quarta-feira, 1 de maio de 2013

EUA Pró-Gays, começa negar Liberdade de Educação em casa dada pelos pais. Mas, a Russia protege esse Direito.

1 de maio de 2013

Um alerta para os EUA: Família adepta da educação em casa está sendo despojada de seus direitos nos EUA


Um alerta para os EUA: Família adepta da educação em casa está sendo despojada de seus direitos nos EUA

Dale Hurd/CBN News
Recentemente, Eric Holder, ministro da Justiça dos EUA, disse que a educação escolar em casa não era direito dos pais. É uma declaração que alguns estão dizendo que deveria apavorar os pais americanos.
Uwe e Hannelore Romeike (à direita) começaram a educar em casa na Alemanha porque não queriam que seus filhos fossem expostos a coisas como bruxaria e educação sexual explícita, que são ensinadas nas escolas alemãs (CBN News)
Nações como Alemanha e Suécia mostram que quando os governos removem o direito de educar os filhos em casa, é um caminho sem volta para eliminar todos os direitos dos pais.

Os EUA são ou não um refúgio?

A família Romeike fugiu da Alemanha e foi para os Estados Unidos cinco anos atrás esperando encontrar refúgio. Eles queriam educar seus filhos em casa e um juiz federal lhes concedeu asilo.
Mas agora o governo de Obama vem tentando deportar a família alemã, argumentando que a educação escolar em casa não é um direito. O caso está atualmente num tribunal federal de recursos.
Uwe e Hannelore Romeike começaram a ensinar seus filhos em casa na Alemanha porque não queriam que eles fossem expostos a coisas como bruxaria e educação sexual explícita que são ensinadas nas escolas alemãs.
“Havia histórias em que [alunos] eram incentivados a pedir a ajuda do diabo em vez de Deus, e de fato o diabo daria ajuda (nessa história),” disse Uwe.
“Quando vimos que o que havia nos livros escolares era exatamente o oposto do que a Bíblia nos diz e ensina, procuramos proteger [nossos filhos],” acrescentou a esposa dele, Hannelore.
Mas a educação escolar em casa é ilegal na Alemanha, exceto em casos raros. E muitos pais que educam os filhos em casa são perseguidos com multas, cadeia ou a perda de seus filhos.

Adeptos da educação em casa indo para o exílio?

A maioria dos adeptos da educação escolar em casa não sofre perturbações nos EUA. Mas e se os políticos estatais e o governo federal começassem a adotar medidas contra a prática?
Duas das piores nações para os adeptos da educação em casa são a Alemanha e a Suécia. Se você quiser ver como seriam as coisas se a educação em casa fosse proibida nos EUA, viaje para a Suécia, onde o governo controla a educação e o movimento de educação em casa vem sendo esmagado.
Aliás, Jonas Himmelstrand, diretor da Associação Sueca de Educação em Casa, teve de levar sua família para o exílio. Eles fugiram para a Finlândia.
“Estamos no exílio. Fomos forçados a deixar nosso país e isso representa um impacto mais forte do que eu possa imaginar,” ele disse para a CBN News. “A Suécia era nosso país. Esse era o lugar onde tínhamos nossos amigos e relacionamentos de negócios e muitas coisas e agora estamos expulsos de nosso país.”
O jurista Michael Donnelly, da Associação de Defesa Legal da Educação Escolar em Casa, chamou a situação de “incrível para uma nação como a Suécia que se considera uma nação livre, uma democracia, por assim dizer.”
Ruby Harrold-Claesson, presidente do Comitê Nórdico de Direitos Humanos, foi mais longe, qualificando a Suécia como uma ditadura onde as assistentes sociais ordenam o que os pais devem fazer.
“A Suécia afirma ser uma democracia, mas está longe de ser isso. É uma ditadura,” disse ela. “Na Suécia, as assistentes sociais ordenam como as pessoas devem viver. Você não tem o direito de ser diferente. Você não tem o direito de ser diferente de ninguém mais na Suécia. Todos têm de ser exatamente iguais. Eles querem crianças iguais, como se fossem produtos de linha de montagem.”
Claesson é também a advogada que está representando Christer e Annie Johansson, que perderam a guarda de seu filho Domenic, por causa da educação escolar em casa. Depois que Domenic foi raptado pelas autoridades suecas, a saúde de Annie começou a se deteriorar.
Christer disse que o estresse da tribulação está matando a esposa dele.
“Se não conseguirmos resolver essa questão logo, Domenic não terá mais uma mãe,” disse ele.

Rússia, um refúgio seguro para a educação escolar em casa

Nações como a Alemanha e a Suécia poderiam aprender uma ou duas coisas sobre direitos dos pais — quem diria! — com a Rússia, que é uma das nações mais livres para educar os filhos em casa.
“Temos completa liberdade de educar em casa na Rússia, em termos de legalidade,” disse Pavel Parfentiev, líder pró-família na Rússia.
“A Federação Russa é mais ou menos uma campeã de direitos humanos nessa área específica. Por isso, é evidente que penso que a Rússia é um bom exemplo para a Alemanha e Suécia onde os adeptos da educação em casa são perseguidos,” disse ele.
Entre os perseguidos, Juergen Dudek, adepto da educação em casa na Alemanha, vem sendo intimado a comparecer nos tribunais anualmente nos 10 anos passados pelo Jugendamt, ou Juizado de Menores da Alemanha.
“Eu costumava chamar o Juizado de Menores de ‘Gestapo dos Jovens.’ Logo que eles intervêm, logo que eles pegam você, você está realmente com problemas,” Dudek disse.
Dirk Wunderlich e sua esposa, que são adeptos da educação em casa na Alemanha, perderam a guarda de seus filhos, embora ainda tenham permissão de viver com eles. Ele também disse para a CBN News que está aguardando que o mandem para a cadeia, mas disse que nunca vai parar de educar os filhos em casa.
“Mas não tenho medo disso. Estou triste por minha família. Irei (para a cadeia) rindo. O governo pode fazer o que quiser, mas meus filhos não irão para a escola,” disse ele.

Há segurança para os adeptos da educação em casa nos EUA?

Nos EUA, um sinal de perigo foi dado no começo deste ano quando o Ministério da Justiça argumentou no caso Romeike que a educação em casa não é um direito humano fundamental.
Uma fonte próxima ao caso disse que a Casa Branca se importa mais com as relações com a Alemanha do que com uma família que está buscando asilo político.
Dar asilo para os Romeikes poderia abrir uma comporta de refugiados da Alemanha, envergonhando ainda mais o governo alemão.
Uwe Romeike, que como meio de sobrevivência dá aulas de piano, sabe o que esperar se forem deportados.
“Primeiro, o governo nos imporá multas cada vez mais elevadas e ameaçará nos tirar a guarda de nossos filhos,” explicou ele.
“Pode ser que tenhamos também de passar algum tempo na cadeia, mas a ameaça principal é o aspecto da guarda porque então, é evidente, os filhos são tirados de você completamente e isso é o que nenhuma família quer,” disse.
Uwe disse que o fato de que a Casa Branca quer negar liberdade de educação em casa para sua família deveria deixar preocupados todos os adeptos da educação em casa nos EUA.
Traduzido por Julio Severo do artigo de Charisma News: Americans Warned: Home-Schoolers Stripped of Rights
Leitura recomendada:
Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este Blog é voltado para defesa da Família Mundial Cristã. Denunciamos os ataques dos Ativistas Homossexuais a nível Internacional, deixando claro que amamos a pessoa que está Homossexualizada e pode receber libertação, desde que o queira. Somos contra a PL 122 e o Kit-Gay, que quer retirar nossas crianças do nosso poder para o Estado Socialista-Marxista-Comunista doutrinando-as e fazendo nelas uma lavagem cerebral homossexual.

Assista estes vídeos que entenderá nossa proposta:

http://www.youtube.com/watch?v=suxtZAXtqng

http://www.youtube.com/watch?v=dIKS2jC-Tvo

Serão deletados todos comentários Racistas, Difamatórios, Anti-Cristãos enfim, que não se coadunem com a linha editorial saudável seguida por este Blog. Deus abençoe aos que contribuirem para um debate construtivo e democrático. Use sua criatividade e inteligência e deixe um comentário marcante, honesto e justo, que revele SOMENTE A VERDADE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...