mais um abalo na imagem do membro da família real britânica. Mas parece que algumas pessoas resolveram apoiá-lo nesta situação.

Soldados britânicos em serviço no Afeganistão fizeram fotos nus e postaram as imagens no Facebook como uma maneira de manifestar apoio à Harry. Eles criaram um grupo na rede social chamado Support Prince Harry With A Naked Salute (apoie Harry com uma continência nua). Até algumas esposas e namoradas dos soldados entraram na brincadeira.

Até agora, mais de 13 mil pessoas já aderiram ao grupo no Facebook. O companheirismo dos militares para com o príncipe tem uma explicação: Harry é piloto de helicóptero do Exército britânico. Por conta da estripulia, ele tomou uma reprimenda dos superiores. (vi no jornal irlandês Independent)
Foto: Facebook
Foto: Facebook
Foto: Facebook

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Fale-me mais do seu silêncio traidor...


Viado Louco senta no Colo do Futuro Presidente do Brasil Jair Bolsonaro.

Ontem por sorte eu estava com a TV ligada no CQC quando mostraram a cena de um viado, que deve ser daquele tipo bicha louca que faz questão de soltar a franga tentando chamar toda atenção possível, sentando no colo do Jair Bolsonaro em algum programa de TV ao vivo...

Pois vejam como são as coisas, esse bando de bicha invade a Av. Paulista e outras avenidas no mundo inteiro com suas paradas gays, exigindo respeito. Mas vejam só o respeito que eles tem pelos outros. Esse ano colocaram figuras de santos católicos em paródias gays em cartazes em São Paulo. Fizeram um boneco do Bolsonaro com uma mordaça gay, a ilustração perfeita do que eles pretendem com o PLC 122.


mordaça gay
Hoje em dia não se pode falar po... nenhuma contra viado. Começou com a civilizada regra social do politicamente correto, que logo se tornou uma ditadura. Simplesmente usar as palavras bicha louca, viado, entre outras, basta para esses po... fazerem um escândalo.

Exigem respeito, mas na minha opinião, respeito não se exige, se conquista. Quem não sabe respeitar não merece respeito, muito simples. Respeito é uma via de mão dupla, quem sabe respeitar é respeitado, simples assim. Clodovil era o gay mais famoso do Brasil, assumido pelo menos, e era muito respeitado, porque se dava ao respeito. Clodovil não ficava com essa putaria. Nem gostava desses movimentos gays escandalosos, não fazia apologia do homossexualismo. Nunca precisou exigir respeito por ser gay.

Agora essas bichas fazem essas paradas escandalosas, com intenção de chocar mesmo, e exigem respeito. Uma bicha louca dessa senta no colo do Bolsonaro, uma atitude de extremo mal gosto e falta de respeito, com a intenção de provocar e causar polêmica. Depois esse bando de putos faz escandalo porque o Bolsonaro tem coragem de falar umas verdades que hoje é preciso ter coragem pra dizer. Porque dizer verdades hoje é errado, nessa sociedade desmoralizada.

Não assisti o tal pragrama, nem estava prestando muita atenção no CQC, mas tenho certeza de que essa atitude foi proposital e planejada. Tenho certeza que as bichas loucas que planejaram esse golpe contra o Bolsonaro sonhavam com uma reação furiosa desse homem honrado, que se mostrou paciente e muito educado, ao contrário do bicha que não teve respeito. Sem dúvida sonhavam que o Bolsonaro desse uma boa porrada no desgraçado, que fez por merecer.

Uma provocação para tirar proveito político e atacar a imagem de Bolsonaro, que começa a ganhar força e crescer na opinião pública, pelo menos das pessoas que ainda tem moral nesse país, como futuro Presidente da República. Mais um tiro que saiu pela culatra, Bolsonaro mostrou respeito, ao contrário daqueles que o atacam, como aquela mulherzinha de baixo nível de educação que o atacou no Congresso, não lembro o nome dela, nem se é senadora ou deputada... mais um caso de clara quebra de decoro parlamentar, se ela não for cassada, pode fechar o tal Conselho de Ética, seria mais elegante do que essa palhaçada.

Bolsonaro, continue assim, dando exemplo de moral e educação, enquanto essa corja gayzista demonstra que não merece respeito, bando de bicha louca e viado mesmo, não merecem respeito.


BOLSONARO PRESIDENTE

mentira, calúnia e difamação da corja gayzista contra o honrado Silas Malafaia

total falta de respeito da corja gayzista contra a igreja Católica... vão exigir respeito no inferno


BOLSONARO (PP-RJ) x Maria do Rosário (PT-RS)


                                                Jair Bolsonaro critica Maria do Rosário





                                                         Bolsonaro agredido, VEJA!




BOLSONARO PRESIDENTE !!!
Bolsonaro - Direita com Orgulho


Facebook bloqueia pela 6ª Ativista Pró-Família Ricardo Ribeiro. Obrigado aos boiólas da California por deixarem cair a máscara.

 A PROVA ABAIXO, 
O "CASAL" DE POMBINHOS

Dono do Facebook e seu namorado são os maiores líderes LGBT do mundo
Postado por 5ª Diversidade , às 15:57


De acordo com a revista norte-americana "Advocate", que publicou uma lista com os principais líderes LGBT com menos de 40 anos, o co-fundador do Facebook, Chris Hughes e o namorado Sean Eldridge, encabeçam a lista.

Chris tinha 19 anos e estudava em Harvard quando, junto com outros três amigos, fundou o Facebook. Quatro anos depois, já formado, ele se mudou para a Califórnia e com os sócios tornaram a rede social um dos fenômenos dos tempos atuais.

Agora, aos 27 anos, Hughes não está mais envolvido com o Facebook, exceto como usuário e um dos principais acionistas, o que lhe rendeu uma fortuna.

O casal, que se conheceu em 2005, tem esperança de se casar em Nova York. Por conta de sua participação de pouco mais de 1% no Facebook, Chris Hughes tem um patrimônio líquido de US$ 700 milhões, o que o torna o gay mais rico do mundo com menos de 30 anos.

GAY.1

Google Pró-Homossexual está colocando, Ditatorialmente, Links Gays neste Blog Pró-Família. Se você ver algum link que leve a páginas gays, que não tenha conexão com as denúncias das matérias, saiba que é imposição Gayzista, passível de Ação Judicial que ora estudamos.


segunda-feira, 27 de agosto de 2012

"Ideologia de Gênero: neototalitarismo e a morte da família", livro do Advogado Argentino Jorge Scala ora entrevistado.

Ideologia de Gênero: neototalitarismo e a morte da família

Entrevista com Jorge Scala

Por Thácio Siqueira
BRASILIA, terça-feira, 31 de janeiro de 2012 (ZENIT.org).- O livro “Ideologia de Gênero: neototalitarismo e a morte da família”, cuja versão em português esteve aos cuidados da editora Katechesis, é um livro do advogado pró-vida, argentino, Jorge Scala, lançado no Brasil em Outubro do ano passado. Zenit entrevistou o autor, que nos explicou brevemente o significado do seu livro e os perigos desta ideologia nas nossas sociedades.

Por que um livro sobre a ideologia de gênero?

A razão é simples: a ONU criou uma Agência do Gênero. Essa agência se dedica a controlar que todos os organismos e programas da ONU incluam o gênero. Por sua vez, a União Européia e o Banco Mundial condicionam os empréstimos para o desenvolvimento dos países pobres, por cláusulas da difusão de Gênero. Finalmente, se incorporou o gênero no sistema educacional dos nossos países. Dado tudo isto, é necessário investigar o que é o gênero.

O que significa dizer que a ideologia de gênero é uma ideologia e não uma teoria ou uma descoberta científica?

Uma teoria é uma hipótese verificada experimentalmente. Uma ideologia é um corpo fechado de idéias, que parte de um pressuposto básico falso – que por isto deve impor-se evitando toda análise racional -, e então vão surgindo as conseqüências lógicas desse princípio falso. As ideologias se impõem utilizando o sistema educacional formal (escola e universidade) e não formal (meios de propaganda), como fizeram os nazistas e os marxistas.

O que é, então, a ideologia do gênero? Como você a descreveria para nossos leitores?

Seu fundamento principal e falso é este: o sexo seria o aspecto biológico do ser humano, e o gênero seria a construção social ou cultural do sexo. Ou seja, que cada um seria absolutamente livre, sem condicionamento algum, nem sequer o biológico -, para determinar seu próprio gênero, dando-lhe o conteúdo que quiser e mudando de gênero quantas vezes quiser.

Agora, se isso fosse verdade, não haveria diferenças entre homem e mulher – exceto as biológicas -; qualquer tipo de união entre os sexos seria social e moralmente boas, e todas seriam matrimônio; cada  tipo de matrimônio levaria a um novo tipo de família; o aborto seria um direito humano inalienável da mulher, já que somente ela é que fica grávida; etc. Tudo isso é tão absurdo, que só pode ser imposto com uma espécie de "lavagem cerebral" global.

Você, em seu livro, a chama de “ideologia totalitária”. Há alguma relação com as ideologias totalitárias que a humanidade tem experimentado na história? Ou é um passo para chegar a estas situações de políticas totalitárias?

O gênero destrói a estrutura antropológica íntima do ser humano, por tanto quem fique à mercê dessa ideologia o fará “voluntariamente”. Não é mais do que uma ferramenta de poder global que, se imposta, levará a um regime totalitário – ainda quando haja eleições e partidos políticos como na Alemanha nazista -. Em contraste, nas outras ideologias conhecidas, o Estado dominava - ou domina como na Coréia do Norte ou em Cuba - pela força bruta.

Parece uma ideologia que entra nos países pelo aspecto legal e jurisdicional. Não será a falta de reconhecer uma lei natural, e a adoção do positivismo, os alicerces deste totalitarismo?

O problema parece mais profundo e complexo. O ethos é aquilo que um povo estima o que está bem e o que está mal, desde as profundezas do seu coração, não importando o que digam as leis e até mesmo o que cada um faça na própria vida. O problema é que o Ocidente perdeu o seu ethos comum, até 30 ou 40 anos atrás, era o cristianismo. O liberalismo fez que muitas pessoas acreditassem que a moral fosse um assunto privado de cada pessoa. Então, para alguns, é bom mentir, roubar, matar e fornicar - em certas circunstâncias -; e como todas as opiniões são iguais, a única maneira de viver em sociedade é que as leis “imponham” um certo ethos, que deve ser aceito por todos, sob certas penalidades. Por isso, nos nossos parlamentos promove-se todos os tipos de leis de gênero. Busca-se com elas que – junto com a educação -, formem o novo ethos dos nossos povos. E se o gênero se converte em ethos, o sistema totalitário funcionará plenamente.

A teoria do gênero é totalitária, mas não vemos ninguém perdendo as suas vidas. Então, por que ter medo de algo que não passa de leis e de idéias? Não é melhor respeitar a opinião de cada um?

Em 2010 a Espanha reformou a sua lei do aborto conforme a ideologia do gênero, considerando-o "direito humano" essencial da mulher. Naquele ano houve 113.031 abortos na Espanha. Essa "lei" e essa "idéia" mataram - só na Espanha e só nesse ano -, muitas pessoas. Não é pra ter medo da ideologia do gênero, mas é necessário enfrentá-la no campo das idéias, que é onde ela pode ser vencida mais facilmente.
Sempre é necessário respeitar as pessoas - independentemente dos seus pensamentos-. No entanto, as opiniões não se respeitam: se discernem. O livro ajudará o leitor a fazer seu próprio discernimento sobre o gênero.

Qual é, então, as conseqüências para nossos filhos, para a próxima geração?

Eu respondo com um fato real. Dei uma palestra sobre esta ideologia, a todos os professores de uma cidade de 7.000 habitantes, numa área rural da minha província. Gente simples e trabalhadora. Ao concluí-la, uma professora comentou em voz alta: 'Agora eu entendo porque há alguns dias atrás meu filho de 7 anos me perguntou: mamãe eu sou menino ou menina ...? As pessoas formadas e maduras estão imunes dessa ideologia, mas se a permitirmos penetrar nas crianças desde tenra idade - cinema, rádio, TV, escola, revistas -, em muitos casos, teremos que lamentar com o tempo tragédias de todo tipo.

"Onde haja um homem – mulher ou varão - , sua inteligência buscará a verdade, sua vontade tentará amar e autodirigir-se para o bem ", é o que você afirma no seu livro. Qual seria a melhor maneira de combater esta e outras ideologias semelhantes que tendem a penetrar nas Constituições e leis dos países? É a formação de homens e mulheres verdadeiros? O que significa um homem ou uma mulher verdadeiros?

Ante todas as idéias insalubres ou absurdas que giram pelo mundo atual, o mais importante não são outras idéias que as combatam; Mas sim, testemunhas da verdade. Mulheres e homens sinceros, de carne e osso. A mulher é a mãe, ou seja: o amor incondicional e que sempre está presente. O varão é o pai, ou seja: a autoridade, o amor que põe limites e condições, para tirar o melhor de si de cada um. Ambos amores são necessários para chegar à maturidade humana. Conhecer um homem e uma mulher assim, é a melhor "vacina" contra a ideologia do gênero.

Todo o dinheiro da venda desse livro no Brasil é revertido para o movimento Pró-vida do Brasil. O livro é distribuído no Brasil pelo Prof Felipe Nery (proffnery@hotmail.com)

Jorge Scala - Argentino. Advogado. Professor de Bioética na Universidad Libre Internacional de las Américas. Professor honorário da Universidad Ricardo Palma. Prêmio Thomas More do Instituto Tomas Moro. Prêmio João Paulo II à defesa da vida da Universidad Fasta. Autor e co-autor de vários livros. Deu mais de 600 palestras em 17 países.

Fonte: Zenit

Sobrinha de Martin Luther King: "Casamento Gay não é um direito Civil"


Martin Luther King, o respeitável ativista dos direitos civis, tinha um lema: "Give us the ballot", "Dê-nos a cédula [de voto]". Ele sustentava que o principal direito civil era o voto. Porém, hoje em dia, vemos os alegados defensores dos direitos civis, contrariando o ícone dos reais direitos civis, negando esse direito ao povo, quando, por exemplo, querem aprovar a legalização de coisas como: aborto, casamento gay, doutrinação homossexual de crianças nas escolas (Kit Gay), passando por cima da vontade popular, via ativismo judiciário ou manobras políticas, sem submeter essas questões ao voto do povo, através de referendos populares.
Alveda King, sobrinha de Martin Luther King, declara, em poucas palavras, o que é óbvio, que casamento gay não é um direito civil. Ativista dos direitos civis, Alveda King, também é pró-vida, contrária ao aborto. É bom saber que a família Luhter King nunca se deixou cooptar pelos gayzistas.


"A questão de raça ... existe uma raça no planeta e esta é a raça humana. E de um único sangue todos são feitos. Então, dizer que pessoas não podem casar com com alguém de diferente cor de pele é contra o entendimento fundamental de que somos uma raça. Assim, qualquer homem de qualquer pele pode se casar com qualquer mulher de qualquer pele ... agora a questão de dois homens ou duas mulheres se casando, naturalmente, está em oposição direta ao que há lá [na natureza do casamento]. Portanto, não é um direito civil"
Fonte: SCA

Ateus revelam e repudiam Agenda Gay cujo obejtivo é exterminar a Heterossexualidade.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

A Agenda Gayzista, segundo ativista gay americano

Jean Wyllys, parlamentar, líder do ativismo político gay no Brasil; PSOL, partido que consagra a "causa gay" no seu conteúdo programático

A leitura do texto a seguir é recomendada principalmente a todos os que apóiam a "causa gay" e acham que são meros mitos alarmistas os alertas dos conservadores acerca dos perigos do movimento gay. Escrito por um gayzista americano, ele mostra bem nitidamente qual é a real intenção do movimento gay.
------------------------------------
"Iremos sodomizar seus filhos [...] vamos seduzi-los nos seus colégios, nos seus dormitórios, nos seus ginásios esportivos, nos seus vestiários, nas suas quadras, nos seus seminários, nos seus grupos de jovens, nos banheiros dos seus cinemas, nos seus transportes do exército, nos seus pontos de caminhoneiros, nos seus clubes masculinos, nas suas Câmaras do Congresso, onde estiverem homens juntos com homens. [...] Seus filhos serão recriados à nossa imagem. Virão a ansiar por nós e a nos adorar.

Mulheres, vocês choram por liberdade. Vocês dizem que não estão mais satisfeitas com os homens; eles as fazem infelizes. Nós, conhecedores da face masculina, da psique masculina, tiraremos seus homens de vocês. Nós os divertiremos, os instruiremos e os abraçaremos quando chorarem. [...]

Todas as leis que proíbam atividades homossexuais serão revogadas. Em vez disso, será aprovada legislação que promova o amor entre homens. [...]

Escreveremos poemas sobre o amor entre homens; exibiremos peças teatrais onde um homem afaga carinhosamente outro homem; faremos filmes sobre o amor entre os homens heróis que substituirão o amor heterossexual juvenil, insípido, sentimental, superficial e barato que atualmente domina e enlouquece suas telas de cinemas. [...]

Nossos escritores e artistas farão que o amor entre homens seja um modismo. [...] Nós levantaremos um vasto exército particular. [...] A união familiar [...] será abolida. [...] Meninos perfeitos serão concebidos e crescerão em laboratórios genéticos. [...]

Todas as igrejas que nos condenam serão fechadas. Nossos únicos deuses serão moços bonitos. [...] Todos os homens que insistem em permanecer estupidamente heterossexuais, serão julgados em cortes de justiça homossexuais e serão homens invisíveis.

Reescreveremos a história, história cheia e desonrada com suas distorções e mentiras heterossexuais. Nós retrataremos a homossexualidade dos grandes líderes e pensadores que moldaram o mundo. Demonstraremos que homossexualidade, inteligência e imaginação estão inextricavelmente ligadas, e que a homossexualidade é um requisito da nobreza verdadeira, da beleza verdadeira em um homem. [...]

Nós também somos capazes de disparar armas de fogo [...] na revolução final. Trema, hetero suíno, quando aparecermos diante de você sem nossas máscaras". 
Autor: ativista gayzista Michael Swift
Fonte: Trechos do artigo "O Revolucionário Gay", do periódico Gay Community News, publicado entre 15 - 21 de fevereiro de 1987
------------------------------------
O movimento gayzista internacional está querendo nos impor pontualmente esta agenda política aqui no Brasil, através de seus representantes. No momento, a principal meta deles é "sodomizar seus filhos". A implantação do homossexualismo nas escolas brasileiras para eles é estratégica. Há alguns deles até que declaram publicamente pegar "armas de fogo", se for preciso.


Já estão, inclusive, introduzindo estes interesses gayzistas internacionais em livros didáticos adotados pelo MEC - Ministério da Educação. Nem escondem mais, contêm abertamente conteúdo homossexualizante.

E aí, caro irmão? Você, inocentemente, ainda acha que eles querem apenas combater a alegada violência contra os gays? Vais continuar dando moral a essa gente que é financiada por ricas fundações internacionais para impor estas coisas ao nosso povo?
 

sábado, 25 de agosto de 2012

Ações heterofóbicas dos Gays irrompem Brasil afora com violência e sangue.

sábado, 25 de agosto de 2012

Título original: 

"Ações heterofóbicas irrompem Brasil afora"

A ideologia gay tem funcionado como catalisador de ações destinadas a coagir os heterossexuais, castrando-os em sua liberdade de auto-determinação e despojando-os de seus espaços e direitos.

Estas ações se exteriorizam em grau diversificado, desde um modo mais civilizado até o mais bárbaro; de um modo sorrateiro até o mais ostensivo.

Encorajados pela ideologia gay, que quer passar como um trator sobre a população normal, desrespeitando todos os seus direitos civis, estes fenômenos assim-chamados "heteróbicos" têm irrompido Brasil afora.

Vamos destacar os mais recentes acontecimentos desta natureza.

Em Itabira, Minas Gerais, somos contados que "um soldador de 42 anos foi vítima de espancamento na madrugada de Domingo passado, 19 de Agosto, depois de rejeitar uma proposta para um programa homossexual. Ele contou à Polícia Militar que estava alcoolizado quando encontrou o homem que lhe ofereceu R$150 para que mantivesse relações sexuais com ele. O soldador até chegou a aceitar, mas depois desistiu. Indignado, o homossexual que fez a proposta deu socos e chutes na vítima."

É de se notar que a simples rejeição de um convite homossexual, ensejou da parte do gay socos e pontapés direcionados contra um titubeante heterossexual.  Assim, ou o heterossexual aceita as investidas homossexuais, ou simplesmente apanha, como se deu neste caso.

É o intolerante discurso da "igualdade" dos homossexuais, que deve ser aceito na marra, e que na prática funciona como uma faísca para despertar os atos mais hostis contra heterossexuais.  À guisa de exemplo, foi buscando uma utópica "igualdade" que os comunistas impuseram um morticínio sem precedentes.  Os homossexuais estão sendo munidos de uma mesma mentalidade mórbida.

É o caso de uma outra manifestação de intolerância ainda mais grave, que se deu nos EUA.  Esta reportagem de um site protestante nos conta que, em Washington,  um homem ligado ao movimento homossexual abriu fogo, com uma pistola 9 mm, contra a Family Resarch Council, entidade conhecida pela sua defesa à família e por apresentar publicações socialmente desfavoráveis aos homossexuais.

A reportagem nos conta mais sobre o cidadão em questão:

"Detido por um segurança que estava no local e que foi atingido pelos disparos, o homem foi identificado pela policia como Floyd Lee Corkins II, de 28 anos, voluntário de um centro comunitário para gays em Herndon, no Estado da Virginia.

O FBI revelou ainda que Corkins está detido sob acusação de agressão com arma mortal, e que o acusado não possui problemas mentais
."

Podemos observar que os gays cada vez mais mostram seu veneno, intolerantes a toda liberdade de expressão, e não se contentam em querer amordaçar a população com medidas legais ou ações na justiça.  Os militantes homossexuais querem, se preciso, silenciar à bala os seus opositores.

De volta ao Brasil, tomamos conhecimento que o jornalista Carlos Nascimento foi atacado por uma gangue de travestis em São Paulo.  Segundo nos conta o Estado de São Paulo, o jornalista do SBT foi assaltado por um grupo de travestis que invadiu o seu carro, ao parar o carro no trânsito.  Os travestis, então, aproveitaram-se do descuido do jornalista, que deixou as portas destravadas, permitindo sua entrada.

A notícia narra que,

"Ele [Carlos Nascimento] contou à rádio que um travesti ofereceu um programa e ficou furioso ao receber um 'não' como resposta, se jogando em cima do volante.

'Ele tinha uma espécie de punhal, uma faca ou um estilete, ele tirou um objeto e veio para cima de mim. Dei um soco nele e ele recuou. De repente, abriram outras portas do carro e subiram outros dois, também armados e levaram minha bolsa', disse.'

Mesmo após a invasão e a tentativa de assalto, Nascimento disse ter resgatado sua bolsa. 'Fiquei surpreso e indignado. Aquele é um lugar público pelo qual percebi que não posso mais passar'
."

Novamente, a simples rejeição ao assédio homossexual traduz-se em reação hostil e violenta da parte dos cada vez mais ferozes homossexuais.

Sabemos que travestis são homossexuais com distúrbios ainda mais graves, pois nutrem ódio não somente contra os heterossexuais, mas igualmente contra si, já que rebelam-se contra a inexorabilidade de seu sexo.  Querem ser o que nunca serão.  As ações dos travestis não se limitam a práticas mútuas de violência com seus clientes.  Eles têm o costume de organizar-se em bandos para roubar quaisquer pessoas que passam nas imediações de seu trottoir, mesmo não-clientes, o que era o caso de Carlos Nascimento, que, por boa precaução, já evitará transitar naquelas imediações.

Os ativistas gays, sempre adotando um discurso mentiroso, poderiam chamar Carlos Nascimento do que se convencionou chamar de homofóbico ou transfóbico, por assumir de antemão que guardará preconceitos à região dominada por travestis, e que evitará ali circular novamente.  Isso, porém, não é transfobia ou qualquer neologismo do gênero, mas prudência.  Preconceitos (pré-julgamentos) nem sempre assumem feições concretas de intolerância, mas, inversamente, de prudência.  Carlos Nascimento está pré-julgando a região como perigosa para situações futuras.  O passado nos ensina sobre o futuro.  Trata-se de um pré-julgamento porque, da mesma forma que há chances de situações de tal natureza se repetirem, há chances também de não se repetirem.  A ausência de preconceito implica em conspirar contra a própria vida, algo que o homossexual, sobretudo o de rua, faz abundantemente.

E por falar em abundância, uma reportagem do esquerdista Folha de São Paulo nos informa que:

"Um grupo de mulheres organizou um protesto contra o concurso Miss Bumbum nesta quinta-feira em Salvador, na Bahia.

Munidas apenas de biquínis pequenos e sandálias de salto, as mulheres carregavam uma faixa com os dizeres: "Organizadores do Miss Bumbum: Na Bahia tem mulher bonita, não precisa de transexual".

No concurso, o Estado da Bahia será representado pela transexual Amanda Sampaio.
"


Na parte de comentários, há quem afirme que o concurso foi todo preparado para a vitória do transexual, já que o júri do concurso era composto de vários integrantes do movimento gay.  Ali protesta uma leitora indignada com a matéria deste jornal niilista, por debochar das mulheres, afirmando que os gays da redação do jornal ainda aproveitavam para falar em concorrência desleal com o transexual e que as mulheres teriam celulite porque não se cuidavam.

O fato é que a mera presença da transexual num concurso antes exclusivo de mulheres é um ato de marcada heterofobia.  Aquelas mulheres não somente podem protestar, como devem buscar seus direitos na Justiça, se preciso for, pela presença de um vício oculto na competição.

Insatisfeitos em coagir heterossexuais de suas posições morais, religiosas e filosóficas, os homossexuais querem também tomar os seus espaços.  É munido de tal motivação que eles agoram buscam formar "famílias" e "adotar" crianças, pois em assim agindo pulverizam um espaço que antes que era exclusivamente heterossexual.  Estes atos são rigorosamente heterofóbicos, embora muitos não percebam.  Homossexuais, sabemos, são pessoas profundamente individualistas, problemáticas e sem preocupações altruístas, razão pela qual estão sempre imersos na promiscuidade, alavancando os números de contaminação de doenças sexuais.  Antes ambientados entre a marginalidade, os homossexuais hoje querem um espaço que nunca lhes pertenceu, até porque em nenhum momento visavam isso.  Foi a torpe ideologia gay que os estimulou a coagir, hostilizar e agredir os heterossexuais e usurpar os seus espaços.  Depois de abduzir a família, é previsível que queiram dominar todos os demais espaços heterossexuais, o que é o caso destes concursos de miss.

Homossexuais querem o privilégio de livre trânsito entre os espaços homossexuais e heterossexuais e o salvo-conduto para coagir, hostilizar e agredir, o que naturalmente preocupa os heterossexuais, que vão sendo despojados de sua privacidade e de seus direitos mais elementares. Aparentemente, a preocupação das candidatas é digna de risos, mas não.  A preocupação é séria, pois é mais um sintoma de que os heterossexuais estão sendo rebaixados e os homossexuais privilegiados na sociedade ocidental.

Fonte: Roberto Cavalcanti

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Os Senadores que pretendem alterar Código Penal não querem ser incomodados. Desativaram a consulta popular.‏


Para ricardoribeiroconfcap_@hotmail.com
De:Instituto Plinio Corrêa de Oliveira (atendimento@ipco.org.br)
Enviada:sábado, 25 de agosto de 2012 01:30:36
Para: ricardoribeiroconfcap_@hotmail.com


Instituto Plinio Corrêa de Oliveira 

Prezado(a) Ricardo,

Ontem mandei para você um e-mail falando sobre emitirmos nossa opinião a respeito do Novo Código Penal.

Se você tentou mandar a mensagem para o Senado, deve ter percebido que não é possível “colar” no campo “Mensagem” da página do Senado que indicamos, o texto que sugerimos.
Aparece a seguinte mensagem:
Instituto Plinio Corrêa de Oliveira
Isso prova o quanto os senadores estão “preocupados” com a opinião dos brasileiros.
Colocam esse dispositivo exatamente para que ninguém se organize coletivamente e proteste!
Eles querem que você lute sozinho. Que você se sinta um Dom Quixote diante do poderoso moinho do Senado Federal.

Isso é inaceitável!

Eles querem seu voto, mas não querem sua opinião!
Eles gostam de - em período eleitoral - andar pelas ruas com seus bajuladores de plantão, abraçando idosos e crianças, tomam café no botequim da esquina, etc...
Depois de eleitos o que acontece?

DISTANCIAMENTO.
Montam dispositivos para dificultar manifestações dos eleitores, como esse que colocaram no Site do Senado.

Nenhuma mensagem podemos enviar!
Mas nós não desistimos fácil.
Achamos uma brecha e é por ela que iremos passar e levar a mensagem aos senadores.
Você pode enviar a mensagem que escrevemos abaixo na página da Ouvidoria do Senado Federal (aqui).
Segue a mensagem.
Senhores senadores,

Como cidadão brasileiro, contribuinte e eleitor, venho pedir que os Srs. ouçam suas consciências de cristãos e não permitam, em hipótese alguma, que o aborto seja ampliado no Brasil, nem a maconha liberada, muito menos que seja criminalizada a chamada homofobia, tampouco que a pena para o infanticídio seja diminuída.Enfim, que não seja aprovado por esta Casa de Leis nenhum item do Código Penal que contrarie as Leis de Deus e a vontade da grande maioria da população brasileira.

Estaremos atentos e acompanharemos a atuação de cada Senador para sabermos votar de modo mais consciente nos próximos pleitos.

Vamos eleger aqueles que são favoráveis à proteção
da vida.

Com esperança em sua decisão acertada, despeço-me.

(seu nome completo).
Ricardo, posso contar com você para mais esta empreitada?
Eu tenho absoluta certeza que sim, pois não vai lhe custar nada, e, ao fazer isso, você ainda poderá ajudar a:
- salvar milhões de bebês do aborto;
- prevenir o vício das drogas;
- fazer com que não se cometa injustiças penais e muitas outras coisas erradas aos olhos de Deus.
Fale sobre a página de ouvidoria do Senado com todos os que você conhece e peça a eles que também enviem estas sugestões.
O tempo está se esgotando, é a hora de agir.
Cordialmente,
Instituto Plinio Corrêa de Oliveira
Mario Navarro da Costa
Diretor de Campanhas do
Instituto Plinio Corrêa de Oliveira
www.ipco.org.br
PS: Se você ainda não sabe detalhes do Código Penal, não deixe de ver o vídeo de alerta que preparamos: www.diganaoaculturadamorte.com.br
PS2: O novo Projeto de Código Penal contém ainda outros dispositivos perversos. Em breve eu lhe escreverei para esclarecer sobre isso.

TCU pede explicações ao MEC sobre verba gasta com a produção do "kit gay"

TCU pede explicações ao MEC sobre verba gasta com a produção do "kit gay"

Correio Braziliense - 16/08/2012


O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou ontem pedido de explicações ao Ministério da Educação (MEC) sobre a suspensão, em maio de 2011, da distribuição do kit anti-homofobia. O material seria destinado a alunos do ensino médio de 6 mil escolas da rede pública, mas foi vetado pela presidente Dilma Rousseff em meio à pressão de entidades e parlamentares religiosos. Os ministros querem identificar os responsáveis pela análise e aprovação do projeto, quantificar os valores pagos à Associação Pathfinder do Brasil, responsável pela criação e elaboração do kit, e as despesas com a reprodução do material, composto por vídeos, boletins e cartilhas com abordagem do universo de adolescentes homossexuais.

Fonte: Clipingmp


quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Jornalista Carlos Nascimento do SBT, é assaltado por Travesti que lhe ofereceu "Programa" e foi recusado.

23/08/2012 20h14 - Atualizado em 23/08/2012 20h14

'Jornalista Carlos Nascimento diz ter sido assaltado por travestis em SP' (Irônia Pró-Homossexual)

Em entrevista a rádio, apresentador contou que reagiu e recuperou bolsa. Delegado afirmou que não foi registrada queixa, mas vai investigar o caso.

Do G1 SP
 

O jornalista e apresentador do SBT Carlos Nascimento disse nesta quinta-feira (23), em entrevista à rádio Jovem Pan, que foi assaltado por travestis na noite de quarta (22) na Avenida Lineu de Paula Machado, nas imediações do Jockey Club, na Zona Oeste de São Paulo. A Policia Civil informou que, apesar de não ter sido registrada queixa, vai investigar o caso.

Na entrevista à rádio, Nascimento disse que a avenida é caminho que ele usa para ir ao trabalho."Quando parei para esperar o tráfego (...), eu confesso não havia fechado as portas do carro, foi de certo modo uma falha minha, mas, de repente, quando olho do lado tem um travesti sentado no lugar do passageiro, querendo fazer um programa e conversando comigo", explicou Nascimento na entrevista.
Segundo o jornalista, o travesti queria que ele encostasse o carro, um Jeep Land Rover Defender. "Eu confesso que achei que era uma brincadeira aquilo. Mas aí, foi ficando séria a conversa porque eu disse para ele descer e ele não queria descer", afirmou.

Nascimento disse que o travesti se tornou agressivo e se jogou sobre a direção quando o jornalista tentou sair do local. "Eu fui obrigado a parar, e o travesti se tornou muito mais agressivo. Ele tinha não sei se era um punhal, um estilete ou uma faca. Eu sei que ele tirou um objeto e veio em cima de mim e eu dei um soco nele", contou Nascimento na entrevista à rádio Jovem Pan.

"Ele recuou e aí ficou aquela confusão. De repente, abriu-se a porta de trás do carro, meu carro tem quatro portas, subiram mais dois. Também armados com faca, estilete, eu não sei o que que era. Aí eu percebi que eu estava sendo assaltado e levaram minha bolsa.”

O jornalista conta que parou o carro e foi atrás da bolsa, que diz ter conseguido recuperar com um dos travestis que estava na calçada. "Quando eu fui sair novamente, o mesmo travesti, o primeiro, entrou no carro dizendo que eu o tinha machucado, que ele estava sangrando, e com a faca de novo. Só que eu tive sorte porque eu acelerei e, quando eu acelerei, ele caiu e aí eu fui embora", disse Nascimento à rádio. "Eu fiquei ao mesmo tempo aturdido, surpreso e indignado."

O jornalista afirmou que pretende mudar seu caminho por ter medo de ser atacado novamente no trecho. O jornalista disse ter procurado a polícia para alertar sobre o ocorrido. Ao fim da entrevista, ele se disse aliviado com o desfecho do caso. "Você imagina se tivesse havido algo mais grave e eu fosse parar no hospital, na delegacia, o que ia sair hoje no jornal, dizendo 'Carlos Nascimento com três travestis dentro do carro'. Ainda bem que não aconteceu nada", disse.

Investigação
O delegado Vilson Genestretti, titular do 34º Distrito Policial, na Vila Sônia, Zona Sul de São Paulo, disse nesta quinta-feira (23) que irá investigar o caso. Segundo o delegado, Nascimento não prestou queixa, mas, como roubo é uma "ação pública incondicionada", ele registrou o caso.

De acordo com Genestretti, ele soube do ocorrido através da entrevista concedida por Nascimento à rádio Jovem Pan. "Ele [Carlos Nascimento] não veio até a delegacia, mas eu registrei o caso porque esse crime independe da vontade da vítima para que a polícia tome providências”, disse o delegado.

"Os investigadores vão tentar contato com o Nascimento para que ele venha até a delegacia prestar depoimento e para que a gente consiga chegar até os criminosos."

"Só não ficou claro se foi roubo ou tentativa de roubo”, disse Genestretti. "Vamos esperar pelo depoimento dele para fecharmos isso e tentar capturar os criminosos."

A entrevista foi ao ar na manhã desta quinta e, às 11h57, foi publicada no site da Jovem Pan. Procurada pelo G1 no final da tarde, a assessoria do SBT confirmou o crime, mas disse que o jornalista não irá mais se pronunciar sobre o assunto.

Fonte: G1

Nota do Mídia Sem Máscara do Professor, Jornalista e Filósofo Olavo de Carvalho sobre a Ilegalidade dos Bloqueios do Google, uma velada capanha de censura a sites e blogs Conservadores.


Fonte: Mídia Sem Máscara

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

O Prefeito do tipo que os EUA precisam como Presidente.

1 de agosto de 2007

Prefeito pediu desculpas, mas não do jeito que os ativistas gays exigiram

Ele declarou aos cidadãos que eliminará a calamidade da sodomia pública na cidade de Ft. Lauderdale

Peter J. Smith

FORT LAUDERDALE, Flórida, EUA (LifeSiteNews.com) — O prefeito de uma grande cidade finalmente fez um pedido público de desculpas que deixou os ativistas homossexuais irados e deixou os defensores da família jubilosos por sua defesa da decência.

Jim Naugle, prefeito da cidade de Ft. Lauderdale, convocou uma conferência de imprensa na prefeitura dia 24 de julho, afirmando aos jornalistas que ele tinha a intenção de pedir “desculpas”. Os ativistas homossexuais e os jornalistas esperavam que Naugle se retratasse de comentários publicados anteriormente no jornal South Florida Sun-Sentinel, nos quais o prefeito disse que a proposta de banheiros automáticos que a cidade ia comprar para as praias teria um benefício a mais: impedir a “atividade homossexual”.

Naugle, o prefeito democrático da cidade, também declarou que prefere usar o termo “homossexual”, não “gay”, pois os homossexuais estão “infelizes” de obedecer às ordens dos ativistas homossexuais para que ele demita-se de seu cargo ou peça desculpas.

O prefeito Naugle finalmente pediu desculpas, exceto que em vez de se retratar de sua declaração polêmica, ele pediu desculpas aos cidadãos de Fort Lauderdale por não ter feito muito mais para acabar com a atividade homossexual pública que vem ocorrendo nos parques, praias e banheiros públicos de Fort Lauderdale.

“Eu não tinha consciência da gravidade que é o problema da atividade sexual que vem ocorrendo nos banheiros em lugares públicos e parques ao redor do Condado de Broward, principalmente na cidade de Fort Lauderdale”, afirmou Naugle aos jornalistas.

“Tenho recebido muitas informações sobre esse problema e quero pedir desculpas às crianças e aos pais de nossa cidade por não me conscientizar desse problema”.


O gabinete de Naugle vinha recebendo informações do país inteiro, mas Naugle disse que a informação mais importante veio de um ativista homossexual local e “um cara que chamo de amigo”, Norman Kent, que escreveu um artigo condenando a prática do sexo em lugares públicos e alertou Naugle com relação a um site chamado “em busca de sexo”.


O site dá uma lista de 13 páginas impressas de lugares na cidade de Fort Lauderdale onde os homossexuais podem se encontrar com outros homossexuais para ter sexo anônimo. O próprio site vem enfeitado com pornografia homossexual e referências a parques, academias de malhação, lojas de departamento, shopping centers, mercados, praias, etc. (Dá para se ver uma lista muito mais desinfetada no site de Americans for Truth — alertando que mesmo o conteúdo desinfetado é ofensivo e impróprio para as crianças: http://americansfortruth.com/news/homosexual-male-cruising-site-lists-12-pages-of-anonymous-sex-hook-up-locations-in-ft-lauderdale-alone.html)

“Para mim isso é totalmente inaceitável”, o prefeito afirmou aos jornalistas. “Não acho que no nome da inclusividade ou da tolerância alguém na cidade tenha de tolerar essas coisas”.

“Minha meta é que os parques da nossa cidade sejam removidos dessas listas”, concluiu Naugle, que exortou todos os cidadãos a entrarem em contato com a polícia se testemunharem alguma atividade ilegal.

Naugle também pediu que os “membros responsáveis da comunidade homossexual” ajudem a cidade a parar essa conduta homossexual pública. Ele declarou que a secretaria municipal de saúde recentemente anunciou que o Condado de Broward está liderando a nação em novos casos de HIV/AIDS na categoria de homens que têm sexo com homens e criticou a secretaria de turismo por convidar homossexuais ao Condado de Broward com toda a crise de HIV/AIDS ocorrendo.

“Estou realmente pedindo que a comunidade homossexual se una a mim, cesse essa atividade, para o bem das crianças, pais e comunidade”.

Quando um jornalista homossexual lhe perguntou se ele tinha alguma desculpa a dar aos homossexuais, com muita habilidade Naugle respondeu: “Peço desculpas por não ter tratado desse problema há mais tempo. Talvez algumas vidas poderiam ter sido salvas”.

Ao deixar a conferência, ativistas homossexuais irados começaram a gritar em direção a Naugle, dizendo “vergonha, vergonha” e “você é uma vergonha para a nossa cidade”.

Peter LaBarbera de Americans for Truth disse que o prefeito Naugle deveria ser congratulado por sua posição corajosa contra um bando de “extremistas barulhentos e a mídia liberal”.


“Finalmente, uma autoridade pública com a coragem de tomar uma postura diante dos militantes homossexuais e seus aliados nos meios de comunicação”, declarou LaBarbera. “Imagine: um prefeito de cidade grande tenta parar nojentas perversões de ocorrerem em lugares públicos — e o lobby pró-homossexualismo diz que o prefeito é que é o problema e está envergonhando a cidade!”



Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com.br; www.juliosevero.com

Fonte: http://www.lifesite.net/ldn/2007/jul/07072604.html

Homossexual mata namorado por ciúmes e chama a Polícia calmamente na certeza da proteção do Estado Pró-LGBT.

21/08/2012 18h03 - Atualizado em 21/08/2012 22h05

Homem liga para a polícia e informa que matou o ex-namorado em SC

Suspeito telefonou para o 190 e disse que havia matado dois homens. Um morreu e, segundo a PM, ambos eram ex-namorados do suspeito.

Joana Caldas Do G1 SC
Comente agora
Um homem de 25 anos esfaqueou outros dois e ligou para a polícia para avisar na manhã desta terça-feira (21) em Jaraguá do Sul, Norte catarinense (ouça o áudio ao lado). Segundo a comunicação da Polícia Militar da cidade, o homem ficou esperando pelos policiais sentado em uma cadeira e se entregou. Uma das vítimas morreu e outra está no hospital, fora de perigo.

Autor do crime esperou pela polícia sentado em uma cadeira (Foto: Lucio Sassi / Agência RBS) Ainda de acordo com a polícia, o suspeito disse ter cometido o crime por ciúmes. Leandro Santiago de Oliveira, de 29 anos, morreu com uma facada na garganta. O namorado de Leandro, de 21 anos, levou uma facada no tórax e está no hospital. Ambas as vítimas eram ex-namorados do autor das facadas. O suspeito cometeu o crime por volta das 7h50 da manhã, após encontrar as duas vítimas deitadas em um colchão.
Autor do crime esperou pela polícia sentado em uma
cadeira (Foto: Lucio Sassi / Agência RBS)
A polícia recebeu denúncias de testemunhas e, em seguida, a ligação do próprio autor do crime. O suspeito foi preso em flagrante e encaminhado para o Presídio Regional de Jaraguá do Sul.

Leia, a seguir, a transcrição da ligação.

Polícia: Polícia Militar, qual a sua emergência?
Suspeito: Oi. Eu queria ligar da... Eu tô aqui na Barra, do lado do... Qual é o nome daqui? É igreja? É que eu acabei de matar dois caras aqui no apartamento, daí eu queria que vocês viessem aqui.
Polícia: Tá OK. Então só aguarde que a viatura já chegando aí, tá bom? Na frente da igreja?
Suspeito: Isso. Do lado da igreja, aqui no apartamento.

Fonte: O Globo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...